Vidente da UDN-PE derruba embaixador dos EUA no Brasil

7 de julho de 2011

REPÚBLICA DE BANANAS: Assessores de Sarah Palin acusam Pai Jarbas de invocar o Coisa-Ruim.

O Sr. Jarbas Coullet,  motorista pernambucano do Mais Preparado dos Brasileiros. o futuro pres. Zezinho, costuma fazer uns bicos como vidente e curandeiro para defender um extra no fim do mês. Nessas horas, encarna o Pai Jarbas, o esotérico preferido da UDN.

O Presidente de Nascença não apenas tolera a dupla jornada do Sr./Pai Jarbas, como se  tornou cliente, depois dos problemas que teve com um astrólogo picareta.

ACERTO: Pai Jarbas também previu que a família de Mr. Sobel jamais teria um ladrão.

Além de usar os serviços do Pai Jarbas, o Almirante do Tietê o indica a seus amigos que estão precisando de uma forcinha para desatar nós. Mas nem sempre isso dá certo.

Foi o que revelou o famoso site de fofocas da Disneylândia, TititiLeaks. Segundo o noticioso de fontes secretas, um mal atendimento do Pai Jarbas provocou a queda do  ex-embaixador dos EUA no Brasil, em 2006, em uma intricada trama internacional.

O diplomata estadunidense Clifford Sobel estava angustiado  com a resistência do então usurpador do planalto à assinatura do Acordo CARACU EUA-Brasil, que havia sido brilhantemente concebido pelo pres. Zezinho. O plano do Maior dos Homens Públicos era que o Brasil entrasse com a segunda parte do acordo.

Preocupado com o progresso nacional e a segurança hemisférica, o Grande Estadista da Mooca aconselhou Mr. Ambassador a consultar-se com Pai Jarbas.

SURURU: Caetano, o cozinheiro da Caverna do Ostracismo, preparou um sururu com leite de coco para o jantar que arruinou a carreira de Mr. Sobel.

O encontro secreto aconteceu em um jantar reservado na Caverna do Ostracismo, do qual também participaram o pres. Zezinho e o ex-intelectual FHC.

Na consulta, Pai Jarbas fez a leitura de vísceras de caranguejo e previu que a UDN seria bem sucedida em fazer o usurpador do planalto assinar o Acordo CARACU EUA-Brasil, na qual os EUA entrariam com a primeira parte.

O pres. Zezinho ficou muito invocado ao ouvir essa previsão e gritou para Pai Jarbas: “Não pode ser! Sou eu quem vai assinar o Acordo CARACU EUA-Brasil, no qual o Brasil vai entrar só com a retaguarda!”

TRAGÉDIA: Pai Jarbas também previu o terremoto do Chile, mas o adido cartográfico do país irmão não estava prestando atenção na hora do aviso.

A situação desatou uma rumorosa discussão, a muito custo contida pelo ex-sábio FHC, que argumentou com seus correligionários: “Pas comme ça! Ce n’est pas possible!  Le gringo pensera qui nous sommes des sauvages!”

De volta a embaixada, ainda sob o efeito torturante do sururu, Mr. Sobel enviou um telegrama para Washington dizendo “A consulta com o tal Pai Jarbas foi uma selvageria da qual ainda não me recuperei. Tanto que escrevo este telegrama de uma área menos nobre da embaixada. De qualquer maneira, tanto o Pai Jarbas, quanto o  Pres. Zezinho e o ex-alguma coisa FHC garantiram que vai ser fácil fazer o Brasil entrar com a segunda parte do Acordo CARACU EUA-Brasil.”

Entretanto, não foi isso o que aconteceu. Irritada com o fracasso, a Hillary da época, Mrs. C. Rise, demitiu Mr. Sobel, que foi tentar a vida no comércio de artigos finos para cavalheiros em Miami, também sem muito sucesso.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: O jantar terminou em uma bela festa junina em homenagem ao Acordo CARACU EUA-Brasil.

O Zezinho sempre gostou de sururu.  Às vezes, ele e o Reinaldinho Cabeção iam brincar com o Raimundinho, que era  filho de um casal de  pernambucanos que morava perto da casa dele. Num desses dias, a mãe do Raimundinho estava fazendo sururu e ofereceu para os moleques. Aí o Zezinho disse para o Reinaldinho Cabeção que era bom colocar bastante pimenta, e despejou meio vidro no prato do Reinaldinho Cabeção. O moleque comeu o sururu com pimenta e começou a passar mal. O Zezinho ria e gritava: “sururu, sururu, no dos outros é refresco!”  e completava com um nome feio que rimava com sururu.

Anúncios

Wikileaks revela: CIA tentou clonar pres. Zezinho

2 de dezembro de 2010

PROFISSIONAL: Madonna convenceu o pres. Zezinho (direita) a doar seu material genético, mas estava apenas trabalhando pelo seu país.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, foi alvo de um complô internacional, segundo revelou o site WikiLeaks.

O Presidente de Nascença foi citado em uma série de mensagens ultra-secretas entre agentes da CIA (Caracu Inteligency Agency) e diplomatas dos EUA.

Nas mensagens, é possível descobrir que a cantora Madonna atuou como espiã a serviço de seu governo, quando de sua visita ao pres. Zezinho. O objetivo real e secreto de sua incursão no gabinete do Mais Genial dos Homens Públicos no Palácio dos Bandeirantes teria sido a coleta de material genético.

2002-2010: Apesar de ter saído uma porcaria pior que o original, o clone fez sucesso entre os eleitores infantis paulistas.

O plano da CIA (Caracu Inteligency Agency) consistiu em utilizar o DNA do Mais Sábio dos Homens para produzir uma série de clones do Presidente de Nascença.

