Subprefeita da Lapa posa nua e Gov. Zezinho fica furioso

8 de fevereiro de 2010

O Mais Preparado dos Brasileiros, o governador Zezinho, teve um repente de ira santa na manhã de hoje.  Ao ler os noticiários matinais, deparou-se com a notícia de que Soninha Francine (PPS-SP),  subprefeita da Lapa, seu bairro preferido em S. Paulo, havia posado nua para um calendário a ser distribuído às borracharias e oficinas de conserto de bicicleta.

A subprefeita da Lapa na foto que despertou a ira do gov. Zezinho (Fot de Carlos Alckimin)

A subprefeita da Lapa na foto que despertou a ira do gov. Zezinho (Foto de Carlos Alkimin)

A notícia foi demasiado pesada para o Mais Piedoso dos Brasileiros, um homem tão zeloso dos mais nobres valores cristãos que está em processo de beatificação in vita pelo Vaticano. Furioso com tamanha indecência, o Presidente de Nascença tentou localizar a subprefeita, mas foi informado que ela havia ido passar o fim-de-semana na praia de Trindade, perto de Parati-RJ e ainda não havia voltado.

Agora duplamente  irritado, com as fotos e com a ausência sem comunicação, mandou seu assessor para assuntos inglórios, o ex-comedor de criancinhas Bob Freire (PPS-SP), ir até Trindade avisar à subprefeita da Lapa sua reprovação ao ato transloucado e indecente.

Kassab: essas fotos não me interessam.

O Gov. Zezinho também reclamou  junto ao seu assessor para assuntos aquáticos, G. Kassab, superior hierárquico da ex-jovem subprefeita.  Em uma mostra de desrespeito aos valores familiares, o prefeito Kassab não deu a atenção à queixa do futuro Beato, limitando-se a dizer: “ahn, a subprefeita nua? Isso não me interessa…”

Estratégia eleitoral

O que o Homem Que é Somente Virtudes  não sabia era que as fotos  fazem parte de uma estratégia eleitoral para beneficiá-lo. Segundo fontes da Caverna do Ostracismo, residência oficial do ex-pensador FHC, o calendário em que a subprefeita da Lapa aparece nua é parte de uma estratégia eleitoral produzida pela genialidade do ex-sociólogo.  Preocupado em não comprometer a beatificação do governador Zezinho no Vaticano, o ex-sábio FHC preferiu não consultá-lo.

Segundo as mesmas fontes, FHC, desorientado com a enorme aprovação do usurpador do Planalto e com o crescimento da candidata do governo ilegítimo nas pesquisas eleitorais, desenhou uma estratégia de aproximação dos demotucanos com as classes populares baseada em mostrar ao povo que os demotucanos também têm mulheres que merecem o voto.

Nos meios rurais é grande a expectativa pelas fotos da sen. Kátia Abreu

Nos meios rurais, há uma grande expectativa pelas fotos da senadora Kátia Abreu

Uma das peças dessa estratégia é a produção de um calendário com fotos de nús artístico-eleitorais de lideranças femininas da coligação demotucana. De acordo com a sofisticada análise sociológica de FHC, as borracharias são um elemento central de formação de opinião do povo popular, especialmente agora com a expansão da nova classe média lulista e seus milhões de pessoas comprando seu primeiro automóvel. FHC resolveu aproveitar a  tradição em que esses estabelecimentos ostentam calendários de mulheres nuas para fazer a massa ignorante admirar as candidatas demotucanas.

Além da subprefeita da Lapa, foram mobilizadas para essa tarefa cívica a senadora Katia Abreu (UDR-GO), a empresária do ramo de agendas Lina Vieira, e  a presidente do PSDB Mulher, deputada Thelma de Oliveira (PSDB-MG), entre outras.  As beldades gaúchas estão representadas pela cleptogovernadora do RS, Yeda Crusius e sua guarda-costas, a dep. est. Zilá Breitenbach (PSDB-RS). A esposa do antigo governador de SP, dona Lu, não conseguiu posar, pois passou mal depois de um jantar na residência de FHC. Foi substituída por Caetano, um antigo compositor baiano que trabalha como cozinheiro de FHC na Caverna do Ostracismo, que se ofereceu para posar em seu lugar.

A cleptogovernadora Yeda foi a Jerusalém consultar seu conselheiro, Simão Pedro, antes de aceitar o convite para posar.

