Injustiça: Cachorro-Lagosta foi hostilizado em manifestação da UDN

13 de abril de 2015
DECEPCIONADO: O líder da ala canina da UDN saiu cabisbaixo da manifestação animalesca.

DECEPCIONADO: O líder da ala canina da UDN saiu cabisbaixo da manifestação animalesca.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o senador e futuro presidente Zezinho, está muito triste com o resultado da manifestação de ontem contra o governo da usurpadora do planalto.

A causa da tristeza do Presidente de Nascença não é tanto a desidratação do movimento, que em menos de um mês viu-se reduzido a um décimo do que havia sido.

O fato que mais afligiu o Maior dos Filhos da Mooca foi o tratamento vil dispensado ao seu fiel correligionário, o Cachorro-Lagosta, líder da ala canina da UDN.

O pobre animalzinho  foi hostilizado na manifestação da UDN na Av. Paulista por estar usando sua tradicional roupinha vermelha de lagosta.

ARMADILHA: Os eleitores infantis paulistas pensaram que a roupinha de lagosta era uma armadilha dos comunistas para caçarem criancinhas para o jantar.

ARMADILHA: Os eleitores infantis paulistas pensaram que a roupinha de lagosta era uma armadilha dos comunistas para caçarem criancinhas para o jantar.

Aos gritos de “Petista bom é petista morto!” e “Vestiu vermelho, vai entrar no relho!”, entre outros cantares de democracia, os eleitores infantis paulistas que exigiam a revogação da Lei 3.353 e a implantação imediata do Acordo Caracu Brasil-EUA, no qual o Brasil entrará com a segunda parte, investiram ferozmente  contra o importante líder udenocanino.

Atacado com fúria irracional, o pobre bichinho teve uma das patas de lagosta arrancadas e viu-se obrigado a deixar a manifestação. Depois, já a salvo em sua casinha, o Cachorro-Lagosta confidenciou a amigos que pensou que ia ter um destino pior que a carrocinha, na mão dos próprios correligionários. “Mas tudo bem, não é a primeira vez que sou traîdo pelos comparsas da UDN, mas vou continuar fiel aos meus princípios e ao senador Zezinho”, comentou, resignado.

Equívoco

Vários líderes da UDN que constituem a Reserva Moral da Nação mostraram-se preocupados com o ocorrido. O Almirante do Tietê telefonou ao menino prodígio que liderava a manifestação para reclamar do ocorrido.

O jovem líder da ala fuzilo-infantil da UDN justificou-se no facebook. Postou que tudo não passou de um equívoco e que pensou que era um cachorro petista. Se fosse, mesmo, o certo seria dar-lhe um tiro na testa, como se deve fazer com todos os petistas, e transformá-lo em sabão para limpar o Brasil da corrupção e da CLT.

QUADRILHA: A UDN está preparando um belo estande de tiro ao petista para sua próxima festa junina infantil no playstation.

QUADRILHA: A UDN está preparando um belo estande de tiro ao petista para sua próxima festa junina infantil no playstation.

A mensagem já ganhou 150 milhòes de curtidas de eleitores infantis paulistas, segundo a PM de São Paulo, e 120 milhões, segundo o Datafolha.

Procurado, o pai do destemperado pirralho não deu entrevista nem um corretivo no moleque malcriado, pois estava ocupado gerenciando o negócio de desmanche de carros roubados da família.

Comentário da tia Carmela

Quem dorme com criança amanhece mijado.


Manifestações revelam as reservas morais da Nação

13 de abril de 2015
CORAGEM: As novas lideranças da UDN denunciaram a participação do PT no maior atentado que a Pátria já sofreu.

CORAGEM: As novas lideranças da UDN denunciaram a participação do PT no maior atentado que a Pátria já sofreu.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o senador e futuro presidente Zezinho, está muito feliz com o resultado das manifesações deste domingo pelo impeachment da usurpadora do planalto.

Ainda que os números de manifestantes tenham caído muito em relação à última vez, nesta ocasião o Presidente de Nascença ficou feliz por ver que os eleitores infantis paulistas continuam fiéis à UDN e a seu ideário, especialmente a revogação da Lei 3.353 e a assinatura do Acordo Caracu EUA-Brasil, no qual o Brasil entraria com o petróleo e a retaguarda.

O Almirante do Tietê não participou das manifestações, mas comoveu-se ao ver que os eleitores infantis paulistas, sempre bem informados, souberam prestigiar seus líderes, tanto antigos como novos.

Uma fonte da Caverna do Ostracismo forneceu uma lista desses respeitados líderes udenistas. Foi preciso usar um alfabeto inteiro para apresentar os grandes patriotas que lutam contra a corrupção petista e pretendem levar o Brasil de volta ao caminho do bem e da obedência ao FMI.

As 26 reservas morais da nação

a) O senador que estava muito ocupado tirando o pó da sala e maldosamente disseram que ficou escondido para não aparecer no fiasco que convocou em Belo Horizonte.

b) O velho coronel potiguar que acrescentou à sua capivara 1 milhão de suborno na Lava Jato, mas foi um engano.

c) O empresário do ramo de locais para diversão masculina adulta que tem medo que o Brasil se torne a nova Cuba, e que nunca subornou ninguém no governo ou na polícia.

