Filósofo aquático é recebido com honras na Caverna do Ostracismo

11 de julho de 2012

PLANOS PARA O FUTURO: O pres. Zezinho (DIREITA) declarou que Δημοσθένης será seu candidato a vice na eleição de 2028.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, cancelou toda a sua agenda de hoje, inclusive a reunião com João Bafo-de-Onça e Tio Patinhas para discutir a participação desses famosos heróis nos materiais de sua já vitoriosa campanha-treino deste ano.

O Presidente de Nascença desmarcou o compromisso com seus companheiros do mundo dos gibis para participar de importante solenidade no Retiro do Udenista (Caverna do Ostracismo, fundos, Higienópolis).

Trata-se da festa de recepção do novo morador da Caverna do Ostracismo, o filósofo greco-goiano Δημοσθένης, expoente da Escola dos Pós-Cachoeiráticos, importante escola filosófica da pólis Anal.

O ex-pensador FHC comprou uma fantasia nova para participar das tertúlias com Δημοσθένης.

Agito intelectual

O evento promete sacudir Higienópolis nesta noite. Milhares de eleitores infantis paulistas já se acotovelam na entrada da Caverna do Ostracismo, à espera do filósofo aquático. Muitos portam cartazes com fotos do sábio e faixas com dizeres como “Δημοσθένης, exemplo para todos nós” ou “UDN paulista saúda o grande líder Δημοσθένης.”.

Muitos próceres da UDN preparam suas homenagens ao grande pensador. Além do discurso de saudação do Almirante do Tietê, o evento será abrilhantado pelo filósofo Agripinus, da Escola dos Rabodepalhistas, que fará uma resenha panegírica da obra do grande Δημοσθένης, mostrando que, a despeito dos logros produzidos pelas aparências, tudo na natureza muda, menos o caráter dos udenistas de escol.

O filósofo Policarpolous Quaresma Jr., também da Escola dos Pós-Cachoeiráticos, comparecerá representando a famiglia que controla a Revista Mais Vendida do Brasil, e fará um discurso demostrando que as acusações contra Δημοσθένης são descabidas e que o PT é responsável pela seca que atualmente assola as cachoeiras do Centro-Oeste.

CICERONE: O filósofo Heráclito (UDN-PI), da Escola dos Batráquios, mostrará a Δημοσθένης seus aposentos na Caverna do Ostracismo.

O imortal jornalista de programa, Sr. Merdoval Pedreira, da Escola dos Pigóicos, também prepara uma ode filosófica aos grandes feitos de Δημοσθένης. Intitulada “Ode ao Homem Moral”, deverá ser lida pelo ator Carlos M. Beleza, que virá no mesmo disco-voador fosforescente dos informantes da boneca inflável Bianca Dias.

Caetano, o cozinheiro da Caverna do Ostracismo, da Escola dos Sensacionalistas, prometeu fazer um jantar vegetariano especial para Δημοσθένης: “ele anda meio enjoado de bicho, mas não abre mão de umas verdinhas”, teria dito o ex-gênio.

ANGÚSTIA: O pres. Zezinho e seu amigo Aloysio Biggs de Olivieira temem que o filósofo Paulo Caixa Preta Dois, da Escola do Propinóicos, perca o controle e aja irracionalmente.

Apreensão

Apesar da euforia com a chegada do grande filósofo especialista em matérias de ética e moral, há um clima de apreensão entre udenistas graúdos. Muitos temem que Δημοσθένης fique pouco tempo na Caverna do Ostracismo. Circulam boatos de que ele poderia transferir-se para o Centro Filosófico da Papuda, no DF, onde o grande líder de sua escola está hospedado.

Dos caudalosos esgotos filosóficos da Caverna do Ostracismo jorram outras versões.