A cleptogovernadora Yeda foi a Jerusalém consultar seu conselheiro, Simão Pedro, antes de aceitar o convite para posar.

Como um arguto estrategista, FHC  buscou a opinião de várias lideranças para decidir.   O governador do DF, Demoarruda Bauducco (DEM-DF), manifestou a preocupação  com a nudez das  modelos demotucanas: sem roupas íntimas, onde elas vão esconder o dinheiro?  O senador romano Agripino (ARENA-RN) afirmou que não se oporia à idéia, por vir ela de FHC, mas que achava que os demotucanos tinham coisa melhor para mostrar ao mundo.

Ao final, à exceção de Aécio Neves (PSD-MG), todos os líderes apoiaram a ideia.

Comentário da tia Carmela

Só se agora o Zezinho deu para reclamar de mulher pelada… Quando ele estava no ginásio e no científico, lá na Móoca, ele costumava se juntar com uns amiguinhos dele na casa do Guerino, filho do seu Nicola,  para ver as revistinhas do Carlos Zéfiro.  Até o Reinaldinho Cabeção ia, mas sempre era o primeiro a ir embora.

Anúncios

Panetone também é diversão: Cruzadas Tucanas sobre o mensalão do DF (n.6)

6 de dezembro de 2009

CLIQUE AQUI PARA VER A NOVA EDIÇÃO DAS CRUZADAS TUCANAS

Minha tia Carmela foi visitar a irmã dela no interior, por isso nem comentou o último post. Telefonei para ela ontem e ela disse que estava muito difícil entender esse novo escândalo de Brasília. Ela não sabia que o Demoarruda Bauducco era governador: “mas ele não era aquele que tinha fraudado o painel de votação no Senado? Como é que elegeram ele novamente?”

Tentei explicar como funcionava o mensalão demotucano, mas ela reclamou que era muito complicado e não estava entendendo.

Então, resolvi fazer essas palavras cruzadas para ficar mais fácil para ela conhecer o que aconteceu. A tia Carmela adora palavras cruzadas e quando voltar vai se divertir bastante…


Cruzadas Tucanas n. 4 Especial PPS

29 de outubro de 2009

Depois de ver o Roda Viva, na TV Cultura, com Roberto Freire, minha tia Carmela telefonou-me para perguntar: esse moço não era aquele comunista bonzinho de antigamente? Mas agora ele parece que virou de lado…

Então tive a idéia de fazer uma edição especial das Palavras Cruzadas Tucanas sobre o PPS. Veio a dúvida: as cruzadas são sobre os tucanos. Mas, como o PPS não é um partido de verdade, apenas um partido lacaio do PSDB, achei que valia a pena. Afinal de contas, existe algo mais tucano que o PPS? Normalmente os serviçais são mais realistas que o rei…

Comentário da Tia Carmela: O Zezinho tinha um amiguinho,  o Robertinho, que gostava muito de teatrinho. Um dia ele e o Zezinho, depois de voltar de um circo que estava armado na Água Rasa, resolveram montar um show de bonecos. O show chamava Zezinho e seus bonecos. O Zezinho fazia o papel de ventríloquo e o Robertinho, junto com outros moleques que ele chamou, eram os bonecos. Eles apresentaram numa festinha do grupo escolar onde eles estudavam, e dizem que até ficou bom.


Nova edição das cruzadas tucanas – Especial Política Externa

23 de setembro de 2009

Minha Tia Carmela estranhou um pouco, mas ao final disse que gostou das Palavras Cruzadas Tucanas que preparei para ela na semana passada.  E me pediu mais!

Hoje, acompanhando a discussão em torno da atuação brasileira para tentar acabar com o golpe de estado em Honduras, tive a idéia de fazer uma edição especial sobre a política externa tucana, para ajudar a Tia Carmela para entender porque há tantos tucanos apoiando o golpe e condenando a atuação diplomática do Brasil.

Clique aqui para ver a nova edição da Palavras Cruzadas Tucanas – Especial Política Externa. Antes que o Mais Bem Preparado dos Estadistas mande proibir…

Comentário da Tia Carmela: Agora eu entendi. Por que você não me explicou logo que agora o Zezinho gosta de andar com a turma da UDN? Bem que eu falei, quando ele começou a andar com os estudantes lá no tempo da Politécnica, que aquilo era fogo de palha…


Zezinho ganha um novo amiguinho: Fleury!