PUTARIA: Os eleitores infantis paulistas sabem que podem confiar no principal empresário do sexo remunerado para promover a reforma moral do país.

PUTARIA: Os eleitores infantis paulistas sabem que podem confiar no principal empresário do sexo remunerado para promover a reforma moral do país.

d) O sindicalista que ficou rico vendendo sindicatos e votou a favor da terceirização, e que tem um correligionário que tem um helicóptero no qual acidentalmente foram colocados 450 kg de cocaína.

e) O herdeiro de um negócio de desmanche de carros roubados que pode ser considerado um grande filósofo em qualquer campeonato de playstation.

f) O governador tucano com uma infelicidade na família que fez com que tivesse um primo preso no meio de uma série de escândalos em seu governo.

g) A pessimista jornalista econômica que não acerta uma previsão há 12 anos, mas não perde seu emprego por ser muito competente no serviço que presta a seus patrões.

h) O líder empresarial que é reconhecido como gênio da gestão e da competitividade, o que faz com que tenha o direito de dizer como o governo deve ser gerido, e que foi invejosamente criticado por dar uns agradinhos por aí para não pagar imposto.

i) A famosa atriz que faz campanha contra Bolsa Famìlia, mas luta arduamente por seu direito a receber 13 mil reais por mês do Estado como pensão de seu pai, e por isso vê-se obrigada a ocultar seus casamentos.

j) O diretor de banco que, ofendido em seus brios, acertadamente não perdoa a usurpadora do planalto por ter baixado os juros.

DESPEITO: O animador de bailes da saudade da  Caverna do Ostracismo criticou a ausência de seu nome na lista, mas quem não tem competência não se estabelece.

MERITOCRACIA: O animador de bailes da saudade da Caverna do Ostracismo criticou a ausência de seu nome na lista, mas quem não tem competência não se estabelece.

k) O herdeiro de jornal falido que carrega cartaz ofendendo país vizinho (“Foda-se Venezuela”) que é um ninho de comunistas comedores de criancinhas.

l) O defensor da ditadura que anda armado  para se proteger da revolução bolchevique e sonha dar um tiro em um comunista.

m) O aposentado furioso porque não pode mais andar de carro direito porque Haddad encheu a cidade de faixas exclusivas de ônibus e ciclovias.

n) O parlamentar ruralista que defende matar os dispensáveis sem-terra e foi financiado por honestíssimo bicheiro goiano.

o) O historiador que passa por cima dos fatos para atacar o perigo vermelho representado pelo PT e é merecidamente compensado com umas ajudinhas de órgãos do governo de SP e empresas amigas.

p) O advogado que assessorou tucanos na privatização da Vale e é criticado pelos petistas porque mandou dinheiro pra Suiça sem contar para a Receita Federal, em protesto contra os impostos.

q) O cantor negro que se acha branco e diz que agora não defende mais os pobres, porque mora nos EUA e não anda mais de ônibus.

MORAL: Os eleitores infantis paulistas ficaram muito agradecidos porque o governador levou seu dinheiro para dar um passeio secreto de trensalão e conhecer a Suiça.

MORAL: Os eleitores infantis paulistas ficaram muito agradecidos porque o governador levou seu dinheiro para dar um passeio secreto de trensalão e conhecer a Suiça.

r) O apresentador de TV que vive da desgraça alheia e elegeu o filho e também é injustamente perseguido porque fez uma poupancinha secreta no HSBC da Suiça.

s) O pastor milionário que é contra a viadagem e lidera campanha para impedir proibição de violência contra homossexuais.

t) O médico que é contra o Mais Médicos e recebe salário de hospital público mas não vai trabalhar porque tem mais o que fazer do que atender esses miseráveis que recebem Bolsa Família.

u) O jornalista que recebeu 50 mil de bonificação de empreiteira por serviços não declarados e chama os petistas de petralhas.

v) O governador que deixa rolar uma roubalheira de 1,5 bi no metrô e diz que ele é a vitima.

w) O comerciante que é contra a corrupção, e sonega imposto em um ato de elevados moral e civismo.

x) O juiz que apressa o julgamento de petistas, e deixa prescrever o de tucanos, porque é preciso fazer justiça e a literatura assim o permite.

QUADRILHA: No Paraná, a UDN já está fazendo a festa junina há muito tempo.

QUADRILHA: No Paraná, a UDN já está fazendo a festa junina há muito tempo.

y) A aposentada furiosa porque o salário da empregada ficou muito alto, e além do mais os petistas inventaram que a serviçal agora tem direitos e não pode mais ficar à disposição 24 horas por dia.

z) O ex-presidente que doou o patrimônio público aos amigos, fez sempre as vontads dos EUA e do FMI e comprou deputados para sua reeleição para garantir que a democracia e a ética reinassem no Brasil.

Comentário da tia Carmela

Faltou o cachorro-lagosta. Os democratas devem ter batido nele porque a roupinha de lagosta dele é vermelha.


UDN indica novo embaixador na China

11 de dezembro de 2013
DESCAMINHO: Milhões de eleitores infantis paulistas foram às ruas comemorar a indicação, mas erraram o trajeto da passeata.

DESCAMINHO: Milhões de eleitores infantis paulistas foram às ruas comemorar a indicação, mas erraram o trajeto da passeata.

