Disneylândia: ex-sábio FHC recebe Prêmio Bob Fields

16 de julho de 2012

JUSTIÇA: O prêmio fez ressurgir o interesse pelas as obras do ex-intelectual FHC.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, recebeu hoje visita de agradecimento de um dos maiores nomes da UDN: o ex-intelectual FHC.

Foi um agradecimento justo. O Presidente de Nascença deu uma grande contribuição para que o ex-sociólogo FHC recebesse a mais importante homenagem de sua carreira.

Trata-se do Prêmio Bob Fields, que o ex-pensador FHC recebeu na semana passada, em concorrida cerimônia na Disneylândia.

O Prêmio é oferecido a lideranças intelectuais e políticas latino-americanas que tenham dado grandes contribuições ao desenvolvimento de laços bem apertados entre os EUA e as repúblicas de banana ao sul do Rio Grande.

ESTADISTA: O ex-sábio FHC sempre soube colocar o Brasil em seu justo lugar no concerto das nações.

Além da bela estatueta e das palmas dos funcionários da portaria da Disneylândia, o ex-luminar ganhou um autógrafo do Mickey e uma sacola com 1 milhão de razões para continuar ajudando a UDN com suas ideias só comparáveis às do Maior dos Filhos da Mooca.

Após receber o venerável galardão reservado aos verdadeiros heróis da América, o segundo maior dentre os udenistas junta-se a outras importantes lideranças latino-americanas, como seus inspiradores Menem, Fujimori e Uribe.

No caso do ex-cdf FHC, a premiação foi pelo conjunto da obra. O incomparável ex-sabetudo é celebrado pela sua Teoria da Subserviência, também conhecida nos meios acadêmicos como Teoria da Retaguarda Inclinada, em que demonstra a inevitabilidade do Acordo Caracu EUA-Brasil, no qual o Brasil entraria com a segunda parte.

Homem de ideias e de ações, o ex- sábio também foi reconhecido pelos líderes da Disneylândia por ter, durante seu governo, promovido várias iniciativas para a implementação desse grandioso tratado bilateral. Infelizmente, a conspiração vermelha do usurpador do planalto fez com que o luminoso governo do ex-líder FHC terminasse sem ter implantado o Acordo Caracu EUA-Brasil, com o Brasil dando a retaguarda para a entrada dos EUA.

DESPEITO: Segundo o líder da bancada dos insetos da UDN, Sr. Aleluia, o usurpador do planalto mandou comprar 50 títulos honoris causa para compensar o Prêmio Bob Fields recebido por FHC. (Clique na foto para recordar.)

No seu discurso ao receber o Prêmio Bob Fields, o ex-iluminado FHC lembrou que só estava ali recebendo aquele prêmio graças à generosa contribuição de muitos udenistas, e fez questão de destacar e agradecer a enorme contribuição do Almirante do Tietê em seu governo.

Distinção

Face a seu enorme brilhantismo, o ex-sabichão FHC recebeu o Prêmio Bob Fields diretamente das mãos de importante assessor do Imperador Obama, o Sr Pato Donald, que acumula os cargos de responsável pelas relações com a UDN e faxineiro-junior da Casa Branca.

ALTIVEZ NACIONAL: O Prêmio Bob Fields é a maior honra que um brasileiro descalço pode receber.

Compareceram à concorrida cerimônia, entre outros, o Sr. Tio Patinhas, representando a ABAUDN (Associação dos Banqueiros da UDN), o senador Tancredo Neves (UDN-RJ), o imortal Sr.Merdoval Pedreira, representando a ABJP (Associação Brasileira dos Jornalista de Programa) e uma delegação de orgulhosos eleitores infantis paulistas. Vários moradores do Retiro do Udenista (Caverna do Ostracismo, fundos, Higienópolis) também foram ao evento, à falta de outra coisa para fazer.

O assessor para assuntos propinoviários do pres. Zezinho, Sr. Paulo Caixa Preta Dois, tentou comparecer, mas acabou não indo à cerimônia. Solícito, ofereceu-se para carregar o prêmio, mas o ex-sábio FHC proibiu-o de deixar o Brasil e de abrir a boca no Congresso Nacional.

Por razões de segurança, não foi possível encerrar a cerimônia com a tradicional queima de fogos de artifício.

QUADRILHA: A UDN fez uma bela festa junina após receber entusiamadamente o ex-pensador FHC em sua volta da Disneylândia.

Mas não foi problema, pois em seu lugar foi apresentado o lançamento de um vídeo em 3D de uma bela explosão de um foguete do programa aeroespacial brasileiro, em gravação inédita da da CIA (Caracu Inteligency Agency). As cenas do vídeo levaram os presentes às lágrimas, em meio ao congraçamento geral.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho deve estar se roendo de inveja. Não tanto pelo prêmio, mas por causa do milhão de dólares que o FHC ganhou…


Jantar na Caverna do Ostracismo atrai milhões

26 de novembro de 2011

SUCESSO: A venda de convites para o jantar com FHC é um sucesso!

A presença do Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, será um dos pontos altos do jantar beneficente promovido pelo Retiro do Udenista (Caverna do Ostracismo, fundos, Higienópolis).

O Presidente de Nascença rivaliza com o palestrante de honra, o ex-intelectual FHC, na capacidade de atrair importantes representantes da gente bonita paulistana para o convescote.

O evento faz parte de uma grande campanha para coletar recursos para a   ampliação da Caverna do Ostracismo. A reforma é urgente, pois em outubro do ano que vem o valhacouto udenista deverá receber vários novos moradores.  A reforma feita no ano passado não foi suficiente pois, após as eleições de 2010, a maravilha udenoespelológica ficou superlotada, com a mudança do pres. Zezinho e vários outros correligionários para lá.

Jantar atrai milhões

Foi iniciada a venda de convites, cada um ao preço de mil reais. Entretanto, apenas cem dos quinhentos convites foram adquiridos até agora, a maioria deles vendida aos jornalistas de programa que a UDN tem na redação dos jornais e revistas mais vendidos do Brasil.

AÇÃO ENTRE AMIGOS: A Sra. Elaine Tucanhede ficou encarregada de vender uma rifa no jantar, para ajudar na coleta de fundos.

Fontes da tesouraria da UDN  relacionam à baixa procura ao proverbial compromisso da UDN paulista com controlar gastos.

Segundo o tesoureiro da UDN paulista, Sr. Paulo Caixa Preta II, o fato de não haver muitos compradores não preocupa: “Na hora em que precisarmos, de verdade, todos os ingressos serão  adquiridos por algumas empresas que desinteressadamente têm apoiado a UDN em sua cruzada moral pela redenção da Pátria”.  De fato, a  UDN tem conseguido atrair milhões com o método CCR (compra, compra e reembolsa), usado  na sua relação com empresas idôneas.

Programa

O evento iniciar-se-á com um coquetel, animado por uma apresentação do sanfoneiro de estimação da UDN, Sr. Dominguinhos. Depois que o músico terminar seu espetáculo e for para a cozinha para comer com os outros empregados, será servido o jantar, cujo menu seguirá a linha popular.

O cardápio foi preparado por Caetano, um ex-gênio que FHC acolheu na Caverna do Ostracismo e que lá trabalha como cozinheiro.

AUSÊNCIA: A Sra. L. Hipólitro não poderá comparecer, mas mandará o Sr. Daniels, seu assistente, para representá-la.

Em homenagem à aproximação da UDN às classes populares, estão previstos pratos tipicamente populares da cozinha contemporânea francesa, como foie gras em caldo thai; crème de poireaux vichyssoise;  pato confitado grelhado com pimentões verdes e gengibre; e salmão ao beurre blanc com pétalas de flores do campo.

Além dos vinhos, será servida também cerveja preta, em homenagem ao Acordo CARACU EUA-Brasil.

Ao final do jantar, será a vez dos inspirados discursos. O pres. Zezinho fará o discurso de apresentação do convidado de honra e depois passará a palavra ao ex-sábio FHC, que fará um discurso autobiográfico com o título: “Porque Lula tem inveja de mim”.

Por fim, a tertúlia será encerrada por uma apresentação literária: o mais imortal dos jornalistas de programa, Sr. Merdoval Pedreira, fará a leitura dramática de trechos de seu novo livro, uma coletânea de cartas de amor endereçadas a uma musa misteriosa, que muitos acreditam ser a Sra. Miriam Cochonne.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: Como sempre, o evento da UDN vai terminar em festa junina.

O Zezinho sempre gostou de festa beneficente. Quando ele era menino, ele gostava de juntar a molecada que andava com ele para irem na festa de São Vito. Uma vez, ele mandou o Reinaldinho Cabeção fazer uns bilhetes de rifa, dizendo que era para ajudar as obras da creche da igreja de São Vito e que o prêmio era passar um dia com o Zezinho.  Quando chegou a hora da festa, ele chamou o Reinaldinho Cabeção, fez ele vestir a roupa de domingo e ir para a festa de São Vito vender a rifa. Ele oferecia a rifa, todo sério, dizendo que o prêmio era maravilhoso, porque o Zezinho era o menino mais inteligente do mundo e que um dia seria presidente. Quando o Padre Giovanni descobriu que eles estavam vendendo aquela rifa dizendo que era para ajudar a creche, ficou furioso, pegou os dois moleques pelas orelhas e levou até a casa deles. Naquela noite, os dois foram dormir de traseiro quente…


FHC recebe honraria na Europa

30 de junho de 2011

O pres. Zezinho (direita) homenageou o ex-sábio FHC com um show de mímica.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, promoveu jantar na Caverna do Ostracismo em homenagem ao ex-intelectual FHC.

O Presidente de Nascença quis comemorar mais uma honraria recebida pelo ex-sábio FHC na Europa.

