ELEIÇÕES: Partido da Senzala declara apoio a Tancredo Neves

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, está engajadíssimo na campanha de Tancredo Neves à presidência.

Mesmo sabendo que aquele lugar é seu por direito, o Presidente de Nascença dá mostras cotidianas de abnegação e humildade, e apóia o divertido fanfarrão ipanemenho na cruzada da UDN contra o comunismo.

Agora, mostrando sua enorme capacidade de articulação política, o Almirante do Tietê conseguiu o apoio de mais uma importante agremiação partidária à chapa udenista. Trata-se do Partido da Senzala do Brasil (PS do B), organização partidária com amplo apoio nos setores relevantes da política nacional.

Importante líder senzalista está indignida: agora querem comer o mesmo que eu!

Importante líder da ala feminina senzalista está indignida: agora querem comer o mesmo que eu!

História
Legítimo herdeiro da tradição política paulista, o PS do B traça suas origens na primeira fase do antigo PRP (Partido Republicano Paulista), antes deste ter se curvado aos abolicionistas. Na Convenção de Itu, descontentes com a linha abolicionista infiltrada no movimento, os senzalistas afastaram-se e passaram a militar na imprensa, mostrando os enormes males para o país que o fim da escravidão traria.

Depois de 1888, o PS do B manteve-se na política brasileira atuando no interior da UDN. Recentemente, os senzalistas resolveram relançar o partido próprio. Chegaram a oferecer a legenda para o Maior dos Filhos da Mooca candidatar-se à presidência, mas o pres. Zezinho, sempre um homem leal, preferiu manter-se na UDN, mas assegurou o apoio do PS do B à chapa Tancredo Neves/Aluísio 300 Mil.

Um programa moderno
Os senzalistas defendem a retirada dos entraves ao crescimento da economia brasileira. Seu principal alvo são as políticas populistas anti-senzala da usurpadora do planalto e de seu antecessor, aquele ser nefasto e ignorante cujo nome recusam-se a pronunciar.

DECEPÇÃO: As tentativas do líderes senzalistas não conseguiram a adesão de certas atrizes politizadas, que irão para o pelourinho por isso.

ESPERANÇA: Os líderes senzalistas não desistiram de forçar a adesão de certas lideranças artísticas, que podem ir para o pelourinho se insistirem em andar de ônibus e não apoiar Tancredo Neves.

Entre os principais pontos defendidos pelo Partido da Senzala do Brasil está a revogação de um conjunto de leis aprovadas pelo Congresso sob ameaça petista:

1) Lei 10.666/03, que dispõe sobre a concessão da aposentadoria especial aos cooperados de cooperativa de trabalho ou de produção e cria o Fator Acidentário de Prevenção (FAP);

2) Lei 11.430/06, que garante, além do reajuste, aumento real dos benefícios previdenciários pagos pelo Regime Geral de Previdência Social (RGPS);

3) Lei 11.603/07, que altera a Lei 10.101, de 19 de dezembro de 2000, regulamentando o trabalho aos domingos para os comerciários;

4) Lei 11.648/08, que dispõe sobre o reconhecimento formal e a legalização das centrais sindicais, uma conquista histórica do sindicalismo;

5) Lei 11.738/08, que institui o piso salarial profissional nacional para os profissionais do magistério público da educação básica (que os governos da UDN em SP e MG têm heroicamente boicotado);

6) Lei 11.770/08, que cria o Programa Empresa Cidadã, destinado à prorrogação da licença maternidade de quatro para seis meses mediante concessão de incentivo fiscal às empresas;

SOLIDARIEDADE: O Partido da Senzala recebeu apoio de importantes lideranças trabalhistas do setor canavieiro e brahmeiro.

SOLIDARIEDADE: O Partido da Senzala recebeu apoio de importantes lideranças trabalhistas do setor canavieiro e brahmeiro.

7) Lei 12.353/10, que assegura a participação dos empregados nos conselhos de administração das empresas públicas e sociedades de economia mista, suas subsidiárias e controladas e demais empresas que a União, direta ou indiretamente, detenha a maioria do capital social com direito a voto;

8) Lei 11.948/09, que veda empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) a empresas que tenham a prática de assédio moral;

9) Emenda Constitucional 47/05, que dispõe sobre o sistema especial de inclusão previdenciária para atender a trabalhadores de baixa renda e àqueles sem renda própria que se dediquem exclusivamente ao trabalho doméstico no âmbito de sua residência, desde que pertencentes a famílias de baixa renda, garantindo-lhes acesso a benefícios de valor igual a um salário-mínimo.

MÍDIA RESPONSÁVEL: A imprensa senzalista vem advertindo sobre os riscos do comunismo.

MÍDIA RESPONSÁVEL: A imprensa senzalista vem advertindo sobre os riscos do comunismo.