O Mais Preparados dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, participou nesta semana de importante decisão que redefiniu os rumos das relações do Brasil com a China.

O Presidente de Nascença reuniu-se com a cúpula da UDN para definir a indicação do novo embaixador brasileiro na China, a partir de 2015, quando a UDN retomar o governo do Brasil.

Trata-se do honorável Dr.. H. Romeu Junior, importante escritor e ativista pela liberdade de informação.

O Dr.. H. Romeu Junior foi escolhido pela UDN por ter uma extensa folha corrida de serviços prestados às relações comerciais sinobrasileiras.

Há muito tempo, o futuro representante da UDN no Império do Meio tem ajudado a dirimir pendências comerciais de importantes negociantes chineses atuando em São Paulo.

AMIZADE SÓLIDA: O sr. Lee, grande amigo do Dr. Junior, está disposto a defender seu amigo até o último carregamento.

AMIZADE DESINTERESSADA: O sr. Lee, grande amigo do Dr. Junior, está disposto a defender seu amigo até o acabarem os estoques de celular.

Além disso, atuou como embaixador informal, participando de mutirões para regularização de vistos de permanência no Brasil para cidadãos do grande irmão de olhos puxados.

Exímio conhecedor dos caminhos e descaminhos do comércio bilateral China-Paraguai-Brasil, o Dr. H. Romeu Junior tem viajado com experts na matéria para o país do Oriente, em busca de novos mercados.

Essa atuação granjeou-lhe gratidão entre as mais proeminentes figuras da comunidade chinesa no Brasil, recebendo delas tratamento especial e muita consideração, em meio a muitos agradecimentos pelos galhos quebrados.

Reunião
O encontro ocorreu na sede da da Revista Mais Vendida do Brasil, na Av. Marginal Serra, s/n.

A cúpula udenista foi recebida com hospitalidade ímpar pela famiglia que edita a revista, cujos sócios sulafricanos não puderam comparecer, pois estavam de ressaca depois de passarem a noite comemorando a morte do terrorista Mandela.

Outra ausência sentida foi a do editor adjunto, sr. Policarpo Waterfalls, que estava fazendo uma reportagem-denúncia sobre os privilégios de José Dirceu na prisão, revelando ao mundo a escandalosa verdade: o ar que o petista respira no presídio em Brasília é menos poluído que o ar de Higienópolis.

Imagem

MENTE CONFUSA: O novo queridinho da UDN pensou que ia para a embaixada na Jamaica, mas vai para a Clínica Maia.

Repercussão
O nome do futuro embaixador foi recebido com empolgação pelos líderes da UDN e pelos eleitores infantis paulistas, que pensam que ele e seu finado papai, o carcereiro H. Romeu do PS, são a mesma pessoa.

O Presidente do STF, Min. Merdoval Pedreira, escreveu uma de suas costumeiras notas baixas em sua coluna no Jornal da famiglia do Dr. Roberto, elogiando o caráter e a ética do profícuo delegado genérico.

Na verdade, o nome do Garcia Márquez do Eixo Taiwan-São Paulo-Brasília parece ter unido a UDN. De Ipanema, Tancredo Neves (UDN-RJ) mandou dizer que consultou seu grande amigo JB, seu filho e o líder da JUDN (Juventude da UDN), sr. L. Hulk, e estes informaram que seus patrões aprovaram a indicação.

SEGURANÇA: O novo amigo de Tancredo Neves, o simpático JB, ameaça prender quem votar contra a indicação do novo embaixador.

SEGURANÇA: O novo amigo de Tancredo Neves, o simpático JB, ameaça prender quem votar contra a indicação do novo embaixador.

A ala talco-farinácea da UDN também aprovou a escolha e chegou a oferecer um helipóptero cheio de confete para comemorar o fato, mas desistiu ao saber que o aparelho estava sendo processado criminalmente por ter transportado coisas esquisitas sem autorização de seus proprietários.

BENEPLÁCITO: O consul honorário dos EUA em Brasília, min. Lampréia, também aprovou a escolha.

Superando resistências
Segundo fontes da Caverna do Ostracismo, fundos, refúgio provisório de boa parte da liderança udenista, durante a reunião houve ressalvas ao nome do simpático delegado descartável, motivadas por sua anterior prestação de serviços ao governo do usurpador do planalto.

Entretanto, as dúvidas foram resolvidas pela intervenção da Diretoria de Dossiês e Assuntos Policiais da UDN, liderada pela araponga (Canalhus itagibus) de estimação do pres. Zezinho. A simpática ave, que veio especialmente do Espírito Santo, onde tem participado de um projeto especial do pres. Zezinho, explicou que o sr. H. Romeu Junior já havia se arrependido desse deslize juvenil e se reconverteu plenamente à UDN, tanto que agora lidera um projeto literário sob supervisão daquela facção udenista.

Esse mesmo motivo ajudou a superar outra resistência. A ala diplomática da UDN deu sinais iniciais de contrariedade pelo fato do futuro embaixador não vir da carreira diplomática e ser de uma família dada a atividades menos nobres. Mas, ao saber que por trás do aparentemente tosco homem de armas há um refinado escritor e filósofo, seu líder, o ministro descalço MG Lafer, declarou: “tenho certeza de que o sr. H. Romeu Junior é um dos nossos; ele é o novo Δημοσθένης”.