Desta vez, a boa nova veio da Espanha, onde o Rei Juan Carlos ofereceu ao ex-esperto FHC o honroso título de Conde de Cornwall.

Originalmente, o título a ser entregue ao ex-sabichão FHC era o de Duque da Cornualha, mas já estava ocupado por outra pessoa. A solução foi outorgar-lhe uma titulação diferente.

A Srta. Francine De L'Herbe e o pres. Zezinho preparam homenagem-surpresa para a Sra. Mônica.

A honraria foi concedida em função do maravilhoso trabalho do ex-cdf FHC  no campo da terceirização, promovendo-a nas mais diversas frentes, tanto na administração pública como no setor privado. Com isso, propiciou grandes lucros a agradecidos empreendedores.

Consta que pesou na decisão de homenagear o ex-sabetudo FHC também suas obras de caridade, notadamente seu apoio financeiro, moral e afetivo a meninos residentes na Espanha que são  filhos de pai desconhecido.

O ex-ateu FHC ganhou também o direito de usar um lindo brasão.

No seu discurso de agradecimento, o ex-gênio FHC agradeceu emocionado a sua correspondente na Espanha, Sra. Miriam Cordeiro, pelo trabalho cuidadoso, ao longo de duas décadas, que lhe garantiu o recebimento do título de Conde de Cornwall.

Apesar de agora ser, formalmente, membro da nobreza, o ex-pensador FHC disse que continuará o mesmo: “essa história de nobreza é apenas uma coisa sem importância que colocam na cabeça da gente”.

O ex-intelectual afirmou que no começo estranhou a nova condição, mas já se acostumou. E fez uma comparação espirituosa: “Ser Conde de Cornwall é como um dente nascendo:  só incomoda nos primeiros dias”.

QUADRILHA: a homenagem ao ex-reprodutor FHC terminou em uma bela festa junina.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho sempre gostou brincar de família real. Ele juntava as crianças da rua e saía distribuindo os títulos. Ele sempre pegava o de rei ou de Príncipe de Gales. Uma vez, o Reinaldinho Cabeção pediu para ser nobre, também, mas o Zezinho respondeu: “você não serve nem para ser  Duque da Cornualha; vai ser o bobo da corte”, e convenceu ele que era um papel muito importante. Aí o Reinaldinho Cabeção ficou todo feliz e, quando chegou em casa, contou para o pai que tinham brincado de família real e ele tinha sido o bobo da corte. O pai deu uma coça nele, e gritava “isto é para você parar de deixar aquele moleque fazer você de bobo!”.


Figurinhas “Ser UDN é…” – Pacotinho 2

20 de abril de 2011

Os leitores que colecionaram as  Figurinhas dos  Amiguinhos do Zezinho, aprovaram o novo álbum: “Ser UDN é…”

Clique aqui para ver o pacotinho n. 1.

Com as figurinhas “Ser UDN é…” você vai se divertir muito, colecionando as figurinhas sobre os udenistas mais bacanas e sua vida cheia de glamour!

168 - ... achar que o Roger é melhor executivo que o Giovanni.

12 - ... acreditar na famiglia Marinho.

76 - ...não precisar se preocupar em ser entendido pelo "povão" ignorante.

25 - ... trocar de partido, mas não de caráter.

25 - ... trocar de partido, mas não de caráter.

155 - ...estar com depressão bipolar quando furta gravatas, e lúcido quando apóia o pres. Zezinho.

51 - ...fazer piada dizendo que o Lula é cachaceiro e que o Aécio é um modelo de homem público.

99 - ... viver em busca de um macho selvagem e ter que se contentar com qualquer porcaria.

169 - ... ser muito emotivo e chorar porque levou uma surra na eleição e vai ter que voltar a trabalhar.

11 - ... pensar que a Universidade de Coimbra tem um monte de estúpidos na direção.

19 - ...ter certeza de que o problema do Brasil é essa bugrada ignorante que não fala inglês.

41 - ...demitir funcionário porque foi ator pornô, mas não se importar em andar com quem gosta de sacanagem.

70 - ... não perceber que "já se tornara impossível distinguir quem era homem, quem era porco".


Pres. Zezinho concorda com ex-FHC: o “povão” só atrapalha

13 de abril de 2011

Os udenistas (direita) não vão mais convidar os primos pobres para o Natal.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, declarou, que concorda em gênero, número e grau com o recente artigo publicado pelo ex-intelectual FHC no Jornal Mais Vendido do Brasil.

O Presidente de Nascença manifestou seu entusiástico apoio ao ponto do texto em que o ex-sábio FHC diz que os udenistas não devem sair falando com qualquer um na rua, muito menos se for gente do “povão”.

Aconselhado pela senhora de um dos funcionários do pres. Zezinho, D. Elaine Tucanhede, o ex-sabichão FHC  está muito preocupado com a falta de classe de alguns udenistas. Segundo o ex-gênio FHC, não pega bem para um udenista de família ser visto em companhia do “povão” que não fala sequer inglês.

Se o Imperador continuar frequentando festas na laje, na próxima vez que vier ao Brasil o ex-intelectual FHC não vai almoçar com ele.

O ex-iluminado FHC também reprova a prática de convidar gente do “povão” para festas e convenções da UDN, pois eles não sabem se comportar e só usam desodorante avanço vencido.

Conclui o artigo dizendo que beber em companhia do “povão”, então, é abominável: “nenhum voto do mundo justifica sentar-se à uma tosca mesa de plástico, na companhia incômoda de um sujeito que nunca foi a Miami, com uma garrafa de Brahma na frente”.

A iluminada contribuição do ex-sabetudo FHC à redenção nacional, agora que foi abençoada pelo Maior dos Brasileiros, guiará todas as famílias da UDN brasileira, inclusive a tradicional família udenista mineira, liderada pelo faraó Tancredo Neves.

Repercussão

O menino de recados do pres. Zezinho, Sr. Bob Freire (UDN-PE) propôs na Câmara uma lei obrigando a gente do “povão” a viver em reservas próprias, só podendo penetrar no território da gente bonita para executar os serviços domésticos que lhe couberem.

Uma ala da UDN acha que é preciso mandar o "povão" para a escola para aprender ao menos alemão.

Sua correligionária, a Sra. Soninha Copélia (UDN-SP) disse que não vai mais tirar a roupa nem fumar coisas estranhas na presença de gente que não tenha iphone.

Os jornalistas de programa da UDN também aderiram:  o Supremo Dono da Verdade  da UDN, Sr. Arnaldo Jabá, disse que está na hora de acabar com essa coisa de “povão”, e que o Brasil vive hoje uma crise moral porque o “povão” anda muito saidinho.

Até um jornalista miserável do Sul vociferou em seu programa de TV: “O ‘povão’ é o pior legado que o usurpador do planalto nos deixou!”

Motivação oculta

Segundo fontes da Caverna do Ostracismo, fundos, existe uma razão secreta para a declaração do pres. Zezinho.

O pres. Zezinho anda preocupado com o menino verde.

Na verdade, ele estaria preocupado com a recente movimentação do Incrível Hulk Mirim, que declarou pretender ser o candidato da UDN à presidência da república.

O caridoso homúnculo vem se misturando ao “povão” mais sórdido nas tardes de sábado, distribuindo presentes e abraçando a massa catinguenta.  O texto do ex-sabichão FHC seria uma mensagem cifrada endereçada ao homenzinho verde.

QUADRILHA CANCELADA: A UDN não mandará mais sua quadrilha para qualquer festa junina.

O pres. Zezinho faz bem em ficar preocupado: o  Incrível Hulk Mirim recebeu até matérias elogiosas de publicações controladas pela famiglia instalada na Av. Marginal Serra, de onde distribui a Revista Mais Vendida do Brasil para todos os consultórios dentários do país, louvando sua generosidade e bom-mocismo.

Comentário da tia Carmela

A tia Carmela nem quis comentar. Apenas falou: “Que novidade tem nisso, o Zezinho e esse ex-qualquer coisa não gostarem de povo?”


Ex-pensador FHC ganha espelhinho e colar de Obama

20 de março de 2011

PACIFISTA: O Imperador veio ao Brasil em busca de seu segundo Nobel da Paz.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, não pôde comparecer à vistoria que o Imperador veio fazer no Brasil.

Por conta de sua agenda sempre lotada de compromissos para fazer o bem, o Presidente de Nascença declinou do convite para almoço do Imperador com empresários. O fato causou um mal-estar diplomático grave, quase cancelando o evento e abreviando a visita do Imperador ao Brasil.

Para contornar o problema, a usurpadora-mirim do planalto, em um gesto inesperado de sensatez e cortesia, convidou a nata da política brasileira para o imperial convescote.

EXPRESSIVO: O representante da ala mineira da UDN regeu o coral infantil que acompanhou Milton Nascimento.

Assim, apesar de incontornável, a ausência do Maior dos Homens Públicos foi minimizada pela presença de grandes lideranças da UDN, os únicos capazes de mostrar que há alguma réstia de civilização nestes tristes trópicos sob governo petista. Como era de se esperar, os líderes da UDN roubaram a cena.

O líder da ala mineira da UDN, Sr. Tancredo Neves, esteve impossibilitado de comparecer, por ter uma inspeção nas areias da Praia de Copacabana já agendada.  O fanfarrão minésio foi bem representado, no entanto. Enviou em seu lugar  um senhor que morava sozinho na Caverna do Ostracismo e a generosidade do Faraó das Alterosas resgatou para servir-lhe cafezinho no Senado.