Esses clones seriam colocados nos governos dos principais países do mundo, com a ajuda do sr. Ravi Singh e Eduardo G. Zepellin, que seriam, na verdade, agentes infiltrados da agência de espionagem.

Além de vários animais, a srta. Francine De L'Herbe foi cítima de abdução para experimentos genéticos da CIA usando o DNA superior.

Com essa raça superior governando o mundo, a paz e a concórdia seria finalmente alcançada, e todos os países assinariam seus Acordos CARACU com os EUA, que entrariam com a primeira parte.

Plano B

Caso a visita da simpática popstar falhasse, os agentes da CIA (Caracu Inteligency Agency) tinham um plano alternativo: coletar o material genético do pres. Zezinho e utilizá-lo em experimentos genéticos com mulheres abduzidas, com o objetivo de desenvolver uma nova raça, de encéfalo mais potente e caráter mais firme.

Segundo o site de fofocas TititiLeaks, os planos da CIA (Caracu Inteligency Agency) não foram adiante porque a jornalista Francine De L’Herbe descobriu tudo e ameaçou denuncia-los à sua amiga Sarah Palin. Guiada pela mão forte da moral e dos bons costumes, a sra. Palin certamente faria um escarcéu contra essa tentativa de mudar os desígnios divinos.

Não é a primeira vez que rumores desse tipo aparecem.  Em setembro do ano passado, este blog recebeu estranha correspondência anônima que insinuava ter sido criado um gêmeo do pres. Zezinho. Naquela ocasião, o teor da mensagem foi desmentido pela tia Carmela.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: UDN preparou uma bela festa junina para homenagear o material genético do pres. Zezinho..

O Zezinho sempre nunca gostou desse negócio de clone. Quando ele era criança, uma vez o Reinaldinho Cabeção inventou de sair falando para a molecada: “eu sou um irmão gêmeo do Zezinho, fruto de uma experiência científica de alienígenas” . Logo, os moleques inverteram a brincadeira e começaram a falar que o Zezinho era um clone do Reinaldinho Cabeção. Quando ficou sabendo, o Zezinho ficou muito nervoso, e deu uma surra no Reinaldinho Cabeção, que nunca mais falou que era gêmeo nem clone do Zezinho, mas às vezes pegavam ele imitando o peste…


WikiLeaks vaza mensagens sobre o pres. Zezinho

1 de dezembro de 2010

AJUDA: A srta. Soninha Copélia não aguenta mais os vazamentos da torneira do pres. Zezinho e decidiu ela mesma resolver o problema.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, foi novamente vítima de uma  vazamento mal-intencionado.

Depois de sofrer com os vazamentos que quase fizeram sua casa cair, o Presidente de Nascença vê, agora, vazarem informações sobre si no site WikiLeaks.

Nas correspondências que vazaram, não há nenhuma referência a ligações do pres. Zezinho com a CIA (Caracu Inteligency Agency), o que confirma os desmentidos anteriores.

Os documentos mostram o quanto o Mais Genial dos Economistas é admirado por todo o mundo. O embaixador dos EUA em Brasilia chega a comentar: “nunca vi alguém tão brilhante!”

x-9: Tom Jobim foi homenageado no enredo "Um Trapalhão Fofoqueiro no Reino Encantado dos Guerreiros da Esplanada Tupiniquim"

Constrangidos, os  diplomatas norte-americanos informam a Washington que o pres. Zezinho é muito mais capaz que Barack Obama e George Bush juntos, e chegam a considerar a hipótese de outorgar-lhe a cidadania norte-americana para que assuma a presidência do país.

O Carnaval também não escapa dos assuntos abordados. Em mensagem de fevereiro de 2009, o cônsul dos EUA em S. Paulo comenta o empenho do Maior dos Filhos da Mooca em favorecer uma escola de samba no carnaval paulistano.

Com o o apoio do adido militar dos EUA na Esplanada dos Ministérios, o músico desencarnado Tom Jobim, o pres. Zezinho teria tentado favorecer a Escola de Samba X-9 no Carnaval daquele ano.

Para os EUA, o pres. Zezinho (direita) teria uma relação privilegiada com a X-9.

Outros grandes feitos do Estadista da Mooca são celebradas pelos agentes dos EUA. Sua atuação decisiva na crise do Irã, na convenção de vendas da fábrica de chocolates Kopenhagen e na recente reunião do G-20 receberam centenas de referências elogiosas nos documentos oficiais dos EUA que vazaram.

Mas o tópico que apresenta mais referências é o Acordo CARACU EUA-Brasil, na qual o grande irmão do norte entrará com a primeira parte. Os diplomatas estadunidenses revelam o empenho pessoal do Presidente de Nascença durante a negociação.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: o pres. Zezinho teria se encantando com algumas diplomatas norte-americanas que conheceu em uma festa junina da UDN.

O Zezinho sempre gostou desse negócio de diplomacia. Quando era criança, ele sempre dizia que queria ser diplomata. Uma vez, a professora perguntou o que cada criança queria ser quando crescesse. O Reinaldinho Cabeção levantou a mão na mesma hora e disse: “eu quero ser assessor de imprensa do Zezinho”. A professora, então, perguntou ao Zezinho o que ele queria ser e ele disse: “eu quero ser diplomata, para ser embaixador dos Estados Unidos e mandar em todos os países do mundo”. A professora então disse que, como ele era brasileiro, o Zezinho nunca poderia ser diplomata americano. O Zezinho ficou furioso, começou a gritar e saiu da sala chorando.

As grandes capacidades do Presidente de Nascença também são celebradas pelos agentes dos EUA. Sua atuação decisiva na crise do Irã, na convenção de vendas da fábrica de chocolates Kopenhagen e na