Festa na Caverna do Ostracismo: John Been chegou!

4 de agosto de 2011

ENTRE IGUAIS: John Been (direita) ficou muito feliz ao saber que vai dividir os aposentos com o ex-sábio FHC (direita).

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, participou hoje da solenidade de recepção do novo morador da Retiro do Udenista, sito à Caverna do Ostracismo, fundos, Higienópolis.

O novo morador é o gênio da raça Tom John Been, um dos poucos brasileiros dignos de ser tratado como um igual pelo Presidente de Nascença, que é seu amigo e compadre.

DESESPERO NA CASERNA: A soldadesca tão amada por Tom John Been está desconsolada com sua partida.

A chegada de Tom John Been causou grande comoção entre os moradores da Caverna do Ostracismo.  Emocionados, os udenistas perfilaram-se à sua chegada, enquanto sua conterrânea Ymelda Cruzes entregava-lhe um lindo buquê de flores azuis e amarelas.

Entre os oradores convocados a homenagear o novo hóspede do covil udenista, o ex-intelectual FHC destacou-se por seu discurso singelo, no qual precisou de apenas duas horas para demonstrar que seu governo foi melhor que o governo do usurpador do planalto. Ao final do discurso, que preferiu fazer com seu inglês de lorde, o ex-pensador FHC agradeceu a Tom John Been pela grande contribuição que deu a ele, como ministro e líder do governo no STF.

Entre idiotas

ADMIRAÇÃO: O cozinheiro da Caverna do Ostracismo imita John Been no que pode.

Tom John Been agradeceu com um pequeno discurso, no qual declarou-se feliz por  mudarde ares, pois já estava cansado do tipo de idiotas fraquinhos com os quais lidava: “Amanhã, quando for visitar o cônsul do EUA com o pres. Zezinho, falarei que aqui, em Ostracism Cave, é que me sinto entre os do meu tipo”, disse, apontando para seus novos colegas de valhacouto.

John Been revelou que decidiu trocar Brasília pela Caverna do Ostracismo depois de ser atingido por uma vassoura, em reunião com a usurpadora-mirim, no Palácio do Planalto.

Emoção

Mas o grande momento foi, como esperado, o momento musical. Tom John Been cantou e encantou, fazendo um belo dueto com Milton Nascimento em Canção da América.

Ao chegar a parte “Amigo é coisa para se guardar/No lado esquerdo do peito“, o pres. Zezinho subiu ao palco e abraçou seu amigo John Been.

QUADRILHA: Os eleitores infantis paulistas organizaram uma bela quadrilha para homenagear Tom John Been.

O que se viu, então, foi a Caverna do Ostracismo inundada pelo pranto dos udenistas embevecidos que aplaudiram freneticamente a demonstração de afeto entre dois grandes brasileiros.

Comentário da tia Carmela

Apesar do nhenhenhem de amizade velha, O Zezinho deve estar é pensando: esse cara vai querer posar de vítima para tentar ser candidato no meu lugar. Esse não perde por esperar…