Outras fontes daos meios udenistas comentam à boca miúda que o próprio pres. Zezinho tem demonstrado apreensão. O Maior dos Sábios do Brasil estaria preocupado com os recentes debates da Escola dos Pós-Cachoeiráticos. O medo do pres. Zezinho é que o seu assessor para assuntos propinoviários, sr. Paulo Caixa Preta Dois, da Escola dos Propinóicos, empolgado com os debates Pós-Cachoeiráticos, distraia-se e deixe vazar água no Congresso, o que poderia fazer a casa do Presidente de Nascença cair.

QUADRILHA: Em homenagem a Δημοσθένης, a UDN preparou uma simpática festa junina com trajes gregos.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho sempre gostou de filosofia. Quando ele era criança, gostava de chamar os moleques para brincar de filósofo. Ele pegava uns lençóis da mãe, se enrolava e ficava andando pelo quintal falando coisas muito sábias. Enquanto isso, os moleques tinham que ficar sentados, fazendo cara de espanto e ouvindo ele falar. De vez em quando, ele fazia uma pergunta para algum moleque e, como o garoto não tinha como saber, o Zezinho chamava ele de burro, idiota e ignorante. Depois de uns dez minutos, nenhum moleque queria mais brincar daquilo, mas o Reinaldinho Cabeção sempre queria continuar. Às vezes, eles ficavam a tarde inteira brincando de filósofo. Quanto o Zezinho cansava e acabava com a brincadeira, o Reinaldinho Cabeção sempre dizia: “Puxa, Zezinho, você é tão sabido! Você deve ser o maior filósofo do mundo!”

Anúncios

Meiguice: Udenistas inundam Pólo Norte com cartas para Papai Noel

16 de dezembro de 2011

ALTRUÍSMO: Os eleitores infantis paulistas pediram a Santa Claus edições diárias da Veja.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, enviou uma carta ao Papai Noel pedindo seus presentes para este Natal.

Em sua cartinha, o Presidente de Nascença foi honesto, como sempre, e reconheceu que, no ano passado, teve mal comportamento e mereceu ficar sem presente.

À FLOR DA PELE: Os udenistas de Higienópolis têm escrito pungentes cartinhas a Santa Claus, pedindo para a casa do pres. Zezinho não cair.

Mas também  contou a Santa Claus que melhorou muito em 2011:  “neste ano só espionei o Tancredo Neves um pouquinho; da Dilma eu só falei mal, mas ninguém mais liga para o que eu falo, mesmo…”

Com base nisso, o Lider Impoluto argumentou que merece alguns presentes neste ano, e fez uma  lista na cartinha.

Segundo fontes da Caverna do Ostracismo, fundos, os principais pontos da lista de presentes desejados pelo Mais Honesto dos Seres são:

  • Uma pistola de raios destruidores de livros de capa azul;
  • Um desconectador de blogs sujos;
  • Um endereço novo no Caribe;
  • Uma filha nova.

AMOR FAMILIAR: O pres. Zezinho pediu ao Papai Noel uma filha nova, porque a atual já está muito manjada.

UDN segue o exemplo do Pres. Zezinho

Os principais próceres da UDN seguiram o exemplo do Presidente de Nascença e escreveram para Santa Claus.

O eminente ex-intelectual FHC surpreendeu. Escreveu a Santa Claus dizendo que, neste ano, quer ganhar um kit disfarce, e advertiu Papai Noel:  não quer livro nenhum de presente, e seria uma infâmia se recebesse algum.

Todos os ex-intelectuais que ainda permanecem na UDN fizeram pedido semelhante: nada de ganhar livros neste ano, apesar da campanha que circula na internet.

Direto de sua toca em Veneza, o ghost-righter aposentado do pres. Zezinho, Sr. Diogo de M., mandou carta a Santa Claus pedindo para assumir o lugar de Reinaldinho Cabeção. Consta que Santa vai mandar entregar na cidade dos ratos apenas uma máquina de raspar a cabeça e um chapéu.