17 de setembro de 2009

O Supremo Economista da Nação, governador Zezinho, está muito feliz. Ganhou um novo amiguinho. Segundo Lauro Jardim, da Mais Vendida das Revistas do Brasil, Fleury vai se filiar ao partido-satélite do PSDB, o PPS, para poder apoiar melhor a candidatura do governador Zezinho para presidente, que é seu lugar de direito:

“Apesar de ter sido sondado pelo PV, o ex-governador de São Paulo Luiz Antônio Fleury Filho está de malas prontas para desembarcar no PPS.

Depois de sair do PTB, Fleury chegou a flertar com o PP, mas desistiu já que o dono do partido em São Paulo é Paulo Maluf, que já se declarou simpático à candidatura de Dilma Rousseff. Fleury queria um partido pró-José Serra.”

Comentário da Tia Carmela: O Zezinho sempre gostou de arrumar amiguinhos estranhos. Uma vez, lá na Móoca, ele começou a andar com o Toninho, filho mais velho do seu Orestes. Ninguém gostava muito nem do Toninho nem do seu Orestes, aquilo era uma família de gente ruim, que vivia se aproveitando dos outros. E não é que o Zezinho é que se aproveitou do Toninho: fez o menino arrumar lugar no time de futebol da rua pro Zezinho. Depois que arrumou lugar no time, o Zezinho continuou andando com o Toninho muito tempo e viviam fazendo arte juntos…


Chegaram as Palavras Cruzadas Tucanas

14 de setembro de 2009

Minha tia Carmela gosta muito de fazer palavras cruzadas. Todo domingo, quando vou visitá-la,  pede para eu levar umas revistas de palavras cruzadas. Nesta semana resolvi dar um presente especial para ela: umas palavras cruzadas tucanas, para ajudá-la a conhecer melhor o partido dos iluminados, dos sábios absolutos que nasceram com direito divino de governar o Brasil. Não é sem motivo que o Maior dos Filhos da Paulicéia filiou-se a este partido.

Clique aqui para fazer as palavras cruzadas, edição 1. Divirta-se!  O primeiro que deixar um comentário no blog com as respostas ganha uma foto do Presidente de Nascença.

E mandem sugestões de temas para colocarmos nas próximas edições.

Comentário da Tia Carmela: Nossa, que gente esquisita, essa daí!… Acho que a finada Dona Serafina não ia gostar de ver o Zezinho andando com eles… Já bastou o desgosto que deu quando começou a andar com aquela estudantada, nos tempos da Politécnica. Teve até que fugir do Brasil e a Dona Serafina chorou muito, coitada!…


Roberto Freire e a virtude da gratidão

11 de setembro de 2009
freire

Depois de parar de comer criancinhas, a virtude brotou na alma de Freire.

Roberto Freire é um homem de virtudes. Além de ter renegado o comunismo ateu, o homem que fechou a lojinha do PCB e o transformou em partido-ordenança do Maior dos Brasileiros de Toda a História, o governador Serra, também ostenta a virtude da gratidão.

Contemplado com uma modesta sinecura de 12 mil reais por mês pelo Presidente de Nascença quando de sua fugaz estadia na prefeitura de São Paulo, o bravo ex-devorador de criancinhas mostra agora sua gratidão  àquele que lhe estendeu sua mão firme em um momento de desemprego por vontade popular.  Roberto Freire liderou seu partido-auxiliar em representação contra o presidente Lula na  Justiça Eleitoral. Para que o Grande Economista de Ocidente e Oriente não sujasse as mãos que um dia lhe ajudaram, o coveiro da herança  nefasta  de Prestes prontificou-se a fazer o serviço, com a habitual competência do partidão e o charme da subprefeita da Lapa.

Comentário da Tia Carmela: Isso de gratidão o Zezinho sempre gostou. Não tinha um favor que ele fizesse que ele depois não cobrasse, de alguma maneira. No tempo do grupo escolar, lá na Móoca, ele às vezes dividia uma guaraná com o Roberto, filho do seu Nicanor. No dia seguinte ele fazia o Roberto fazer a lição de Educação Moral e Cívica pra ele. E foi assim o ano todo… Acho que ele nunca gostou muito dessa matéria.