O ex-pensador FHC abrilhantou o evento, representando a ala paulista da UDN. Como sempre, FHC foi a grande estrela, eclipsando, como era de se esperar, a desajeitada anfitriã e o próprio Imperador. Assim como sua  comitiva, Obama encantou-se com o ex-sabetudo e  sua inteligência, erudição, liderança, sabedoria, senso de humor, ilustração, picardia, conhecimento, elegância, carisma, glamour, sensatez, charme, cultura e malemolência de quem tem um pé na cozinha e outro na Sorbonne.

GENEROSIDADE: Obama prometeu mundos e fundos em troca da inclusão do petróleo do pré-sal no Acordo Caracu EUA-Brasil.

Em conversa reservada com o Imperador, o ex-gênio FHC manifestou sua indignação pela negativa da usurpadora-mirim do planalto em dar continuidade às negociações, iniciadas pelo pres. Zezinho,  sobre o Acordo Caracu EUA-Brasil, no qual os EUA entrariam com a primeira parte.

Impressionado,  o Imperador deu de presente ao ex-sábio FHC um espelhinho e um lindo colar de miçangas, emocionando o experiente ex-bichopapão FHC. Durante a cerimônia da entrega do espelhinho e do colar, Obama  comentou com o ex-príncipe FHC: “sorte dos brasileiros, e minha, que você não seja americano. Se fosse, eu não estaria aqui, porque o cargo seria seu.” FHC respondeu, enigmaticamente: “é, Deus é brasileiro…”

CONSTRANGIMENTO: Na saída do almoço, o Imperador estava visivelmente irritado com dona Michelle.

A Sra. Michele Obama ficou extasiada com a fala sedosa do ex-intelectual FHC. Passaram boa parte do tempo conversando e trocando olhares. Ao final do encontro, a Imperatriz confessou que ele era tudo aquilo que falavam e muito mais, e que há tempos  estava ansiosa por conhecê-lo, depois de ouvir falar de sua inteligência e de seus talentos reprodutivos.

Segundo fontes da CIA (Caracu Inteligency Agency), esse comportamento da Sra. Michele causou tensão no Air Force-1, no voo de Brasilia para o Rio. Durante a viagem, o Imperador teria discutido com a esposa por conta de seu derretimento pelo galã da Caverna do Ostracismo. Disse que eles não podiam ficar naquela babação toda em uma cerimônia oficial, mas a Imperatriz respondeu secamente: “Yes, we can”. A piada, previsível e sem graça, irritou os leitores e, mais ainda, o Imperador, que só não mandou bombardear a Caverna do Ostracismo porque, apesar de tudo, também gostou do ex-sabetudo FHC.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: UDN fez uma bela festa junina para homenagear o Imperador.

Uma vez, quando era criança na Mooca, o Zezinho ficou muito triste porque não convidaram ele para a festa de aniversário de um coleguinha de escola. Aí, pra se vingar, ele mandou o Reinaldinho Cabeção ir de penetra na festa e anotar todas os defeitos que ele encontrasse, para poder falar mal na segunda-feira, na escola. O Reinaldinho Cabeção conseguiu entrar, porque sempre foi cara-de-pau. Levou um caderno e fez uma lista enorme de coisas de que eles podiam falar mal. Aí o Zezinho disse pro Reinaldinho Cabeção fazer um tipo de jornalzinho e colar na classe, falando mal da festa. Na segunda-feira, o Reinaldinho Cabeção foi o primeiro a chegar e colou uma folha de papel na parede da classe, falando mal da festa. Quando o menino que tinha dado a festa chegou e viu aquilo, ficou muito bravo. Na hora da saída, o Reinaldinho Cabeção levou uma surra do menino, mas o Zezinho nem viu, porque faltou naquele dia.


Ex-pensador FHC será Leiloeiro-Geral da República no governo do pres. Zezinho

19 de outubro de 2010

O novo escritório do ex-sábio FHC será em NY, na esquina da Rua 46 com Quinta Avenida. Os trabalhos de montagem começaram nesta madrugada.

O Mais Preparado dos Brasileiros sabe reunir em torno de si o melhor que a UDN tem a oferecer aos seus patrões.

Por isso, o Presidente de Nascença já decidiu que dará um cargo importante ao ex-sabetudo FHC, atualmente curtindo sua aposentadoria na Caverna do Ostracismo, fundos.

Segundo fontes da diocese de Guarulhos, o ex-intelectual FHC deverá assumir o cargo de Leiloeiro-Geral da República, com status de Ministro Plenipotenciário.

Essa função será uma das mais importantes do futuro governo do Presidente de Nascença, rivalizando apenas com o Comissariado-Geral para os Bons Costumes, que deverá ser entregue a alguém bem próxima do Maior dos Brasileiros.

Como Leiloeiro-Geral da República, o ex-sabichão FHC será responsável pelo Programa Brasil em Fatias, carro-chefe do revolucionário governo do Almirante do Tietê.  O programa deverá fatiar o Brasil em fatias bem grossas e vendê-las a investidores estrangeiros associados aos amigos, filhos e filhas das principais lideranças udenistas.

FACILIDADE: A dupla FHC-Zezinho vende sem entrada e aceita moedas podres, vale-transporte e maços de cigarro Yolanda como pagamento.

O ex-gênio FHC começou a exercer suas atividades neste domingo, fazendo uma conferência de instrução aos futuros clientes  do exterior, no Hotel das Cataratas, em Foz do Iguaçu. 

Na sua douta conferência,  o ex-CDF FHC assegurou aos fregueses que dinheiro não será problema, pois o produto sairá baratinho e com financiamento do BNDES, tendo como agente financeiro as Casas Bahia.

Boatos infundados

Fontes ligadas ao comunismo internacional matador de criancinhas tentaram criar mais um factóide contra o Mais Patriota dos Brasileiros.

Afirmaram que, no mesmo horário em que o savant FHC falava aos investidores estrangeiros, o Presidente de Nascença discursava, no debate da RedeTV, afirmando que não irá privatizar nada e fortalecerá a Petrobrás e o Banco do Brasil.

O jornalista Merdoval Pedreira desmentiu o fato: o discurso do pres. Zezinho foi uma alucinação coletiva televisionada pelo submundo da campanha petista. Portanto, trata-se de uma notícia totalmente descabida.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: UDN fez uma bela festa junina patriótica para comemorar a nomeação do ex-sábio FHC.

QUADRILHA: UDN fez uma bela festa junina patriótica para comemorar a nomeação do ex-sábio FHC.

O Zezinho tinha um amiguinho chamado Fernandinho, quando era criança, na Mooca. Era um menino uns anos mais velho que o Zezinho, que gostava muito dele. O Zezinho dizia que, quando crescesce, queria ser igual ao Fernandinho. O tal Fernandinho tinha uma vocação para mascate, adorava vender coisas.  Uma vez, formaram um time de futebol lá na rua. Fizeram uma rifa, com o dinheiro compraram uma bola de capotão e um jogo de camisas. O Fernandinho ficou responsável por guardar o material. Um dia, o Zezinho ficou sabendo que os meninos da rua de cima queriam fazer um time, também. Contou para o Fernandinho e foram os dois falar com os meninos da outra rua. E venderam o jogo de camisas e a bola de capotão pra eles, sem falar com os amiguinhos. Até hoje ninguém sabe direito por quanto venderam, e aonde foi parar o dinheiro. Tem gente que diz que eles trocaram tudo por duas mariolas e um cigarro Yolanda…


Convenção da UDN subleva o povo contra o Antigo Regime

16 de junho de 2010

O sr. Eduardo G. Zeppelin fez inflamado discurso no blog da Convenção.

A convenção que formalizou, no último sábado, a candidatura do Mais Preparados dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, marcou para sempre a cidade do Salvador. Desde 1789 uma cidade não vivia tamanha agitação.

O grande encontro da UDN mobilizou milhões de cidadãos de todo o Brasil, que acorreram em massa à capital baiana para apoiar o Presidente de Nascença em sua cruzada contra Luis XIII, o Usurpador-Sol, com o nobre objetivo de banir definitivamente o Ancien Régime de nosso país.

O Mais Valoroso dos Publicistas, demonstrando uma erudição que recebeu do ex-sábio FHC, discorreu sobre a terrível situação do Terceiro Estado, arrancando aplausos emocionados do poeta Virgilius (UDN-AM).

Criticou especialmente o aumento de 7,7% dado pelo Usurpador-Sol às classes ociosas da nação, esse repugnante privilégio que precisa ser combatido.

Também reclamou dos neocorruptos, que têm prejudicado o equilíbrio do mercado de deputados no Brasil. Apresentou números: enquanto em 1997 um deputado conseguia vender-se por 200 mil brioches, em 2005 ele só conseguia faturar 20 mil panetones.

Massas em estado pré-revolucionário

No poder, a UDN vai passar na guilhotina os dossiês contra o sr. Azeredo, a sra. Veronika e o Almirante Sérgio Ricardo.

O encontro foi marcado também por uma virada no discurso da UDN. Tradicionalmente comedido e conciliador, o importante líder udenista de Minas Gerais, Tancredo Neves, também conhecido como  sr. Minésio,  convocou a população a “ocupar as praças“, incitando as massas à insurreição contra o Usurpador-Sol.

A quadrilha da UDN estava a todo vapor na Convenção.

O assessor para assuntos bancários do pres. Zezinho, sr. Aloysio Biggs de Oliveira, também fez um inflamado discurso em que afirmou ser a UDN um partido de esquerda, mais à esquerda que o partido do Usurpador-Sol. E conclamou os sans-culotes a derrubar a nova bastilha para libertar os prisioneiros políticos.

As massas, em estado pré-revolucionário, organizaram-se sob a orientação do seu corajoso discurso para marchar em direção à sede da PF em Brasília, naquela que seria a nova Marcha com Deus pela Família e pela Liberdade. Infelizmente, o movimento esvaziou-se quando alguém lembrou que Demoarruda Bauducco já estava solto.