CORAÇÃO GELADO: Papai Noel vai mandar só um postal em resposta às cartinhas

O líder da seção caribenha da UDN, Almirante Sérgio Ricardo, foi arrojado em seu pedido.

O grande navegador da prestigiosa organização higiênico-monetária pediu uma frota de navios, porque está precisando visitar vários locais no Caribe e levar uns baús de tesouro de uma ilha para outra.

O Presidente da UDN pediu ao Papai Noel que todos os deputados petistas sejam bonzinhos e inofensivos para a  UDN  como o Vacarezza é.

Já Tancredo Neves foi modesto. Pediu apenas um sistema de isolamento acústico para seu apartamento no Leblon. A vizinhança tem reclamado que ele passa o tempo todo gargalhando alto e não deixa ninguém dormir.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: A UDN acabou com a pescaria em suas festas juninas, para não deixar pegarem seus peixes grandes.

O Zezinho sempre gostou desse negócio de cartinha para o Papai Noel. Teve uma vez, que ele resolveu que a turma toda ia escrever para o Papai Noel, pedindo os presentes. Ele juntou os moleques que andavam com ele, deu um lápis e uma folha de papel pra cada um e foi falando pra cada um deles o que deviam escrever. Pro Nicola, disse: “escreve aí que eu mereço ganhar um carrinho novo”; pro Robertinho, mandou “escreve na sua carta que eu tenho que ganhar uma permanente pro Cine Imperial”, pro Mauro, ele falou “escreve pro Papai Noel falando que eu quero ganhar uma coleção de miniaturas de carrinho”. E assim por diante.  Quando chegou a vez do Reinaldinho Cabeção, antes do Zezinho falar ele se antecipou: “Zezinho, escrevi na minha cartinha tudo o que você falou pros outros meninos, e ainda coloquei mais uns brinquedos que eu sei que você quer ganhar”.


Jantar na Caverna do Ostracismo atrai milhões

26 de novembro de 2011

SUCESSO: A venda de convites para o jantar com FHC é um sucesso!

A presença do Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, será um dos pontos altos do jantar beneficente promovido pelo Retiro do Udenista (Caverna do Ostracismo, fundos, Higienópolis).

O Presidente de Nascença rivaliza com o palestrante de honra, o ex-intelectual FHC, na capacidade de atrair importantes representantes da gente bonita paulistana para o convescote.

O evento faz parte de uma grande campanha para coletar recursos para a   ampliação da Caverna do Ostracismo. A reforma é urgente, pois em outubro do ano que vem o valhacouto udenista deverá receber vários novos moradores.  A reforma feita no ano passado não foi suficiente pois, após as eleições de 2010, a maravilha udenoespelológica ficou superlotada, com a mudança do pres. Zezinho e vários outros correligionários para lá.

Jantar atrai milhões

Foi iniciada a venda de convites, cada um ao preço de mil reais. Entretanto, apenas cem dos quinhentos convites foram adquiridos até agora, a maioria deles vendida aos jornalistas de programa que a UDN tem na redação dos jornais e revistas mais vendidos do Brasil.

AÇÃO ENTRE AMIGOS: A Sra. Elaine Tucanhede ficou encarregada de vender uma rifa no jantar, para ajudar na coleta de fundos.

Fontes da tesouraria da UDN  relacionam à baixa procura ao proverbial compromisso da UDN paulista com controlar gastos.

Segundo o tesoureiro da UDN paulista, Sr. Paulo Caixa Preta II, o fato de não haver muitos compradores não preocupa: “Na hora em que precisarmos, de verdade, todos os ingressos serão  adquiridos por algumas empresas que desinteressadamente têm apoiado a UDN em sua cruzada moral pela redenção da Pátria”.  De fato, a  UDN tem conseguido atrair milhões com o método CCR (compra, compra e reembolsa), usado  na sua relação com empresas idôneas.