QUADRILHA: A UDN convidou os amiguinhos do Dr. H. Romeu Junior para dançar na sua próxima festa junina.

QUADRILHA: A UDN convidou os amiguinhos do Dr. H. Romeu Junior para dançar na sua próxima festa junina.

Comentário da tia Carmela
O Zezinho, quando estava no grupo escolar, lá na Mooca, uma vez perdeu a eleição de monitor da sala para o Luizinho. Ele ficou muito bravo, e procurou o Junior, um outro menino que não gostava do Luizinho, para fazerem uma vingança. O Junior preparou um monte de cartazes inventando um monte de mentiras contra o Luizinho e espalhou pela escola. Só que o Reinaldinho Cabeção, que era quem costumava fazer esse tipo de serviço sujo pro Zezinho, ficou ressentido porque o Zezinho não passou esse trabalho pra ele. E saiu contado pra todo mundo os podres do Junior. A diretora ficou sabendo e foi investigar os tais podres do Junior, que só não foi suspenso sabe-se lá porque…


ESCÂNDALO: PF SABOTA COMÉRCIO DE TALCO DA UDN MINEIRA

1 de dezembro de 2013

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, enviou mensagem expressando a sua habitual e sincera solidariedade às lideranças ala mineira da UDN.

O Presidente de Nascença ficou consternado com o lamentável mal-entendido envolvendo o helipóptero de propriedade da famiglia de um grande amiguinho do líder Tancredo Neves (UDN-RJ). A Polícia Federal acusa o helipóptero de carregar 450 kg de talco adulterado, tendo indicado a existência de farinha de trigo entre os papelotes de talco.

DIVISÃO: O líder udenocanino, sr. Cachorro-Lagosta, acusa o pitta de estimação do pres. Zezinho de querer pegar para ele todos os potinhos de ração e panelas de sopão.

FICHA LIMPA: O simpático líder da ala canino-olfativa da UDN,, sr. Cachorro-Lagosta, negou envolvimento na sabotagem ao transporte de talco da UDN mineira.

Vítima de uma terrível armação comandada pelo perigoso agente vermelho que ocupa o Ministério da Justiça, o helipóptero de prefixo PO-2222, foi apreendido pela PF quando fazia uma rotineira viagem de transporte de talco.

Como se veio a descobrir, o comércio do inofensivo pó branco é uma das principais atividades econômicas da famiglia do sr. Escobar Pórrela, que se dedicava à atividade há alguns anos, demonstrando todo o talento udenista para a gestão e o desenvolvimento econômico nacional.

Sempre modestos, como cabe ao bom udenista, os membros da famiglia sempre preferiam manter seu negócio oculto do grande público, para não humilhar ninguém com sua capacidade empresarial. Tanto que afirmaram que o talco não lhes pertencia. O chefe do clã comentou com os jornalistas: “o helipóptero é meu, o piloto é meu, a fazenda é minha, mas o talco eu não sei de quem que é…”.

REGENERADA: A araponga de estimação do pres. Zezinho (Canalhus itabigus) disse que agora dedica-se à carreira artística e não tem nada a ver com isso.

REGENERADA: A araponga de estimação do pres. Zezinho (Canalhus itabigus) disse que não tem nada a ver com isso, pois agora dedica-se à carreira artística em uma dupla sertaneja.

Reação imediata

Imediatamente, os principais jornalistas de programa se mobilizaram para não noticiar o feito, temendo prejudicar o promissor negócio polvomineiro. Uma das poucas exceçòes foi a do bhost-righter do pres. Zezinho, sr. Reinaldinho Cabeção que, disfarçado de jornalista, levantou suspeitas sobre o voo do helipóptero.

Tancredo Neves correu a expressar sua indignação com o feito dos federais. Subiu à tribuna do Senado e fez um discurso cheio de brilho. Disse que foi surpreendido pela notícia, e nem sabia que a famiglia Escobar Pórrela estava no negócio do talco, mas achava um absurdo a PF investigar um senador da UDN de Minas.

Em seu discurso, o empolgante senador da Vieira Souto criticou acidamente o ministro da Justiça: “Este homem é um irresponsável! Ousa atacar, na mesma semana, os homens bons de São Paulo e a Gente de Minas”, disse o enraivecido udenoplayboy, em alusão ao desplante do ministro em denunciar os udenistas de Higienópolis por participarem de uma compra absolutamente corriqueira de trens superfaturados. A emoção foi muito grande, e Tancredo Neves chegou à beira do choro, pois fungava bastante durante  o seu discurso.

CONSOLO: Tancredo Neves está inconsolável que precisou de uma dose extra de apoio de seu amigo e vice, o popular JB.

CONSOLO: Tancredo Neves ficou tão inconsolável que precisou de uma dose extra de apoio de seu amigo e vice, o popular JB.

Ao fim do discurso, Tancredo Neves recebeu várias doses de consolo de seu fiel candidato a vice, o popular JB, que tranquilizou o infeliz mano: “fique tranquilo, se chegar para a gente, eu e o Gilmar Dantas colocamos a culpa no PT”.

AMIZADE: Tancredo Neves era quase membro da famiglia de Escobar Pórrela.

QUADRILHA:  Tancredo Neves costuma participar das festas juninas da famiglia Escobar Pórrela.