Ausência

Ausência sentida: Os líderes da UDN usaram fortes argumentos para convencer FHC(direita) a ir fazer um giro por Lutécia no dia da convenção.

A ausência mais sentida foi a do ex-sabichão FHC, que foi enviado à Europa para fazer contato com Marat, Diderot e Robespierre para granjear apoio internacional à causa udenista.

Segundo fontes ligadas à campanha do Mais Genial dos Homens Públicos, a verdadeira explicação da ausência foi o medo de que FHC usasse o microfone para pregar o amor livre e  a cannabis, ou dirigisse palavras luxuriosas ao retrato de Hillary Clinton colocado no palanque da convenção.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho nunca gostou de sol. Quando era criança, lá na Mooca, os amiguinhos  chamavam ele de vampirinho, porque ele nunca ficava no sol, estava sempre com a cara bem pálida. Uma vez, ele resolveu brincar de presidente com o Reinaldinho Cabeção. Ele colocou um monte de papéis em cima da mesa e assinava os papéis com cara de sério e entregava ao Reinaldinho Cabeção dizendo “faça isso; faça aquilo; e rápido, seu incompetente!”. O Reinaldinho ficava ajoelhado recebendo os papéis. Num deles o Zezinho escreveu: “o presidente Zezinho decreta que o sol não pode mais aparecer quando ele estiver andando na rua”.


Figurinhas dos Amiguinhos do Zezinho – Pacotinho 6

10 de junho de 2010

Mais uma edição para você colecionar e completar seu álbum.

Agradecemos a contribuição dos leitores que enviaram suas figurinhas para o álbum.

Comentário da tia Carmela

Não gostei desse pacotinho de figurinhas. Tem uns animais que dão medo!

Clique aqui para ver os outros pacotinhos de figurinhas.

260 - GESTÃO INOVADORA: As inovações em gestão da UDN em SP facilitaram a construção de novas linhas de metrô.


71 - CURRÍCULO: Os próceres da UDN têm uma extensa folha de serviços prestados ao Brasil.

74 - PRIMUS INTER PARES: Durante seu governo, FHC condecorou os grandes estadistas como ele.

288 - GOIÁS: R. Caiado, Demóstenes Torres e Marconi Perillo com o pres. Zezinho (direita).

27 - LUPUS VESTITUS AGNA TERGUM : A jornalista Cristiana Cordeiro acompanha com preocupacao as pesquisas.

99 - MUNIÇÃO PESADA: O ex-engraçado Jotalhão Soares pretende apresentar os canhões da UDN em seu programa.

180 - TUDO LIMPEZA - A filhas da UDN adoram levar seus caraminguás para passear nas ilhas do Caribe.

13 - AMIZADE SINCERA: Lula garantiu que vai apoiar o pres. Zezinho em Minas com toda a empolgação.

9613 - SABE-TUDO: O Almirante Sérgio Ricardo, primeiro udenista a explorar os mares do Caribe, conhece muito bem o Código Penal.

27 - PERICIA - O Sen. Mão Leve acredita que o Pres. Zezinho fará pelo Brasil o que ele fez pelo Piauí

245 - INFÂNCIA FELIZ: O pres. Zezinho (direita) cativa a petizada.

Aquele cuja irmã tem sociedade com a pessoa certa, vive sorrindo.

343 - PROVÉRBIO BANCÁRIO: "Aquele cuja irmã tem sociedade com a pessoa certa, vive sorrindo".


Figurinhas dos Amiguinhos do Pres. Zezinho – Pacotinho 4

29 de maio de 2010

A campanha do Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, mudou para melhor a vida dos brasileiros.

Um novo hábito tem reunido as famílias nos fins-de-semana: colecionar e trocar as figurinhas do álbum Os Amiguinhos do Zezinho, muito mais divertidas que o álbum da copa.

Abaixo você encontra mais um pacotinho de figurinhas para se divertir neste sábado e domingo com os amiguinhos do Presidente de Nascença.

Clique aqui para ver os outros pacotinhos de figurinhas.

Comentário da tia Carmela

Você não acha demais duas fotos do Fernando Henrique na mesma página?



26 - ALTIVEZ: A política externa firme do governo da UDN fez do presidente dos EUA alvo de chacota no mundo. (Cortesia do leitor Douglas)

27 - LUPUS VESTITUS AGNA TERGUM : A jornalista Cristiana Cordeiro acompanha com preocupacao as pesquisas.

141 - LUTA CONTRA OS TÓCHICOS: O pres. Zezinho identificou e vai prender traficante internacional de drogas.

09 - DEUS MORREU: O filósofo Belchior copiou a famosa expressão cunhada pelo pres. Zezinho.

39 - DESPOJAMENTO: Por modéstia, o presidente da UDN desistiu de concorrer à reeleiçào no Senado.

312 - HOMEM DAS SELVAS: Importante udenista de PE tem muitos amigos entre os sem-terra.

288A - QUADRILHA: A UDN adora festas juninas.

316 - GRANDEZA MORAL: O apoio de Roberto Jefferson ao pres. Zezinho deu nova estatura moral à sua campanha.

1 - GURU: O pres. Zezinho discursou na abertura do I Congresso Universal dos Seguidores do Gênio FHC. (Cortesia: Douglas)

339 - AMBULÂNCIAS: O Maior Ministro da Saúde do Mundo distribuiu ambulâncias marca Vedoin carregadas de panetone em todo o país.


Novas figurinhas do álbum do Zezinho para você se divertir no fim-de-semana!

14 de maio de 2010

O álbum de figurinhas da campanha do Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, é o maior sucesso editorial da história, e não poderia ser diferente, face à popularidade e o carisma do Presidente de Nascença e o apreço que o povo tem por seus amiguinhos mais diletos.

De todo o mundo, chegam pedidos de álbuns e figurinhas com o Presidente Mais Desejado e seus amiguinhos.

Nem tudo é florido como o sorriso meigo do Maior de Todos os Gestores, entretanto. Algumas pessoas têm começado a colecionar, mas não chegam a completá-lo. Barack Obama chegou a começar a colecionar o álbum, mas parou quando descobriu que não tinha fotos do usurpador do Planalto. A sra. Miriam Cochonne, ex-assessora do Mais Competente dos Seres Perfeitos, também interrompeu sua coleção, e publicou em sua coluna que colecionar figurinhas é uma grande bobagem.

Abaixo, você encontra mais algumas figurinhas para seu álbum:

Clique aqui para ver os outros pacotinhos de figurinhas.

288 - GOIÁS: R. Caiado (UDR), Marconi Perillo e Demóstenes Torres(UDN) com o pres. Zezinho.

95 - ARCO-IRIS: O Presidente de Nascença comandou trio elétrico na Parada Gay.

140 - O ghost-righter Diogo de M. tem uma crise nervosa ao saber que sua empregada vai votar em Dilma. Cortesia do leitor Douglas.

96 - MEIGUICE: O jornalista Reinaldo Goofy está empolgado com a campanha do Pres. Zezinho

139 – BOAS NOVAS – O dep. Evangelista (PACM-BA) discursou no Congresso: A Verdade Nos Libertará.

138 - HONRADEZ E FAIR PLAY - Sr. Eduardo G. Zepellin, coordenador da campanha do pres. Zezinho na Internet.

299 - DIPLOMA: O Pres. Zezinho (direita) recebe diploma de enolatria na Universidade Concha y Toro, Chile, 1972.

22 - 01/04/1964: Sempre solícito, Reinaldinho Cabeção carrega as malas do pres. Zezinho (direita).

64 - Cartão de Natal enviado pelo embaixador dos EUA ao então presidente FHC.

25,5 - ACORDO BILATERAL - O Pres. Zezinho vai assinar Acordo CARACU com os EUA


Novo álbum de figurinhas: os amiguinhos do pres. Zezinho

9 de maio de 2010

Nunca a criançada gostou tanto de bater em figurinhas.

Sempre preocupado em compartilhar os costumes do povo, o Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, decidiu aderir à nova onda: os álbuns de figurinhas.

Seguindo as orientações do importante líder infanto-juvenil Luciano Huck, o Presidente de Nascença lançou ontem o seu álbum de figurinhas: O Álbum “Zezinho e Seus Amiguinhos”.

Trata-se de uma maravilhosa obra, destinada a enternecer os felizes apoiadores da candidatura do Mais Perfeito dos Homens Públicos, que poderão colecionar figurinhas com fotos do Almirante do Tiete e seus amiguinhos e coleguinhas de UDN.

O álbum inspirou-se em um outro sucesso recente, o álbum “Boris e Seus Heróicos Coleguinhas“.

Bafo: O pitta de estimacao do pres. Zezinho arrumou um amiguinho para fazer troca-troca de figurinhas.

O sucesso do álbum foi imediato. Rapidamente a primeira tiragem se esgotou, o que motivou o futuro Ministro da Educação e Assuntos Gráficos, dr. Paulo Renato Gates de Souza, a providenciar nova impressão. A nova tiragem será entregue aos professores, dando continuidade à  distribuição de  material didático inovador para levar os índices educacionais do Brasil ao mesmo nível da maravilhosa educação de S. Paulo.

O álbum virou uma febre: em todo o país, paulistas de todas as idades se reúnem para trocar entre si as figurinhas com as fotos dos grandes homens públicos que marcham rumo ao Planalto, sob a liderança inconteste do Mais Competente dos Competentes.

Fontes brasilienses informam  que o próprio usurpador do planalto está colecionando as figurinhas escondido.

Viciados nas figurinhas, os paulistas estão preocupados com a dificuldade de encontrá-las no mercado.  A equipe da Mais Cobiçada das Figuras Públicas pediu socorro a uma facção de comerciantes informais que operam com seus escritórios nos presídios do estado para ajudar na distribuição do produto.