Programa

O evento iniciar-se-á com um coquetel, animado por uma apresentação do sanfoneiro de estimação da UDN, Sr. Dominguinhos. Depois que o músico terminar seu espetáculo e for para a cozinha para comer com os outros empregados, será servido o jantar, cujo menu seguirá a linha popular.

O cardápio foi preparado por Caetano, um ex-gênio que FHC acolheu na Caverna do Ostracismo e que lá trabalha como cozinheiro.

AUSÊNCIA: A Sra. L. Hipólitro não poderá comparecer, mas mandará o Sr. Daniels, seu assistente, para representá-la.

Em homenagem à aproximação da UDN às classes populares, estão previstos pratos tipicamente populares da cozinha contemporânea francesa, como foie gras em caldo thai; crème de poireaux vichyssoise;  pato confitado grelhado com pimentões verdes e gengibre; e salmão ao beurre blanc com pétalas de flores do campo.

Além dos vinhos, será servida também cerveja preta, em homenagem ao Acordo CARACU EUA-Brasil.

Ao final do jantar, será a vez dos inspirados discursos. O pres. Zezinho fará o discurso de apresentação do convidado de honra e depois passará a palavra ao ex-sábio FHC, que fará um discurso autobiográfico com o título: “Porque Lula tem inveja de mim”.

Por fim, a tertúlia será encerrada por uma apresentação literária: o mais imortal dos jornalistas de programa, Sr. Merdoval Pedreira, fará a leitura dramática de trechos de seu novo livro, uma coletânea de cartas de amor endereçadas a uma musa misteriosa, que muitos acreditam ser a Sra. Miriam Cochonne.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: Como sempre, o evento da UDN vai terminar em festa junina.

O Zezinho sempre gostou de festa beneficente. Quando ele era menino, ele gostava de juntar a molecada que andava com ele para irem na festa de São Vito. Uma vez, ele mandou o Reinaldinho Cabeção fazer uns bilhetes de rifa, dizendo que era para ajudar as obras da creche da igreja de São Vito e que o prêmio era passar um dia com o Zezinho.  Quando chegou a hora da festa, ele chamou o Reinaldinho Cabeção, fez ele vestir a roupa de domingo e ir para a festa de São Vito vender a rifa. Ele oferecia a rifa, todo sério, dizendo que o prêmio era maravilhoso, porque o Zezinho era o menino mais inteligente do mundo e que um dia seria presidente. Quando o Padre Giovanni descobriu que eles estavam vendendo aquela rifa dizendo que era para ajudar a creche, ficou furioso, pegou os dois moleques pelas orelhas e levou até a casa deles. Naquela noite, os dois foram dormir de traseiro quente…


Festa na Caverna do Ostracismo: John Been chegou!

4 de agosto de 2011

ENTRE IGUAIS: John Been (direita) ficou muito feliz ao saber que vai dividir os aposentos com o ex-sábio FHC (direita).

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, participou hoje da solenidade de recepção do novo morador da Retiro do Udenista, sito à Caverna do Ostracismo, fundos, Higienópolis.

O novo morador é o gênio da raça Tom John Been, um dos poucos brasileiros dignos de ser tratado como um igual pelo Presidente de Nascença, que é seu amigo e compadre.

DESESPERO NA CASERNA: A soldadesca tão amada por Tom John Been está desconsolada com sua partida.

A chegada de Tom John Been causou grande comoção entre os moradores da Caverna do Ostracismo.  Emocionados, os udenistas perfilaram-se à sua chegada, enquanto sua conterrânea Ymelda Cruzes entregava-lhe um lindo buquê de flores azuis e amarelas.

Entre os oradores convocados a homenagear o novo hóspede do covil udenista, o ex-intelectual FHC destacou-se por seu discurso singelo, no qual precisou de apenas duas horas para demonstrar que seu governo foi melhor que o governo do usurpador do planalto. Ao final do discurso, que preferiu fazer com seu inglês de lorde, o ex-pensador FHC agradeceu a Tom John Been pela grande contribuição que deu a ele, como ministro e líder do governo no STF.