Fontes da Caverna do Ostracismo, ligadas ao pres. Zezinho, com um contido júbilo comentaram que o Faraó das Alterosas sabia de quase tudo.

Um dos udenistas aposentados comentou: “Acho que ele só não sabia que tinham misturado farinha de trigo ao talco, e deve estar muito bravo por isso”.

Comentário da tia Carmela
Acho que o Zezinho andou metendo o nariz onde não foi chamado…


JB vai indicar juízes da Copa

27 de novembro de 2013
ISENÇÃO: JB seleciona os juízes de acordo com o apito que eles tocam e a família que têm.

CRITÉRIO REPUBLICANO: JB seleciona os juízes de acordo com o apito que eles tocam e a família que têm.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, continua muito preocupado com a desenvoltura demonstrada pelo novo queridinho da UDN, o popular JB.

O Presidente de Nascença já havia demonstrado seu desconforto com a unção do Mini JB (PST do F-DF) como novo herói da UDN e candidato a vice da chapa do usurpador da UDN, Tancredo Neves (UDN-RJ). Mas ações recentes do aclamado parceirinho do Faraó das Alterosas fizeram acender o sinal amarelo dos correligionários do Almirante do Tietê.

ISENÇÃO: Os juízes da UDN rezam todos pela cartilha do JB.

ISENÇÃO: Os juízes da UDN rezam todos pela cartilha do JB.

O novo motivo do alerta é a decisão do popular JB de escolher os juízes que apitarão os jogos da Copa de 2014. Ele pretende seguir a política de escalar apenas filhos de famílias udenistas de boa cepa para serem os juízes do jogos.

Além de facilitar a vida da torcida na escolha do tratamento a usar ao se referir aos juízes, a nova sábia medida do amigo que não sai da boca dos udenistas tem outra vantagem. Garantirá que a Copa do Mundo não seja manipulada pela usurpadora do planalto e pela corja petista e, com isso, atenda às boas normas da meritocracia e justiça tucana.

O heróico empresário miamimobiliário já vinha se preparando para sua nova função de escalador de juízes. Recentemente, trocou o juiz do jogo UDN x Estrela Vermelha, realizado no estádio da Papuda, no DF. O jogo faz parte de um torneio nada amistoso disputado entre os dois times, desde 2005.

DESCONFIANÇA INFUNDADA: Ao saber da notícia, jogadores do Náutico tentaram culpar o juiz e as cores do time pelo rebaixamento.

DESCONFIANÇA INFUNDADA: Ao saber da notícia, jogadores do Náutico tentaram culpar o juiz e as cores do time pelo rebaixamento.

Os primeiros jogos do torneio, realizados no Estádio UDNzão, em Brasília, foram apitados por JB de maneira muito questionada: inverteu faltas, ignorou uma série de jogadas e ainda intimidou os auxiliares para seguirem suas marcações, sempre a favor da UDN.

Agora, para os jogos da fase final do torneio, disputados no Estádio da Papuda, no DF (novamente, campo da UDN), para facilitar a vida do time da UDN, resolveu substituir o juiz original  pelo  filho de um importante auxliar do grande Demoarruda Bauducco, jogador veterano da UDN, que hoje defende o time da Caverna do Ostracismo.

O motivo da troca foi o medo da virada.
Apesar de estarem em desvantagem, os jogadores do Estrela Vermelha estavam ganhando simpatia do publico por conta da feroz perseguição que sofriam do time da UDN, da imprensa e dos juízes.

TODO MUNDO SABE: As reclamações do  time do Estrela Vermelha não comovem os juízes indicados por JB.

TODO MUNDO SABE: As reclamações do time do Estrela Vermelha não comovem os juízes indicados por JB.

A ameaça de chegada de reforços da Itália para o time do Estrela Vermelha teria desencadeado o pavor em JB, que decidiu que ele agora é também o Supremo Selecionador de Juízes da Nação.

A medida moralizante do revolucionário herói udenista preocupa o pres. Zezinho pelo sucesso que pode fazer, podendo gerar tanta empolgação nas hostes udenistas que impeça sua natural e inquestionável candidatura a ocupar o lugar no Planalto sempre deveria ter sido seu.

JB está se dando muito bem com os velhos amigos de Tancredo Neves.

JB está se dando muito bem com os velhos amigos de Tancredo Neves.

A justa iniciativa do novo amigo de todas as horas de Tancredo Neves também preocupa outros segmentos da nação, que temem que o Mini JB interfira na arbitragem da revanche do jogo UDN x Brasil, no qual a UDN foi derrotada em 2010. O novo jogo será disputado em outubro de 2014.Inclusive, há rumores no camarote do homem forte da Juventude da UDN (JUDN), Sr. L. Hulk, de que JB pretende ser o capitão da UDN nesses jogos.

Aprovação
Apesar dos protestos, os poderes constituídos não questionam a medida do Mini JB.

Segundo o Pres. do STF, Min. Merdoval Pedreira, a medida do Mini JB é totalmente amparada no direito udenista e foi aprovada pelos seus patrões e, em consequência, pelos eleitores infantis paulistas, que comemoraram a mudança do juiz.  Em Higienópolis JB tem forte apoio à sua intenção de mudar o formato do torneio UDN X Estrela Vermelha para mata-mata.