Abaixo estão algumas amostras  das figurinhas, para você começar sua coleção.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho sempre gostou de álbum de figurinhas. Uma vez, ele resolveu fazer um álbum chamado “Zezinho, o Menino Mais Tudo da Mooca”. Pegou umas fotos dele da escola, mais um monte de outras coisas: um papel de uma bala Dulcora que ele chupou, um papel com a assinatura dele, a etiqueta do frasco de Biotônico Fontoura que ele tomou, coisas assim. Aí mandou o Reinaldinho Cabeção pegar um caderno e colar as fotos e outros papéis, como se fosse um álbum.  Depois, saiu desfilando com o álbum na escola, dizendo aos meninos: vocês não são ninguém, porque não têm um álbum sobre vocês…

Clique aqui para ver os outros pacotinhos de figurinhas.

171 - E. AZEREDO: Famoso inventor do mensalão recebe homenagem do Pres. Zezinho (direita).

122 - MERDOVAL PEDREIRA: Jornalista e presidente do fã-clube do pres. Zezinho nas organizações Globo.

21 - LOIRA DO BANHEIRO: personagem infantil combatida pelo gov. Zezinho com apoio de Geraldinho da Vila.

11 - PAULO MALUF: Importante pensador, apoiador da candidatura do pres. Zezinho.

65 - HUGO NAPOLEAO: Interno do Hospício do Juqueri, que pensa que é o pres. Zezinho.

69 – TANCREDO NEVES: um dos maiores políticos do RJ, sofre de uma doença misteriosa.

15 - SR. JARBAS: motorista do Presidente de Nascença em suas viagens a Pernambuco

75 - FHC: dando aula na Sorbonne com o titulo "Porque sou melhor que Lula".

17 - CACHORRO-LAGOSTA: latifundiário e candidato a vice do pres. Zezinho

1/2 - PRES. ZEZINHO (direita) e EFEBO: O deputado de bolso é cotado para o Itamaraty


Presidente Zezinho faz festa de debutante

9 de abril de 2010

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, decidiu realizar neste sábado, dia 10, a festa de debutante de sua candidatura, para apresentá-la à sociedade.

Além de bonita, a Princesa de Gala da festa tem traquejo para lidar com os convidados.

A decisão deve-se ao fato de que, neste ano, a candidatura do Avatar da Competência  à presidência  comemora  15 anos. Nasceu em 1995, quando o Maior dos Planejadores  tomou posse como ministro queridinho do ex-pensador FHC. Era encarregado de planejar as grandes realizações do admirado governo do hoje recluso morador da Caverna do Ostracismo, fundos.

A festa promete ser uma das mais concorridas da história Pátria.  O Incriado Presidente escolheu para Princesa de Gala da festa a sra. Ana Hickman, blogueira e especialista em geração de empregos, candidata a Ministra do Trabalhoem seu inevitável governo. Línguas-soltas da Praça Vilaboim dizem que ela foi escolhida porque o Grande Homem Público  sempre lhe dedicou  uma admiração ardente nas suas madrugadas insones e solitárias. Muitas vezes, em sua meteórica porém inigualável passagem pela prefeitura de SP, lutou para escapar à obsessão pela moça, dedicando-se a despachar, noite  adentro, assuntos referentes à subprefeitura da Lapa.

O baile

O candidato a vice ficou raivoso com as esquisitices de FHC.

O ponto alto da festa será o momento do baile. O Napoleão dos Trópicos já avisou que dançará a valsa e todas as músicas mela-cueca com a Princesa de Gala da festa.

O ex-luminar FHC pediu para dançar uma música com a bela Ana Hickman, para poder tirar uma  casquinha. O  candidato a vice, sr. Cachorro-Lagosta, opôs-se de maneira taxativa: “ele pode até fazer discurso, mas dançar com ela, não; o único quadrúpede babão dessa festa serei eu”, disse o simpático pet.

Papuda descartada como local da festa

O baile de debutante  acontecerá no salão de festas do prédio em que mora o ministro Nelson Jobim, que entregará um novo lote de medalhas aos participantes.

Alguns setores da UDN de Brasíia chegaram a propor que a festa ocorresse no salão de festas do Hotel da Papuda, para que o ex-vice do Presidente de Nascença, Demoarruda Bauducco, pudesse participar.

Supertição: O aprazível Hotel da Papuda foi rejeitado como local da festa.

Entretanto, o  Mais Competente dos Gestores vetou a idéia, preocupado com as dificuldades que a direção da prestigiosa instituição  teria para encontrar suficientes acomodações para os convidados.  Superticiosos, o  senador Valério Azeredo e a  cleptogovernadora  Yeda Crusius (P$DB-RS)  ameaçaram não vir se a festa fosse realizada nesse local.

Imprensa

Os principais meios de comunicação já têm preparada a cobertura  da triunfal festa de debutante da candidatura. A assessoria de imprensa do futuro presidente já enviou aos Mais Vendidos Jornais do Brasil as manchetes que deverão publicar, e os ghost-righters do Mais Competente dos Homens Públicos já receberam os briefings dos releases que deverão escrever.

Os 1500 trolls, blogueiros a soldo  e tuiteiros-fake a serviço da candidatura do Homem Mais Importante da Internet Mundial já prepararam os posts, comentários e tweets a serem publicados durante e logo após a festa, garantindo uma maravilhosa e espontânea chuva de menções positivas no ciberespaço, esse território cool inteligentemente dominado pela astúcia do Mais Moderno dos Homens Públicos.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho sempre gostou de festa de debutante. Quando ele morava lá na Mooca e ficou mocinho, ele ia com os amigos dele nas festas que aconteciam no salão do Juventus, que ainda não tinha mudado pro Parque da Mooca. Eles davam uma gorjeta pro porteiro e entravam de penetra nas festas. O problema é que sempre eram descobertos e acabavam fugindo, porque acabavam aprontando. Tinham um repertório de estrepulias, mas a preferida era  entupir os banheiros e dar muita descarga até o salão de festas inundar. O Zezinho sempre gostou muito de enchente…


Gov. Zezinho faz penitência na 4a. de Cinzas

17 de fevereiro de 2010

Depois de passar um carnaval agitadíssimo e mundano, O Mais Preparado dos Brasileiros, o governador Zezinho, despediu-se do Carnaval e iniciou a Quaresma em regime de penitência.

O Grande Exemplo Moral da Nação confessou-se nesta madrugada, via Twitter, com seu confessor, o Padre Antonio Maria.

Mesmo cansado, o bom sacerdote iniciou novena em intenção da beatificação do gov. Zezinho

Na confissão, o Presidente de Nascença enumerou todos os seus desvios carnavalescos, revelando que cedeu às tentações carnais no tempo do Entrudo.

De fato, nos últimos tempos o governador Zezinho tem sido tentado seguidas vezes pelos mais cruéis dos demônios. Seu périplo carnavalesco iniciou-se na sexta-feira quando, fantasiado de papai noel, distribuiu cheques a eleitores. O Mais Genial dos Filhos da Mooca deixou o evento usando uma peruca loira e logo seu Carnaval descambou para a perdição.

Em Salvador, além de circular pelo circuito Barra-Ondina acompanhado de um efebo,  foi levado a ingerir substâncias proibidas, ao encantar-se por uma bela cantora baiana. Atendendo a um pedido cheio de volúpia da artista, ingeriu cerca de dois litros de um preparado contendo batida de amendoim, duas caracus, uma dúzia de ovos de codorna com casca e tudo, uma dúzia de ostras também com casca e tudo, extrato de catuaba, ginseng, guaraná em pó, erva de santa bárbara e umas bolinhas azuis. Por cima, tomou duas cuias de sopa de piranha. A energia conferida pela demoníaca mistura destinou-se a lascivos usos.

Salvador: O governador Zezinho, acompanhado por um efebo baiano (dir.), flerta com uma artista local

No Recife, o  Mais Casto dos Brasileiros deixou de dar atenção à multidão que gritava seu nome alucinadamente para dedicar-se a atividades luxuriosas. Aproveitando-se de toda a sua popularidade na terra de seus correligionários Mendonça Filho e Marco Maciel, o Mais Iluminado dos Políticos dedicou-se a  bolinar senhoras que compareceram às festividades, dizendo-lhes constrangedores gracejos ao ouvido, como mostra o filme abaixo:

Fontes do palácio dos Bandeirantes informaram que essas estrepolias são apenas pequena parte do ocorrido: “ninguém fotografou o que ele fez de peruca loira“, comentou, com sorriso maroto, um assessor que pediu sigilo.

Em nota oficial, o assessor para assuntos inglórios do Mais Competente dos Brasileiros, o ex-pernambucano Bob Freire, negou que o AeroFolia, nome do  jatinho oficial do governo paulista adquirido pelo governador Zezinho, tenha sido palco de atos libidinosos, em seu périplo carnavalesco:

“Comunicado oficial – São falsos os boatos de que o jatinho oficial do governo do estado tenha sido usado, neste Carnaval, para práticas contrárias ao pudor e à decência tão amadas pelo povo paulista e seu Inigualável Condutor.  O governador Zezinho apenas utilizou o avião do governo para atividades de interesse público dos cidadãos do estado, dentro dos marcos de sua espartana e quase ascética conduta moral.”

Entretanto, o twitter @govzezinho traz indícios que de fato algo estranho ocorreu na Suprema Aeronave Bandeirante…

Mas ainda há esperanças. Apesar da força das tentações destes 4 dias, o Futuro Beato também deu mostras de auto-controle e temperança no Carnaval. Com firmeza de caráter, conseguiu esquivar-se de alguns dos chamados conscupicentes da carne,  que é fraca mesmo para os mais puros. Desistiu de assistir o desfile das escolas de samba do RJ para não reencontrar-se com a cantora Madonna, evitando que novamente pintasse um clima entre a cantora e o gênio.  Também conseguiu, com isso, preservar-se do pecado da soberba, ao evitar encontrar-se com sua oponente na eleição presidencial, quando poderia ser tentado a humilhá-la com sua superioridade natural.