Entre idiotas

ADMIRAÇÃO: O cozinheiro da Caverna do Ostracismo imita John Been no que pode.

Tom John Been agradeceu com um pequeno discurso, no qual declarou-se feliz por  mudarde ares, pois já estava cansado do tipo de idiotas fraquinhos com os quais lidava: “Amanhã, quando for visitar o cônsul do EUA com o pres. Zezinho, falarei que aqui, em Ostracism Cave, é que me sinto entre os do meu tipo”, disse, apontando para seus novos colegas de valhacouto.

John Been revelou que decidiu trocar Brasília pela Caverna do Ostracismo depois de ser atingido por uma vassoura, em reunião com a usurpadora-mirim, no Palácio do Planalto.

Emoção

Mas o grande momento foi, como esperado, o momento musical. Tom John Been cantou e encantou, fazendo um belo dueto com Milton Nascimento em Canção da América.

Ao chegar a parte “Amigo é coisa para se guardar/No lado esquerdo do peito“, o pres. Zezinho subiu ao palco e abraçou seu amigo John Been.

QUADRILHA: Os eleitores infantis paulistas organizaram uma bela quadrilha para homenagear Tom John Been.

O que se viu, então, foi a Caverna do Ostracismo inundada pelo pranto dos udenistas embevecidos que aplaudiram freneticamente a demonstração de afeto entre dois grandes brasileiros.

Comentário da tia Carmela

Apesar do nhenhenhem de amizade velha, O Zezinho deve estar é pensando: esse cara vai querer posar de vítima para tentar ser candidato no meu lugar. Esse não perde por esperar…


Caverna do Ostracismo prepara time para a Copa América de Bocha

15 de junho de 2011

O pres. Zezinho (direita) durante partida de bocha na Caverna do Ostracismo.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, anda muito atarefado com suas novas funções na UDN.

O Presidente de Nascença foi eleito por aclamação para a vaga de técnico do time de bocha da Caverna do Ostracismo (Bochacismo E.C.).

Em julho, será disputada a Copa América de Bocha e o Almirante do Tietê já começou a montar a equipe, que deve mostrar a toda a América do Sul a força e o poder da UDN.

QUADRILHA: Importantes udenistas prestigiaram a festa junina do time de bocha da Caverna do Ostracismo.

Para a montagem da equipe, o Maior dos Filhos da Mooca está usando como base experientes jogadores da UDN, com grande habilidade de pegar bola.

Já estão selecionados craques como o  Sr. Demoarruda Bauducco, o Revmo. Pe. Anchieta, o Sr. Paulo R. Gates de Souza, o Sr. Conselheiro Robson e o Sr. Paulo Caixa Preta 2.

Como podem ser inscritos até seis atletas, o pres. Zezinho ainda procura o sexto nome para a equipe. Dê sua opinião na enquete abaixo:

Comentário da tia Carmela

O Zezinho anda com uma cara  de bocha, mesmo…  O engraçado é que, quando era criança, ele não gostava de jogo de bocha. Ãs vezes o pai dele ia jogar e levava o Zezinho e oReinaldinho Cabeção. Eles iam contra a vontade, e passavam a manhã toda fazendo arte. Uma vez eles fizeram as necessidades na caixa onde as bolas eram guardadas. Quando os jogadores pegaram as bolas, sujaram as mãos todas. Naquele dia o pai do Zezinho levou ele e o Reinaldinho Cabeção  de volta pra casa pela orelha.


Pres. Zezinho recebe Faraó na Caverna do Ostracismo

11 de fevereiro de 2011

O pres. Zezinho elaborou o projeto dos aposentos do Faraó na Caverna do Ostracismo.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho recebeu hoje o novo hóspede da Caverna do Ostracismo, o Faraó do Egito.  O ex-esteio da democracia no Oriente Médio passará uma temporada no espeleógico recanto até reorganizar sua vida.