IMPOSSÍVEL:  Elementos nocivos ao país falsificaram capa da revista mais vendida para prejudicar JB.

IMPOSSÍVEL: Elementos nocivos ao país falsificaram capa da revista mais vendida para prejudicar JB.

Na imprensa, o apoio dos principais jornalistas de programa também é incondicional. Em programa ao vivo na Rede UDN de Comunicação ouviu-se o seguinte diálogo:

APRESENTADOR: O JB trocou o juiz no meio do jogo. Pode isso, Arnaldo?
– COMENTARISTA: A regra é clara, mas a gente sempre dá um jeitinho.

Imediatamente, o ex-intelectual FHC mandou uma mensagem patriótica pelo twitter para o programa, dizendo que qualquer juiz serve, desde que seja contra o PT. A frase do ex-pensador e colecionador de deputados foi lida no ar pelo apresentador e levou às lágrimas o público.

juizmet

QUADRILHA: A UDN sempre gostou de selecionar bem os juízes do concurso de danças nas suas festas juninas.

Comentário da tia Carmela
Uma vez, lá na Mooca, os moleques da turma da Av. Paes de Barros, que eram os riquinhos do bairro, desafiaram os outros moleques do Grupo Escolar para um jogo contra. O jogo foi no campinho do Paulista da Mooca. Quando souberam do jogo, o Zezinho se ofereceu para ser o técnico do time da Paes de Barros, e o João Batista, um moleque que era o capacho dos riquinhos, se ofereceu para ser o juiz do jogo. No sábado, quando foram jogar, o João Batista apareceu com uma roupa toda preta e um apito reluzente, que tinha ganho de presente dos capitães do time da Av. Paes de Barros, os filhos do seo Roberto Marini. Logo de cara, o João Batista expulsou alguns dos melhores jogadores do time do Grupo Escolar sem eles terem feito nada. E por aí foi, não marcava as faltas que os moleques da Paes de Barros faziam, deixavam eles fazerem gol que não valia e, no final, resolveu expulsar o time inteiro do Grupo Escolar. O jogo terminou em uma pancadaria danada. O Zezinho, como sempre, fugiu. O João Batista, que não era bobo, fugiu para o outro lado e ficou uns dias sem aparecer na escola. Quando voltou, ninguém mais quis ser amigo dele. Ele acabou largando a escola. Nem sei o que foi feito dele.


Após sucesso entre bem-nascidos, JB é convidado por Tancredo Neves a ser seu vice

18 de novembro de 2013
jB aceitou o convite emocionado, mas o pres. Zezinho acha que só vai trazer dor de cabeça.

CUIDADO: JB aceitou o convite emocionado, mas o pres. Zezinho acha que só vai trazer dor de cabeça.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, recebeu uma péssima notícia na manhã de hoje: o anúncio do convite de Tancredo Neves (UDN-RJ) ao popular JB (PST do F-DF) para ser o candidato a vice-presidente de sua chapa.

O Presidente de Nascença avalia que JB dará uma dose extra de animação à combalida candidatura de seu desafiante nas hostes da UDN. Como sempre, fazendo coro, vários comentaristas políticos de programa ligados à UDN afirmaram que a presença de JB fará com que Tancredo Neves entre mais turbinado ainda na disputa.

A UDN mostrou-se dividida. Dos profundos e gosmentos esgotos da Caverna do Ostracismo, fundos, surgiram boatos de que o ex-pensador FHC considera que JB não será uma boa companhia para Tancredo Neves. Até hoje, O Faraó das Alterosas sempre andou com loiras que o deixavam mais simpático. O solerte colecionador de deputados teme que JB mude a personalidade de Tancredo Neves e que sua presença em altas taxas transforme o simpático conversador de Ipanema em um sujeito agressivo, arrogante e autoritário. Entretanto, esta suspeita pode ser infundada: segundo especialistas consultados, cada um reaje ao JB de um jeito. A maioria fica mansinha, mansinha, e concorda com tudo. Outros também abaixam a cabeça, mas é porque dormem. Apenas uma pequena parte reage com agressividade.

SEMPRE ALERTA: O Ministro da Justiça, que gosta de assistir de camarote JB fazendo das suas, já determinou a criação de uma Delegacia da Mulher no Palácio do Jaburu

SEMPRE ALERTA: O Ministro da Justiça, que gosta de assistir de camarote JB fazendo das suas, já determinou a criação de uma Delegacia da Mulher no Palácio do Jaburu

As mesmas fontes do Retiro do Udenista relataram que o ex-intelectual FHC, ao fim, aceitou a novidade: “serve qualquer um, até um serviçal, se for para derrotar o PT e fazer o Lula parar de receber títulos de doutor honoris causa”.

Preocupado com a virada do usurpador da UDN, o pres. Zezinho ligou para o líder da UDN no Supremo, Gilmar Dantas. Explicou ao grande libertador que acha que Tancredo Neves está dirigindo a UDN sem responsabilidade e, agora que não larga o JB, a coisa vai ficar mais irresponsável ainda.  Gilmar Dantas procurou acalmar o Almirante do Tietê e acionou o ministro Fucks Peito de Aço, que prometeu resolver o problema, mas isso não tranquilizou o pres. Zezinho: “esse aí me troca pela primeira festinha que fizerem para ele”, teria dito o Maior dos Filhos da Mooca.