Segundo seu confessor,  o ocorrido não foi grave. Otimista, acrescentou que, ao conscientemente esquivar-se da tentação, o Mais Piedoso dos Brasileiros fez sua escolha pelo lado do Bem, da Pureza, da Moral e da Decência.  Ele disse que o ocorrido no Carnaval não prejudicará em nada o andamento do processo de beatificação in vita do Baluarte da Moral Brasileira.

O confessor alegou sigilo de confessionário para não revelar o teor dos atos do governador Zezinho no Carnaval. Mas  divulgou a penitência que ele deverá cumprir. Criativo, o confessor passou-lhe uma penitência branda, mas que o fará pensar sobre o carnaval e sobre seu comportamento. “É para isso que serve a penitência. Para que pensemos no que fizemos. Não é um castigo”, ensinou o reverendo sacerdote.  A penitência será rezar 200 avemarias e 400 padrenossos, e depois ouvir durante quatro horas a marchinha abaixo:

Depois de cumprir a penitência, o Mais Preparado dos Brasileiros deverá assistir a missa de Cinzas na capela da Caverna do Ostracismo, residência oficial do ex-pensador FHC, reconvertido por ele ao caminho da Fé.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho gostava de carnaval, quando era criança. Ficava no alto do muro da casa do Guerino, filho do seu Nicola, ele e aquela cambada de moleques que andava com ele, com aquelas garrafinhas de plástico para jogar água em quem passava na rua. Uma vez jogaram no padre Giuseppe, que tinha ido visitar a prima lá perto. O padre saiu correndo atrás da molecada, xingando em italiano. Quando pegou eles, fez todo mundo se confessar e passou uma penitência de rezar 100 padrenossos ajoelhados no milho… Quando ficou moço e começou a andar com aqueles estudantes metidos em política, o Zezinho deixou de gostar de Carnaval. Só andava com cara de sério, com um livro embaixo do braço.


Subprefeita da Lapa posa nua e Gov. Zezinho fica furioso

8 de fevereiro de 2010

O Mais Preparado dos Brasileiros, o governador Zezinho, teve um repente de ira santa na manhã de hoje.  Ao ler os noticiários matinais, deparou-se com a notícia de que Soninha Francine (PPS-SP),  subprefeita da Lapa, seu bairro preferido em S. Paulo, havia posado nua para um calendário a ser distribuído às borracharias e oficinas de conserto de bicicleta.

A subprefeita da Lapa na foto que despertou a ira do gov. Zezinho (Fot de Carlos Alckimin)

A subprefeita da Lapa na foto que despertou a ira do gov. Zezinho (Foto de Carlos Alkimin)

A notícia foi demasiado pesada para o Mais Piedoso dos Brasileiros, um homem tão zeloso dos mais nobres valores cristãos que está em processo de beatificação in vita pelo Vaticano. Furioso com tamanha indecência, o Presidente de Nascença tentou localizar a subprefeita, mas foi informado que ela havia ido passar o fim-de-semana na praia de Trindade, perto de Parati-RJ e ainda não havia voltado.

Agora duplamente  irritado, com as fotos e com a ausência sem comunicação, mandou seu assessor para assuntos inglórios, o ex-comedor de criancinhas Bob Freire (PPS-SP), ir até Trindade avisar à subprefeita da Lapa sua reprovação ao ato transloucado e indecente.

Kassab: essas fotos não me interessam.

O Gov. Zezinho também reclamou  junto ao seu assessor para assuntos aquáticos, G. Kassab, superior hierárquico da ex-jovem subprefeita.  Em uma mostra de desrespeito aos valores familiares, o prefeito Kassab não deu a atenção à queixa do futuro Beato, limitando-se a dizer: “ahn, a subprefeita nua? Isso não me interessa…”

Estratégia eleitoral

O que o Homem Que é Somente Virtudes  não sabia era que as fotos  fazem parte de uma estratégia eleitoral para beneficiá-lo. Segundo fontes da Caverna do Ostracismo, residência oficial do ex-pensador FHC, o calendário em que a subprefeita da Lapa aparece nua é parte de uma estratégia eleitoral produzida pela genialidade do ex-sociólogo.  Preocupado em não comprometer a beatificação do governador Zezinho no Vaticano, o ex-sábio FHC preferiu não consultá-lo.

Segundo as mesmas fontes, FHC, desorientado com a enorme aprovação do usurpador do Planalto e com o crescimento da candidata do governo ilegítimo nas pesquisas eleitorais, desenhou uma estratégia de aproximação dos demotucanos com as classes populares baseada em mostrar ao povo que os demotucanos também têm mulheres que merecem o voto.

Nos meios rurais é grande a expectativa pelas fotos da sen. Kátia Abreu

Nos meios rurais, há uma grande expectativa pelas fotos da senadora Kátia Abreu

Uma das peças dessa estratégia é a produção de um calendário com fotos de nús artístico-eleitorais de lideranças femininas da coligação demotucana. De acordo com a sofisticada análise sociológica de FHC, as borracharias são um elemento central de formação de opinião do povo popular, especialmente agora com a expansão da nova classe média lulista e seus milhões de pessoas comprando seu primeiro automóvel. FHC resolveu aproveitar a  tradição em que esses estabelecimentos ostentam calendários de mulheres nuas para fazer a massa ignorante admirar as candidatas demotucanas.

Além da subprefeita da Lapa, foram mobilizadas para essa tarefa cívica a senadora Katia Abreu (UDR-GO), a empresária do ramo de agendas Lina Vieira, e  a presidente do PSDB Mulher, deputada Thelma de Oliveira (PSDB-MG), entre outras.  As beldades gaúchas estão representadas pela cleptogovernadora do RS, Yeda Crusius e sua guarda-costas, a dep. est. Zilá Breitenbach (PSDB-RS). A esposa do antigo governador de SP, dona Lu, não conseguiu posar, pois passou mal depois de um jantar na residência de FHC. Foi substituída por Caetano, um antigo compositor baiano que trabalha como cozinheiro de FHC na Caverna do Ostracismo, que se ofereceu para posar em seu lugar.

A cleptogovernadora Yeda foi a Jerusalém consultar seu conselheiro, Simão Pedro, antes de aceitar o convite para posar.

A cleptogovernadora Yeda foi a Jerusalém consultar seu conselheiro, Simão Pedro, antes de aceitar o convite para posar.

Como um arguto estrategista, FHC  buscou a opinião de várias lideranças para decidir.   O governador do DF, Demoarruda Bauducco (DEM-DF), manifestou a preocupação  com a nudez das  modelos demotucanas: sem roupas íntimas, onde elas vão esconder o dinheiro?  O senador romano Agripino (ARENA-RN) afirmou que não se oporia à idéia, por vir ela de FHC, mas que achava que os demotucanos tinham coisa melhor para mostrar ao mundo.

Ao final, à exceção de Aécio Neves (PSD-MG), todos os líderes apoiaram a ideia.

Comentário da tia Carmela

Só se agora o Zezinho deu para reclamar de mulher pelada… Quando ele estava no ginásio e no científico, lá na Móoca, ele costumava se juntar com uns amiguinhos dele na casa do Guerino, filho do seu Nicola,  para ver as revistinhas do Carlos Zéfiro.  Até o Reinaldinho Cabeção ia, mas sempre era o primeiro a ir embora.


Bento XVI inicia beatificação do Gov. Zezinho

2 de fevereiro de 2010

Do enviado espacial ao VATICANO

Quando os homens falham, a Justiça Divina encarrega-se de resolver as coisas. Depois de assistirem o Fórum Econômico Mundial de Davos premiar o usurpador do Planalto como Estadista Mundial do Ano, os inúmeros admiradores do Presidente de Nascença e Mais Preparado dos Brasileiros viram a justiça chegar diretamente das mãos do representante de Deus na Terra.

Flagrante vergonhoso: agente petista tenta subornar Papa com camisa do Flamengo para impedir a beatificação.

Flagrante vergonhoso: agente petista tenta evitar beatificação subornando o Papa com camisa do Flamengo personalizada.

O Papa Bento XVI autorizou hoje o início do processo de beatificação do Mais Piedoso dos Brasileiros, o governador Zezinho. Com isso, o Mais Caridoso dos Brasileiros poderá receber, ao final do processo, o título de Beato. Esse título, que vem do latim beatum (“feliz”, “bem-aventurado”), significa que a pessoa, por ter levado uma vida totalmente voltada para as virtudes cristãs, se encontra  em estado de beatitude, e pode interceder por aqueles que lhe recorrem em oração. A beatificação pode ser seguida pela canonização, quando a pessoa é declarada santa e torna-se objeto de veneração por toda a Igreja.

Trata-se do primeiro caso de beatificação iniciada ainda durante a vida do futuro beato. Segundo o Cardeal português José Saraiva Martins, Prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, no Vaticano, o Papa Bento XVI resolveu autorizar o início do processo de beatificação por conta das inegáveis virtudes do Grande Amigo dos Pobres de São Paulo, como carinhosamente se referiu a ele na solenidade de abertura do processo.

O Papa emocionou-se ao receber o futuro Beato em pessoa.

O Papa emocionou-se ao receber a delegação: "vocês são um exemplo de bondade para o mundo".