Na chegada, sua Majestade (no caso, o Faraó) foi recebida pelo Deus-Sol da política (no caso, o Presidente de Nascença), em uma bela festa que reuniu os moradores do Retiro do Udenista.

O cozinheiro Caetano foi muito criativo na preparação da mesa do banquete.

Como não podia deixar de ser, um maravilhoso banquete foi servido, preparado por Caetano, cozinheiro que o ex-honoris causa FHC tirou da Sarjeta do Esquecimento. O gênio soteropolitano fez muito sucesso, e o Faraó acabou comprando os direitos autorais das receitas dos pratos servidos.

Apesar da pompa do evento e da mesa faraônica,  era impossível deixar de notar a amargura de muitos dos convivas. Por entre as ataduras, viam-se lágrimas nos olhos do sr. Maciel,  antigo democrata da UDN.  Todos  lamentavam o tratamento indecoroso dado pelas multidões nas ruas do Cairo ao Filho de Amon-Rá (no caso, o faraó).

Ao longo de sua carreira, o sr. Maciel cultivou boas relações com todas as 30 dinastias do Egito.

Após o jantar, o clima era de congraçamento. Brindes eram erguidos e vários discursos foram feitos. Em seu discurso, o Maior dos Filhos da Mooca saudou o Faraó dizendo que na Caverna do Ostracismo ele encontraria a solidariedade dos verdadeiros democratas e amantes da liberdade de expressão.

O ex-sábio FHC resolveu discursar em francês sobre as virtudes de seu governo e do sucesso de sua política para o Oriente Médio, lembrando que, enquanto governou, o Egito era o paraíso terrestre, mas bastou o PT assumir o governo para a baderna se instaurar.

A sra. Soninha Copélia tentou ir vestida a caráter, mas na hora não aguentou.

Sempre cheio  de esperança, o sr. Geraldinho do Vale declarou ter fé de que, em breve, o Pres. Zezinho assumirá a presidência do Brasil e o Faraó voltará a governar com sabedoria o Vale do Nilo.

Disputa

O grande ausente na recepção foi o sr. Tancredo Neves, que foi visto, no mesmo momento, jogando uma partida de futevôlei com o Deputado Federal Romário (PSB-RJ) nas areias de Copacabana.  O faraó minésio alegou que estava discutindo com o deputado de seu estado os problemas da gente de Minas, mas vários  udenistas atribuíram a ausência a uma disputa com o pres. Zezinho. O Almirante do Tietê teria atropelado a iniciativa do sr. Tancredo e roubado o ilustre hóspede, pois o sr. Tancredo teria oferecido ao Faraó do Egito estabelecer-se na sua Pirâmide Administrativa neste momento de transição.

No entanto, a paz continuar reinando na UDN pois, segundo o jornalista Merdoval Pedreira, esta versão seria totalmente descabida.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: Na recepção, a quadrilha da UDN apresentou-se mais uma vez com muito sucesso.

Essa Caverna do Ostracismo tá ficando muito cheia.  Quando era criança, ele costumava brincar de pirâmide. Pegava umas caixas de madeira e papelão e aontoava, e dizia que era uma pirâmide com um labirinto. Uma vez, ele juntou muita caixa, e fez uma pirâmide enorme em um terreno baldio perto da casa dele. Chamou os moleques para brincar de pirâmide e, quando estavam todos lá dentro, mandou o Reinaldinho Cabeção dizer pra eles que o Zezinho, que era o faraó daquela pirâmide, estava cobrando o pedágio e cada um tinha que dar dois cruzeiros para poder brincar ali. Os moleques ficaram muito bravos e deram umas bordoadas no Reinaldinho Cabeção. O Zezinho, como sempre, se mandou. No dia seguinte, o Reinaldinho Cabeção encontrou o Zezinho na escola e falou: “Puxa, Zezinho, esses moleques são muito ignorantes. Como alguém pode ser contra pagar pedágio?”