O lançamento da candidatura de JB a vice de Tancredo Neves também preocupa a chapa do núcleo de piscicultura da UDN, que também tentou atrair JB. Entretanto, motivos religiosos ainda não explicados levaram ao veto a seu nome pela consultora da Natura que trabalha com o grupo.

Convite
Segundo fontes da ala mineira da UDN, o convite a JB teria sido feito em recente balada onde se encontraram os dois grandes filhos da Gente de Minas. O evento ocorreu no camarote de L. Hulk, o novo homem forte da JUDN (Juventude da UDN), que apresentou Tancredo Neves a JB entre os aplausos do público que gritava: vira vira vira, virou!

Importantes ditadores vieram prestigiar o encontro de Tancredo com JB.

SUCESSO: Importantes ditadores vieram prestigiar o encontro de Tancredo com JB.

Segundo relatos de udenistas globais presentes, imediatamente o carismático senador ipanemenho afeiçoou-se ao novato nas baladas globo-udenistas e não largava mais dele. Este, por sua vez, logo assimilou os costumes da turma e não saiu mais da boca do povo udenista bem-nascido. Desnecessário dizer o quanto Tancredo Neves ficou alegre, tendo que ser levado para casa por sua irmã, que lhe deu café amargo e banho frio, como sempre.

Ao presenciar o encontro, a veterana jornalista Hipólito da Costa chegou a tentar gravar um programa para saldar o fabuloso blend do importante líder udenoplayboy com o emergente empresário imobiliário transnacional. Não foi possível, porque a provecta etanojornalista teve dificuldades para se levantar da mesa. A partir de um certo ponto, sua presença tornou-se inconveniente e teve de ser retirada do camarote aos berros: “É isso aí, Tancredo! Eu já provei o JB e é um trem bão demais da conta, como vocês dizem lá em Ipanema!”

QUADRILHA: A UDN já está ensaiando a dança no local onde fará a festa junina em 2014.

QUADRILHA: A UDN já está ensaiando a dança no local onde fará a festa junina em 2014.

Comentário da tia Carmela
Lá na Mooca, tinha um menino, o João Batista, que vivia querendo ficar amigo da turma da Avenida Paes de Barros, que eram os riquinhos do bairro. Pra ficar amigo deles, o João Batista fazia tudo o que mandavam, inclusive bater nos meninos menores. Uma vez, tinha um menino, que também se chamava Zé, mas não era o Zezinho, que estava muito doente e tinha que tomar remédio várias vezes ao dia, coitado. Os moleques riquinhos da turma da Paes de Barros não gostavam do Zé, porque o Zé enfrentava eles, defendia os meninos menores das maldades e contava os podres deles para todo mundo. Aí eles pegaram o João Batista e disseram: “Queremos que você dê uma lição no Zé pra gente. Invente que ele fez alguma arte e dedure ele para a diretora da escola. Quando a diretora puser ele de castigo, você pega os remédios dele e esconde, para ele não tomar. Se você fizer isso, nós deixamos você ir na festa que vamos dar no sábado.” O João Batista fez tudo o que os moleques mandaram, contou uma mentira para a diretora e o Zé foi pro castigo e, sem os remédios, passou muito mal e quase morreu, mas o João Batista só pensava na festa dos riquinhos. No dia da festa,  ele pôs a roupa de missa e foi para a casa do seo Roberto Marini, que era o pai de um dos moleques, onde era a festa. Era uma casa no lado direito de quem sobe, mais ou menos na direção da Rua Madre de Deus. Era uma casa bonita, de estilo antigo, de dois andares, com uma espécie de torre pontuda em cima, acho que está lá até hoje, mas está meio judiada. Quando tocou a campainha e a mulher do seo Roberto Marini foi ver quem era, o filho do seo Robeto Marini gritou para a mãe: “não abre, mama, que esse é só o moleque que limpa as galochas da gente quando a gente chega na escola em dia de chuva”. O João Batista foi embora pra casa chorando. O Zezinho (não o Zé, mas o Zezinho de quem eu sempre conto as histórias) era amigo dos riquinhos e espalhou o vexame para todo mundo na escola. Como ninguém tinha gostado da desumanidade que ele tinha feito contra o Zé, a escola inteira fez piada do João Batista por uma semana, e ninguém mais quis ser amigo dele. Ele acabou largando a escola. Nem sei o que foi feito dele.


Ciência udenista: Pres. Zezinho influencia campo magnético da Terra

9 de agosto de 2012

OBRIGADO! O pres. Zezinho é a última esperança para nos livrar da terrível tempestade de raios vermelhos cósmicos.

O campo magnético da Terra, indispensável à existência da vida, é mais uma das contribuições do Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, ao engrandecimento da Pátria e da Humanidade.

Sempre modesto, o Presidente de Nascença sempre evitou que esse segredo vazasse para o público, e o mantinha guardado no mesmo cofre onde seu priminho Preciado costuma guardar uns documentos.

Entretanto, em um arroubo de admiração e quase veneração, seu assessor para assuntos propinoviários, Sr. Paulo Caixa Preta Dois, não se conteve e revelou ao público que o Almirante do Tietê possui inauditas propriedades magnéticas.