Os promotores do caso, como são chamados aqueles que solicitam e defendem a beatificação, são liderados pelo filantropo Tasso Jereissati. Eles produziram um documento de mais de 50 mil páginas, a maioria delas notícias e colunas de jornal, que foi entregue ao Vaticano há uma semana. Face à inegável beatitude do governador Zezinho, o processo já foi analisado pela  Congregação para as Causas dos Santos. Normalmente, esses processos tramitam por anos ou décadas.

Veneração

Uma vez beatificado, o governador Zezinho poderá ser objeto de veneração. Segundo o Cardeal Saraiva Martins, a veneração atualmente existente não é reconhecida pela Igreja. Ele, no entanto, foi cauteloso.  “É como o caso do menino Antoninho Marmo e da Menina Izildinha: deve ser  respeitada como expressão da fé de pessoas simples e devotas como Otávio Frias Filho, João Irineu Marinho,  Ricardo Noblat e outros.”

Os beatos podem ser venerados em localidades diretamente relacionadas à sua vida virtuosa. No caso do Mais Bondoso dos Brasileiros, o papa deverá definir se poderá ser venerado como Beato apenas no Estado de São Paulo ou em todo o Brasil. Isto dependerá da comprovação de sua atuação piedosa como ministro da Saúde.

Os promotores do caso juntaram documentos mostrando a extrema preocupação do Melhor dos Ministros da Saúde com os doentes do Brasil, o que o levou a distribuir ambulâncias por todo o país. Na ocasião, Zezinho foi acusado de fazer parte da máfia dos sanguessugas. O processo lembra a passagem bíblica (Mateus 5:11): “Bem-aventurados sois quando, por minha causa, vos injuriarem e vos perseguirem e, mentindo disserem todo mal contra vós.” O vídeo abaixo mostra bem isso:

O processo contém uma extensa enorme lista de outras ações do governador Zezinho, a demonstrar sua bem-aventurança na prática da Caridade cristã. Incluem desde histórias de sua infância como coroinha da Igreja São Rafael, na Móoca, até sua atuação como deputado constituinte.

Milagres

A beatificação exige pelo menos um milagre, mas uma extensa lista foi preparada pelos defensores da beatificação do governador Zezinho. O relator oficial do processo, o ex-ateu e ex-pensador Fernando Henrique Cardoso, declarou: “o maior dos milagres do Zezinho sou eu mesmo: era ateu e agora estou aqui no Vaticano!”

Entre os vários milagres listados encontram-se:

  • A multiplicação dos peixes, quando o Mais Cristão dos Brasileiros fez surgirem peixes no meio de túneis em São Paulo, para matar a fome dos desabrigados pela enchente.
  • A multiplicação de pedágios em SP.
  • A mudança de lugar de dois países inteiros, o Uruguai e o Paraguai.
  • A transformação de um político decadente em Conselheiro de Administração de importantes empresas estatais em um estado onde nem morava.
  • A não ocorrência de enchentes em SP, apesar das grandes quantidades  de chuva que caíram no início de 2010.
  • A transmutação de uma secretaria de educação em secretaria de serviços gráficos.
  • O conserto miraculoso de viadutos e túneis de metrô desmoronados.

Testemunhos

O processo reúne depoimentos de dezenas de admiradores das virtudes do Futuro Beato Zezinho. Segundo o jornalista Reinaldinho Cabeção, que conhece o governador Zezinho desde a infância, ele sempre foi um exemplo de bondade e devoção aos mais necessitados.

Em um depoimento colhido em um show da cantora Madonna no Rio de Janeiro, um rapaz mineiro comenta a grande capacidade do gov. Zezinho de trazer a concórdia por onde passa.

A conhecida especialista econômico-ambientalista, sra. Miriam Cochonne, compara o amor do governador Zezinho pela natureza ao de S. Francisco: “Ele ama todos os animais. Até os ratos e os insetos, que ele diz que são filhos de Deus, por isso não há problema se ficarem junto com as pessoas nas inundações. Não é lindo?”

Próximos passos

Com a abertura e julgamento do processo, em algumas semanas o Papa Bento XVI deverá assinar documento declarando o governador Zezinho o novo Beato brasileiro, juntando-se aos Beatos Anchieta, Mariano, Albertina, Lindalva, entre outros.

Depois disso, ocorrerá uma celebração em que o Grande Exemplo de Bondade e Respeito ao Próximo será publicamente designado Beato Zezinho. Os promotores da beatificação pretendem organizar a celebração no Palácio do Planalto, no dia 1 de janeiro de 2011, mas parece que o local já está reservado para uma festa de outra pessoa.

Comentário da tia Carmela

A tia Carmela recusou-se a comentar o fato.  Ela apenas resmungou: isso já está indo longe demais. Já foi parar no Vaticano…


Reações do Zezinho ao prêmio de Lula em Davos 1: o socorro a FHC

21 de janeiro de 2010

Após receber a notícia da premiação “Estadista Global” conferida ao presidente Lula pelo Fórum Econômico Mundial em Davos, o governador Zezinho tomou convocou sua assessoria para rápidas providências.

FHC: por que não eu?

FHC: por que não eu?

A primeira providência foi um costumeiro gesto de amizade e solidariedade, pontos fortes de seu caráter. O Mais Preparado dos Brasileiros ordenou o envio de uma equipe de resgate à Caverna do Ostracismo, para prestar eventual socorro e evitar que o ex-presidente e ex-pensador FHC fizesse mais alguma besteira. A equipe, composta por um grupamento de paramédicos, um cardiologista, quatro bombeiros, um atendente do CVV, dois psicólogos, um editorialista da FSP e cinco belas jornalistas deslocou-se até a desolada ermida de Higienópolis em um helicóptero UTI.

A cena que avistaram na chegada era deprimente: o ex-pensador estava em seu escritório, sentado em frente ao computador, em estado catatônico. A tela mostrava exatamente a notícia da premiação do Usurpador do Planalto por aquele seleto clube em que o ex-sábio sempre tentava entrar, mas era barrado na porta.

O cozinheiro Caetano: serviçal de FHC estava inconsolável

O cozinheiro Caetano: serviçal de FHC estava inconsolável

A seu lado, inconsolável, estava seu fiel cozinheiro Caetano, um antigo compositor baiano que trabalha na Caverna do Ostracismo em troca de um quartinho no fundo e comida.

O pobre cozinheiro chorava como criança e gritava: “Ingratos! Como ELES puderam dar esse prêmio àquele analfabeto e ignorar este grande homem?”

A equipe de resgate tentou várias técnicas para  reanimar o Estadista do Apagão, mas seu estado era tão grave que foi preciso muito esforço para que as cinco jornalistas reanimassem o ex-sabetudo, enquanto um dos bombeiros cuidava do cozinheiro Caetano, que ameaçava afogar-se nas próprias lágrimas.

Depois de duas horas de uma situação de muita tensão, monitorada minuto a minuto pelo compadecido Estadista do Rio Tietê,  finalmente os dois melhoraram. O editorialista da FSP deu uma caixa de lápis da Turma da Mônica  e um bloquinho de papel para o eminente ex-sociólogo, que, sentado no chão, pôs-se a escrever um artigo intitulado “O Populismo Barato de Davos”.  Caetano aproveitou a presença das jornalistas e pediu para dar uma entrevista bombástica. As moças, solícitas, ligaram seus gravadores, mas seu cansaço logo fez com que adormecessem. O cozinheiro continuou falando histericamente, mesmo assim. Repetiu várias vezes a frase: “Me pergunto quanto tempo levará para que todos vejam quem é esse Lula. A resposta, meu amigo, está no vento, que diz: um analfabeto sem classe!”

Quando tudo se acalmou, o governador Zezinho foi informado de que a situação se normalizara. Aliviado, reuniu seus assessores para tomar outras providências.

Comentário da Tia Carmela:

O Zezinho sempre gostou de brincar de pronto-socorro. Quando ele era criança, lá na Móoca, o amiguinho dele chamado Reinaldinho Cabeção de vem em quando ficava meio esquisito, caladão, sentado na guia da calçada em frente de casa. Quando o Zezinho ficava sabendo, chamava os outros meninos, vestia uma bata branca que o pai dele usava na barraca de frutas e iam correndo para a casa do Reinaldinho Cabeção. O Renatinho, filho do seu Nicola, ia na frente imitando ambulância: uóuóuó! Quando chegavam, o Zezinho dizia que era o médico chefe do resgate. O Reinaldinho Cabeção continuava caladão, não ligava para os meninos que chegavam. Aí o Zezinho gritava: o caso é grave, tratamento de choque! E os meninos começavam a bater no Reinaldinho Cabeção, até ele sair correndo pra dentro de casa. E o Zezinho ria a valer…


Cuscuz de FHC não seduz Neves: chapa puro-sangue tucana fracassa

14 de janeiro de 2010
Neves: compromissos com Madonna

Neves: compromissos com Madonna e com a gente de Copacabana.

A última tentativa de montar uma chapa puro-sangue tucana fracassou nesta segunda-feira.  O ex-presidente e ex-pensador FHC ofereceu um jantar em sua residência, na Caverna do Ostracismo, ao governador mineiro Tancredo Neves, com o intuito de convencê-lo a formar uma chapa puro-sangue com o governador Zezinho, o Mais Preparado dos Brasileiros, para a vindoura eleição deste à presidência da república.

Tancredo permaneceu mudo a maior parte do tempo. Recusou a comida (carne assada e cuscuz à paulista) e a oferta da vaga de vice-presidente na chapa puro-sangue. Alegando compromissos com a gente de Minas e com a cantora Madonna, o grande estadista da conciliação nacional disse estar impossibilitado de aceitar a tarefa de ser a nova Rita Camata.

A negativa de Tancredo Neves consternou os participantes dos jantar: além de FHC, participaram o presidente do partido, Sérgio Guerra (PSDB-PE) e o empresário Tasso Jereissati (PSDB-$$).   O Governador Zezinho não compareceu, apenas mandou seu menino de recados, Roberto Freire, avisar que estava ocupado.