Natal feliz: povo faz vaquinha e compra pijama para o pres. Zezinho

24 de dezembro de 2010

CONNOISSEUR: Para um famoso bispo de Guarulhos, pijama listrado é mais adequado à liturgia do cargo.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, recebe, nesta noite, um belo presente de Natal.

Cerca de 55 milhões de brasileiros fizeram uma grande mobilização para dar um presente de Natal para o Presidente de Nascença, em agradecimento pela sua ida à Ponte que Caiu.

Espontaneamente, populares organizaram-se para adquirir um pijama listrado para o Maior dos Brasileiros, para que ele possa passar com elegância  suas tardes na Caverna do Ostracismo, fundos.

Diogo de M. também ganhou um pijama igual ao do pres. Zezinho.

Nesses momentos de ócio e conspiração, ao lado do ex-sabetudo FHC, o Maior dos Filhos da Mooca precisa estar vestido adequadamente, o que motivou a organização da enorme vaquinha.

PYJAMA TRENDS

A aquisição do pijama também serviu como marco para a nova carreira do Cacique Merendinha.

Desempregado e desconsolado com o fim de sua carreira parlamentar, o silvícola buscava o que fazer, quando lhe sugeriram seguir a carreira de  consultor de moda.

O pres. Zezinho ganhou sua primeira biografia aos dez anos.

Empolgado com a nova carreira, o bom selvagem usou todo o seu conhecimento de fashion trends para ajudar a escolher todo um guarda-roupa de pijamas para o Almirante do Tietê.

Entretanto, o responsável pela vaquinha, o assessor para assuntos propinoviários do pres. Zezinho, sr. Paulo Caixa Preta 2, declarou que o dinheiro só foi suficiente para comprar um pijama, o que causou estranheza. Pelo menos, o pijama é de seda.

Acreditava-se que os recursos coletados dariam para comprar vários pijamas, ou,  pelo menos, uns dois.

VAQUINHA

A srta. Soninha Copélia não contribuiu para a vaquinha. A versão oficial é de que a distinta líder cybertucana foi passar uma temporada no Pantanal, e lá não há caixa eletrônico.

A vaquinha da UDN fez muito sucesso em ambiente aquático, descolado e enfumaçado.

A versão parecia não fazer sentido, pois a UDN tem forte presença nas regiões pantanosas.

Fontes da Caverna do Ostracismo desmentiram essa versão inverossímil e informaram que a eminente atleta ciclonudista teria ficado enciumada, pois achava que era direito dela escolher o pijama do pres. Zezinho.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: UDN fez uma bela festa junina para comemorar o pijama novo do pres. Zezinho.

O Zezinho sempre gostou de pijama. Quando era criança, lá na Mooca, uma vez ele convenceu  os moleques a irem todos de pijama para a escola, no dia seguinte.  Só que o Zezinho levou o uniforme na bolsa. Naquela época, o sinal tocava e as crianças tinham que fazer fila no pátio, para cantar o Hino Nacional. Um pouco antes do sinal, ele tirou o pijama e vestiu o uniforme. Quando a diretora viu os moleques de pijama na fila, cantando o Hino Nacional, ela ficou furiosa, mandou parar de cantar o hino e levou os moleques de pijama para a diretoria. Levaram todos uma suspensão, menos o Zezinho. No dia seguinte, o Reinaldinho Cabeção foi todo choroso perguntar pro Zezinho: “por que você nos traiu?”. O Zezinho deu um croque na cabeça do Reinaldinho Cabeção e disse: “quem manda ser trouxa?!”. Aí, o Reinaldinho Cabeção falou: “puxa, Zezinho, como você é esperto!”.