ASTROMAGNETISMO: Os cientistas da UDN estão pesquisando a capacidade do pres. Zezinho de atrair estrelas decadentes.

Segundo as declarações recentes desse prócer do financiamento udenista, o magnetismo do Maior dos Filhos da Mooca teria sido empregado por ele para guiá-lo em seu trabalho como dirigente da estatal paulista DEPRA – Desenvolvimento Propinoviário S.A.

Em suas viagens pelo estado para fiscalizar as obras propinoviárias, o Sr. Paulo Caixa Preta Dois orientava-se pelo campo magnético emanado pelo pres. Zezinho: “ele era minha bússola, quando eu estava na direção da DEPRA”.

 Graças a essa propriedade do Grande Líder da Nação, o Sr. Paulo Caixa Preta Dois sempre conseguiu encontrar os melhores caminhos para as obras propinoviárias a seu cargo, como a obra do Roubanel e a ampliação da Av. Marginal Serra.

Todas, é claro, foram feitas tendo o norte  fornecido magneto-propinoviariamente pelo Presidente de Nascença.

Ou seja, em São Paulo, todos os caminhos propinoviários levam ao pres. Zezinho.

Blindagem

Estudos desenvolvidos pelo grande físico José Goldenmerd (GOLDENMERD, 2012) comprovam as afirmações do Sr. Paulo Caixa Preta Dois. O eminente líder da ala científica da UDN foi além: o pres. Zezinho desempenha papel fundamental para a manutenção do campo magnético do planeta, sem o qual não poderia existir vida, pois ele funciona como uma blindagem que repele a radiação solar.

SILÊNCIO: Os cientistas da UDN recusam-se a comentar a enorme atração do pres. Zezinho sobre a Srta. Francine De L’Herbe (DIREITA).

Isto confirma a tese já apresentada por outros pesquisadores (RIBEIRO JR., 2011) de que o pres. Zezinho teria um enorme poder de repulsão, com seu magnetismo funcionando como uma blindagem contra denúncias. Essa mesma propriedade também protegeria a casa do pres. Zezinho que, a despeito dos constantes vazamentos, ainda não caiu.

Outros autores (NASSIF, 2012 e ROSÁRIO, 2012), têm demonstrado que a capacidade de repulsão do Maior dos Homens Públicos estaria sofrendo uma mutação e, ao invés de repelir ameaças, o estaria deixando vulnerável a ataques por meio de artefatos de papel. Também estaria repelindo indevidamente parte dos eleitores infantis paulistas, sempre fiéis ao Almirante do Tietê.

Heroísmo

Mas parece que as contribuições do pres. Zezinho não param por aí. Dos nauseabundos esgotos da Caverna do Ostracismo têm escorrido outras versões.

EXEMPLO EDUCATIVO: O pres. Zezinho é um modelo para os eleitores infantis paulistas.

Segundo fontes científicas da UDN, o Maior de Todos os Brasileiros realizou um grande ato de heroísmo magnético há 39 anos. Ao deixar o Chile após concluir obter seu diploma de enologia na Universidad Concha y Toro, o pres. Zezinho, abnegadamente, preferiu ir para os EUA e não para a Europa.

Mantendo-se mais ou menos na mesma longitude (ou seja, no mesmo fuso horário), evitou uma catástrofe. Uma mudança de sua localização no sentido longitudinal poderia tornar oblíquo o eixo do campo magnético da terra, alterando a localização dos pólos e gerando um desastre climático de graves consequências.

Outros udenistas comentam à boca pequena que as capacidades magnéticas do pres. Zezinho são tão fortes que ele é capaz de atrair materiais sobre os quais os ímãs normais não têm capacidade de atração. Como exemplo, citam que o magnetismo do Presidente de Nascença foi capaz de atrair para São Paulo cachoeiras localizadas em Goiás.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: Importantes autoridades do MPE – Magnetismo Público Eleitoral também estão submetidas à magnética influência do pres. Zezinho e levarão um pratinho de curau para a festa junina da UDN.

O Zezinho sempre gostou de brincar com ímãs. Uma vez, ele arrumou dois ímãs e colocou nas luvas que usou para ir à escola, era inverno e ele usou umas luvas de lã que a mãe dele tinha feito. Na hora do intervalo, os moleques iam comprar doce na cantina, cada um com suas moedinhas. O Zezinho mandou os moleques segurarem as moedinhas na palma da mão e começou a contar vantagem, dizendo que apostava que tinha o superpoder de atrair as moedinhas com as mãos. Aí ele ia passando a palma da mão sobre as mãos dos moleques e as moedinhas grudavam nas mãos dele. Ele encheu o bolso. Só que um menino ficou muito triste porque o Zezinho tomou a moedinha dele e foi contar para o irmão, que já estava no ginásio. O irmão logo entendeu qual era o truque e, no dia seguinte, esperou o Zezinho na saída da escola e fez ele devolver as moedinhas dos moleques todos. Só o Reinaldinho Cabeção que não quis que ele devolvesse, e falou: pra mim você não precisa devolver, Zezinho; eu acredito nos seus superpoderes magnéticos. Quando o pai do Reinaldinho Cabeção soube, deu uma coça no moleque para ele deixar de seu trouxa, mas o ele continuou repetindo, enquanto apanhava, que o Zezinho tinha superpoderes.