FHC e seus amigos tentaram todos os argumentos para convencer Neves a aceitar a proposta de compor a chapa puro-sangue.  Aos prantos, ajoelharam-se aos pés do grande ícone da Nova República, prometendo mundos e fundos. Em desespero, FHC prometeu a Neves a nacionalidade paulista e a presidência perpétua do PSDB-SP.  O cantor Milton Nascimento (MPB-MG), convidado para animar o evento, cantou “Coração de Estudante” e levou os presentes às lágrimas, mas Tancredo não se moveu e manteve seu sorriso matreiro durante todo o jantar.

Ao ver que os esforços de seus patrões eram inúteis, o cozinheiro Caetano, um antigo compositor baiano que trabalha na Caverna do Ostracismo em troca de teto e comida,  chorava e gritava: “Ingrato! Além que não querer ajudar o Mais Preparado dos Brasileiros, não quis nem provar o cuscuz que eu preparei com tanto carinho!”

Quando o mineiro partiu, o ex-pensador FHC fez um comentário desdenhoso com seus convidados e serviçais: “Até que foi bom. Ele não servia para uma chapa puro-sangue: está que é só pó e osso…”

Comentário da Tia Carmela: 

O Zezinho sempre gostou de sumir em ocasiões importantes. No dia da  confissão para a primeira comunhão, por exemplo, o pai dele precisou ir buscar o moleque no campinho, porque ele tinha ido jogar bola. Quando fazia alguma coisa errada, então, ninguém achava o moleque…


Programa Panetone São Paulo: política social é isso

3 de dezembro de 2009

Com o programa, os filósofos nordestinos não passam mais fome em SP

É o mais absoluto sucesso o novo programa social do Mais Preparado dos Brasileiros, o  governador Zezinho, de S. Paulo: Programa Panetone São Paulo.

Apesar de ter sido lançado há poucos dias, o programa tem feito enorme sucesso entre os inexplicáveis pobres do estado paulista. Cerca de 45 milhões unidades de panetone já foram distribuídas.

Mesmo antes de se iniciar, já se sabia que o programa seria estratégico para o Grande Estadista da Móoca, pois ele nomeou para coordená-lo seu candidato a vice, Demoarruda Bauducco, o visconde da Buritinga.  Conforme noticiado em post anterior: durante o período entre sua saída pela porta dos fundos do Palácio dos Buritingas e sua entrada triunfal no Palácio dos Jaburus,  o cleptodemo receberá uma ajudinha de custo modesta para coordenar o Programa Panetone São Paulo, iniciativa de distribuição de panetone benzido para os pobres de São Paulo.

Antigo compositor baiano tentou pegar carona no programa Panetone São Paulo para fazer sucesso novamente, mas não agradou..

Um dos pontos altos do programa é o envolvimento de autoridades e pessoas de renome na distribuição do panetone à população, com o objetivo de dar um exemplo de solidariedade a ser seguido pelo resto do Brasil. Até mesmo o ex-presidente FHC e um antigo compositor baiano, que haviam se recolhido à Caverna do Ostracismo recentemente, participaram dos eventos de distribuição de panetone. O ex-pensador declarou que gosta muito de fazer essas distribuições e que no Natal do ano passado ele entregou pessoalmente um panetone para cada um dos seus serviçais. Já o ex-artista famoso, que a pedido de Serra ilustra as caixas de panetone, deixou rolar uma lágrima emocionada durante o ato, e explicou: lembrei de Pai ACM, na Bahia…

No PPS, que já tem prática com o programa desde sua implantação em Brasília, a empolgação é grande. O diretório zonal da Lapa do partido publicou anúncio na Gazeta da Lapa, onde declara apoio incondicional ao programa.  Seu Grande Timoneiro Roberto Freire convocou a imprensa para dizer que o panetone de Serra é muito mais macio que o panetone de Lula.

Empresa lança CD de divulgação da campanha.

O Presidente de Nascença pretende usar todo o seu carisma para criar um movimento nacional de distribuição de panetone. As bases do PFL, do PSDB e do PPS já se mobilizam em todo o estado, através de uma ampla rede de apoio nas prefeituras.  O Presidente Incriado também pretende que a campanha receba o apoio de centenas de empresários, e já convocou o mensassenador Azeredo (PSDB-MG) para presidir o comitê de arrecadação.  A primeira doação foi da empresa Durval Discos, que ofereceu a gravação de disco com a música tema da campanha a ser distribuído nas escolas pelo secretário de assuntos gráficos, Paulo Gates de Souza.

Primeira-dama de município entrega panetone. Eventos sociais concorridos em muitas cidades.

A idéia genial vem sendo copiada por grandes gestores públicos. No RS, a cleptogovernadora Yeda (PSDB-RS) pretende fazer a distribuição em semáforos e nas escolas, mobilizando o DETRAN e sua vasta rede de apoiadores entre os professores. Em Minas Gerais, o governador Aécio declarou que quando for a Minas e estiver menos cansadão, tomará  decisão sobre implantar programa semelhante em Minas, desde que sirva para  juntar as forças de todos os homens de bem de Minas e do Brasil para juntos em diálogo e harmonia trazerem uma mensagem nova para o futuro do Brasil, sem divisões, sem rancores, mas com muita sinceridade para que o Brasil possar ser cada vez melhor graças à União de todos porque agora é a hora de um novo diálogo cheio de esperança, de boa vontade e de amor pelo Brasil.


@ZeSerra garante emprego de Arruda e lança sua candidatura a seu vice.

28 de novembro de 2009

O demoarruda avisou a todos: agora estou protegido.

Sempre piedoso e generoso, o Presidente de Nascença informou que o cleptogovernador do DF,  sr.  Demoarruda Bauducco (PFL-DF), não ficará desamparado depois de ser cassado injustamente por distribuir rendas e guloseimas  entre seus amigos e si próprio.  @ZeSerra informou que o grande gestor do DF   não ficará desempregado e se recuperará, sob as asas cálidas do Maior dos Benfeitores dos Políticos Esquecidos, das maldades feitas contra ele.

Durante o período entre sua saída pela porta dos fundos do Palácio dos Buritingas e sua entrada triunfal no Palácio dos Jaburus,  o cleptodemo receberá uma ajudinha de custo modesta para coordenar o Programa Panetone São Paulo, iniciativa de distribuição de panetone benzido para os pobres de São Paulo, o novo programa social do Mais Benevolente dos Homens Públicos.

A informação partiu do próprio governador Zezinho, em post no twitter endereçado a este sobrinho da tia Carmela.

As emocionadas lágrimas de um injustiçado.

A honra da resposta deveu-se a um post em que eu perguntava ao Grande Defensor dos Injustiçados se o governador Arruda seria também agraciado com o seguro desemprego para políticos. Trata-se de mais uma genial criação do governador Zezinho, já concedido ao ex-senador Antero Paes de Barros (PSDB-MT) e a seu assessor para serviços inglórios, Roberto Freire.

Leia a íntegra da resposta de @ZeSerra a seguir:

@ZeSerra: Resposta ao @byebyeserra: 1º Ele não ficará desempregado; 2º Ele será meu vice ano q vem; 3º Já ouviu falar em STF, Gilmar Mendes? #Trololo

Em milhões de lares do DF, a população acende velas em frente a imagens de Pai ACM.

O Sr. Demoarruda Visconti recebeu a informação em um terreiro em Salvador, para onde fora para pedir orientações de seu guia espiritual, Pai ACM, direto do Outro Mundo.  Na ocasião, Pai ACM estava incorporado em um de seus viúvos, um antigo compositor baiano que luta para recuperar seu lugar ao sol como assistente de produção de vídeos sobre o grande ídolo da ARENA romana, Agripino. Ao saber da  declaração do Mais Amado dos Políticos Brasileiros, a Sr. Demoarruda Di Cunto se disse mais aliviado e decretou o início da mudança da sede do governo do DF para a capital paulista, em edifício localizado na esquina da Rua Labatut com a Rua das Juntas Provisórias.

Segundo fontes do Palácio dos Bandeirantes, o governador Zezinho deverá ligar em breve para a cleptogovernadora do RS,  Yeda Crusius (PSDB), para informar a mudança de planos e o lançamento do sr. Demoarruda Village como  vice na chapa demotucana. Há poucos dias o Presidente em Aquecimento lançara o nome da Reserva Moral dos Pampas como sua vice.

Com a perda da vaga na chapa vencedora da próxima eleição, demotucanos mobilizaram-se para achar uma ocupação para a cleptogovernadora sulina. O Presidente Perpétuo da Associação Brasileira dos Ex-Sociólogos Geniais Aposentados, FHC, foi obrigado a convidá-la para abrigar-se com ele na Caverna do Ostracismo. Entretanto, há indicações de que ele está satisfeito com o desfecho do drama.  Fontes ligadas ao Eterno Presidente informam que há razões  mundanas envolvidas: FHC teria declarado que achava muito melhor  dividir a Caverna do Ostracismo com Yeda do que  com o azeredista a caminho da demissão por justa causa . Ainda comentou: Até que sou um belo prêmio de consolação pra ela, hein?…

Comentário da Tia Carmela:

O Zezinho sempre foi meio supersticioso. Desde criança, na Móoca, tinha suas manias: antes de jogar futebol ele dava uns croques na cabeça no Reinaldinho Cabeção. Quando o Reinaldinho reclamava, o Zezinho falava: é pra dar sorte; você quer que a gente perca? Também gostava de galhinhos de arruda. Quando ia espiar as meninas pela fechadura, ou quando tinha que colar na prova de Educação Moral e Cívica, sempre colocava um galhinho de arruda atrás da orelha…