10) Lei 12.551/11, que reconhece o Teletrabalho, ou trabalho a distância;

11) Lei 12.513/11, que amplia a formação profissional do trabalhador por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e ao Emprego (Pronatec);

12) Lei 12.506/11, que amplia o aviso prévio de trinta para até noventa dias;

13) Os senzalistas recusam-se a usar este número;

14) Lei 12.469/11, que determina a correção anual da tabela do Imposto de Renda Pessoa Física;

15) Lei 12.440/11, que cria a Certidão Negativa de Débito Trabalhista;

16) Lei 12.382/11, que institui a política de aumento real para o salário mínimo;

17) Lei 12.470/11, que institui o sistema de inclusão previdenciária para os trabalhadores de baixa renda;

18) Lei 12.761/12, que institui o Programa de Cultura do Trabalhador e cria o Vale-Cultura;

19) Lei 12.740/12, que institui o adicional de periculosidade para os vigilantes;

20) Lei 12.832/13, que isenta do imposto de renda até o limite de R$ 6 mil reais a participação dos trabalhadores nos lucros ou resultados;

POLÍTICA SOCIAL: Os senzalistas defendem o fim da Bolsa Família e a implantação do Bolsa Migalha Infantil

POLÍTICA SOCIAL MODERNA: Os senzalistas defendem o fim da Bolsa Família e a implantação do Bolsa Migalha Infantil

21) Lei 12.865/13, que permite aos taxistas transferir para seus dependentes a outorga da licença;

22) Emenda à Constituição 72, que estende aos empregados domésticos os mesmos direitos dos trabalhadores urbanos;

23) Lei Complementar 142/13, que trata da aposentadoria da pessoa com deficiência;

24) Emenda à Constituição 81/14, que expropria propriedade urbanas e rurais nas quais sejam encontrados trabalho escravo ou análogo ou o cultivo de maconha.

Nem foi preciso nenhum esforço do pres. Zezinho para que as reivindicações do PS do B fossem incorporadas no programa da candidatura de Tancredo Neves.

Em reunião promovida na manhã de hoje pelo futuro Esteio do Senado, o ideólogo do PS do B, sr. Banquínio Fraga, apresentou as propostas ao solerte animador da noite de Ipanema. Tancredo Neves concordou imediatamente. De olhos vidrados, enquanto abria um pacote de talco para seu cuidado pessoal matinal, comentou:

“Concordo com tudo! Temos que tomar medidas duras contra essa gente abusada e revogar isso tudo. Os salários estão muito altos e não é justo que por causa de milhões de trabalhadores os homens de bem e os banqueiros sejam prejudicados”.

QUADRILHA:  Importantes confecções iam doar prendas para a festa junina da UDN, mas foram impedidas pela milícia petista.

QUADRILHA: A importante confecção senzalista Ellus ia doar prendas para a festa junina da UDN, mas foi impedida pela arbitrariedade da milícia petista.

Comentário da tia Carmela
O Zezinho sempre gostou de brincar de senzala. Quando era moleque, na Mooca, ele pegava uns moleques e colocava no porão da casa do Reinaldinho Cabeção. Os moleques tinham que ficar carregando coisas de um lado para o outro.  O Reinaldinho Cabeção adorava, porque o Zezinho deixava ele ser o feitor e mandava ele dar umas chicotadas nos moleques. Só que um dia os moleques não gostaram porque o Zezinho mandou o Reinaldinho Cabeção bater bem forte, e se rebelaram. O Zezinho fugiu, e deixou o Reinaldinho Cabeção apanhando sozinho…

4 respostas para ELEIÇÕES: Partido da Senzala declara apoio a Tancredo Neves

  1. […] socializante, ergueu-se a voz de uma das mais democráticas organizações aliadas à UDN, o PSdoB (Partido da Senzala do Brasil). A ele, somar-se-ão em uníssono as vozes de milhares de eleitores infantis paulistas, neste […]

  2. Rita disse:

    Estava lendo um artigo do TIJOLAÇO e uma pessoa deixou um link daqui sobre o Merval (hehehe!). Vim olhar e me apaixonei por você, tia!!! Beijos!

  3. SÓCRATES disse:

    Tia Carmela, bom dia! Ri até chorar com este seu post! A sra. é de um humor refinado, sútil e irônico de fazer “cócegas mentais”. É prazeroso ler o que a a sra. escreve. A sra. é muito sábia, inteligente e em meio a tantos blogs RAIVOSOS, facebooks idem, twitters também e o exército de ‘coxinhas’ q habitam as redes sociais, a sra. consegue ser crítica sem “morder”. Como é bom encontrar pessoas assim. Fazia tempo q eu não acessava o seu blog. Acho q a última vez foi em 2010. A sra. é es-pe-ta-cu-lar. Conhecedora profunda do menino Zezinho, do Reinaldinho cabeção e do Partido da Senzala não tem igual. Só a sra. mesmo.
    Aliás, acho q a sigla é: Partido Senzala Do Brasil = P.S.D.B. Abraços, sapientíssima tia!

  4. emerson57 disse:

    titia Carmela,
    Li tudinho com atenção e cheguei a uma conclusão:
    -Essa é uma candidatura de programa!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: