Senado: O Mais Preparado dos Brasileiros busca refúgio em Brasília

30 de setembro de 2014
ELEGÂNCIA: O pres. Zezinho Já está fazendo as provas para ajustar o Manto da Impunidade Parlamentar às  medidas da conta de sua filhinha.

ELEGÂNCIA: O pres. Zezinho já está fazendo as provas para ajustar o Manto da Impunidade Parlamentar às medidas da conta de sua filhinha.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, escapou hoje de seu valhacouto na Caverna do Ostracismo, fundos.

O Presidente de Nascença ganhou as ruas de Higienópolis com a ajuda de milhares de eleitores infantis paulistas, indignados com sua triste situação, perseguido pela corja vermelha que não compreende seus modernos métodos de gestão.

Apoiada por detratores da empresa comunista Siemens e pela justiça da República Bolivariana da Suíça, a Conspiração Bolchevique Internacional acusa o Mais Honesto dos Homens Públicos de ser um dos líderes da Turma do Trensalão, grupo humorístico que desviou cerca de 1,5 bilhão de panetones do metrô de S. Paulo.

ORGULHO: O pres. Zezinho é um dos responsáveis pelo maior orgulho dos eleitores infantis paulistas, o Propinoduto Tucano, ligando a sede da UDN aos bancos suíços e caribenhos.

ORGULHO BANDEIRANTE: O pres. Zezinho é um dos responsáveis pelo maior orgulho dos eleitores infantis paulistas, o Propinoduto Tucano, ligando a sede da UDN aos bancos suíços e caribenhos.

A ímpia falange castrista conseguiu, inclusive, forçar a Polícia Federal a convocar, a contragosto, o pres. Zezinho para depor em inquérito que apura essa farsa. Como sempre camaradas, os policiais federais marcaram o depoimento`para depois das eleições, para não prejudicar o feliz congraçamento do Almirante do Tietê com seu eleitorado infantil.

Segundo fontes do que resta da UDN, o plano do Maior dos Filhos da Mooca é buscar  novo esconderijo no Senado Federal, onde estará abrigado sobre o manto mágico da impunidade parlamentar.

CARINHO: Os eleitores infantis paulistas sabem que estão no coração do pres. Zezinho.

CARINHO: Os eleitores infantis paulistas sabem que estão no coração do pres. Zezinho.

Gratidão
O pres. Zezinho está sendo ajudado por milhares de  eleitores infantis paulistas, gratos  por tudo de bom que ele e demais governadores da UDN fizeram pelo estado em termos de abastecimento de água, educação, saúde, segurança pública, transporte, e cordialidade policial.

Essas realizações da UDN. ao longo de 20 anos, fizeram muitos parisienses e londrinos roerem-se de inveja dos paulistas. Diariamente, milhares de imigrantes clandestinos vindos de Berlim, Copenhagen, Nova Iorque e Amsterdam são barrados no aeroporto de Cumbica, em busca de uma vida melhor na civilizada locomotiva udenista da Nação. Os paulistanos, no entanto, só aceitam os que chegam de Estocolmo, por uma questão de afinidade.

QUADRILHA: Tancredo Neves e Aloysio 300 mil prometem uma grande festa junina com dança e tudo para receber o pres. Zezinho no Senado.

QUADRILHA: Tancredo Neves e Aloysio 300 mil prometem uma grande festa junina com dança e tudo para receber o pres. Zezinho no Senado.

Assim como ele, seu colega de UDN e de Turma do Trensalão, Geraldinho do Vale, goza de grande popularidade na Paulicéia, por liderar a resistência ao petismo e aos direitos humanos na cosmopolita metrópole, e tem feito das tripas alheias coração para ajudar o pres. Zezinho a ir para o Senado e fazer companhia a seu inseparável amigo Tancredo Neves.

 

Comentário da tia Carmela
O Zezinho sempre gostou de aprontar e depois arrumar um jeito de se esquivar. Uma vez, quando ele ainda estava no grupo escolar, ele entrou na sala onde estavam as prendas para a festa junina e pegou todos os carrinhos para ele. No dia seguinte, teve eleição para monitor da sala e ele foi eleito. Quando a diretora foi na classe dele perguntar quem tinha pego os carrinhos, ele logo falou: eu não fui, porque eu sou monitor, então sou bem comportado. E ficou por isso mesmo…

Anúncios

Boneca inflável da UDN vira musa da democracia paraguaia

7 de julho de 2012

MODELO PARA AS AMÉRICAS: Secundada pelo capataz Monfranco, a boneca inflável prometeu à TV local total que a UDN lutará até o último centavo contra a entrada da Venezuela no Mercosul

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, enviou  hoje mensagem a Disneylândia, avisando que a missão enviada pela UDN para saudar o novo capataz do Paraguai foi um sucesso.

Prometida há alguns dias pelo Presidente de Nascença, a missão udenista foi a primeira delegação internacional a prestar homenagem à nova era da democracia paraguaia.

O objetivo da missão da UDN foi levar a solidariedade dos moradores da Caverna do Ostracismo ao recém-empossado capataz da República Transgênica do Paraguai, sr. Francisco Monfranco.

HOMENAGEM A STROSSNER: A boneca inflável da UDN depositou flores no túmulo do grande ícone da democracia paraguaia.

A missão da UDN ao país irmão foi chefiada pela líder da ala das bonecas infláveis da UDN, Bianca Dias.

Toda catota, a boneca inflável exibiu seu novo visual na recepção de gala oferecida pelo capataz. Sabedora de sua responsabilidade, trocou a cor do cabelo e botou um botox novo.

O poeta romano Virgílius também integrou a missão, e fez uma leitura dramática da nota oficial da UDN apoiando o golpe que levou o capataz ao poder.

Aplaudidíssimo, Virgilius chorou ao final da leitura do poema, sendo consolado pelo proconsul Agripinus, que aproveitou para propor ao novo capataz um negocinho de inspeção veicular em Ciudad del Este.

SEGREDOS UDENISTAS: O pres. Zezinho (DIREITA) não abre mão dos segredos que a Srta. Francine De L’Herbe constuma dizer aos seus ouvidos.

Estiveram presentes todos os altos dignitários da terra de Yparacai, exceto o zagueiro palmeirense Román e a principal autoridade do país, o Gerente Geral da Monsanto no Paraguai. Ele havia prometido participar do evento, mas acabou não indo porque teve que levar seu cachorro para passear.

Mal estar

No início da solenidade, uma gafe do cerimonial paraguaio quase pôs tudo a perder.

O mestre de cerimônias leu errado o nome da boneca inflável, confundindo-a com a Srta. Francine De L’Herbe, candidata-auxiliar do Mais Preparado dos Brasileiros na eleição deste ano.

As negociações iniciais da visita consideravam que a delegação da UDN seria chefiada pela Srta. Francine De L’Herbe, daí a falha. A boneca inflável foi escolhida porque o pres. Zezinho recusou-se a autorizar a ida de sua assessora para assuntos de downloads e uploads, por conta das eleições municipais, que demandarão seu infatigável trabalho de menina de recados do Maior dos Filhos da Mooca.

O capataz Monfranco ficou decepcionado e comentou com alguns capangas: “me gustaba mas que hubiese venido la De L’Herbe; es demócrata igual que nosotros y esta mejor que esta muñeca inflable, que tiene tan demasiado botox, que ya no se le queda firme em la cara”.

MODÉSTIA: A boneca inflável louvou a sabedoria dos donos do Paraguai em não ter imposto de renda no país: “pelo mesmo motivo, eu não costumo declarar minhas fazendas”.

Resolvido o mal-estar, o capataz mostrou-se gentil e encantado com os dotes democráticos da boneca inflável, a quem fez outorgar o título de Musa da Democracia Paraguaia. A boneca inflável quase estourou de satisfação.

OBEDIÊNCIA e ORGULHO: A boneca inflável da UDN atendeu aos apelos de seu líder.

Agenda oculta

Logo após o anúncio do sucesso da missão, notícias desencontradas começaram a correr. Dos caudalosos esgotos fétidos da Caverna do Ostracismo jorravam versões que diziam que havia um objetivo oculto na viagem da delegação chefiada pela boneca inflável.

Algumas fontes udenistas afirmam que a delegação tinha como objetivo real tomar algumas aulas de democracia para reproduzir em sua volta ao Brasil.

Outras fontes com trânsito e tráfico na Caverna do Ostracismo asseguram que a viagem, na verdade, foi para tratar de detalhes de uma operação secreta da UDN, liderada pelo Almirante do Tietê: a operação Caracu.

A operação tem como objetivo permitir o  estabelecimento do Acordo Caracu EUA-América do Sul, no qual os EUA entrariam com a primeira parte.

O acordo seria uma versão ampliada do Acordo Caracu EUA-Brasil, que tem sido sistematicamente boicotado pelos usurpadores do planalto. Neste acordo, o Brasil entraria com a retaguarda.

QUADRILHA: O capataz prometeu participar de uma festa junina quando for visitar o Brasil no futuro governo do pres. Zezinho. Ele e seus capangas Já estão ensainado para participar da dança típica.

A adesão do Paraguai é considerada vital pelo diretor do departamento de Acordos Caracu da Disneylândia, Sr. Ricardo Zúñiga. Ao que parece, o novo capataz paraguaio já antecipou que a parte paraguaia do acordo já está à disposição, e só espera os EUA entrarem logo com sua parte, que será a mais dura.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho sempre gostou de gente sem nenhuma noção do ridículo.


Pres. Zezinho empolga a UDN: vamos avançar sobre São Paulo!

24 de junho de 2012

O pitta de estimação do pres. Zezinho empolgou-se com o clima da convenção e tentou avançar sobre o potinho de ração do Cachorro-Lagosta, que reagiu com fúria.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, acaba de ser aclamado candidato da UDN à prefeitura de São Paulo.

Com isso, o Presidente de Nascença terá a oportunidade de fazer uma divertida campanha-treino neste ano, preparando-se para a revanche Brasil-UDN em 2014.

A decisão do Maior dos Filhos da Mooca de aceitar a incumbência de dirigir a Locomotiva da Nação encheu de júbilo os eleitores infantis paulistas, que saíram às ruas para comemorar.

AMOR AO VERDE: Cotado para vice, o clone do Sr. Eduardo Jorge tem 200 mil razões para continuar na prefeitura.

Em seu emocionante discurso, o  Maior dos Homens Públicos assegurou que, nos 16 meses de seu futuro governo, continuará a obra de seu pitta de estimação, aprovada pela unanimidade dos orgulhosos paulistanos.

Questionado por um jornalista (já devidamente demitido) por que ficaria apenas 16 meses na prefeitura, o pres. Zezinho disse: eu não preciso de mais tempo do que isso para corrigir os problemas da cidade.

Empolgação

O Homem Que Já Nasceu Presidente comprometeu-se solenemente a  garantir que a UDN continue avançando sobre a riqueza de S. Paulo.

Os udenistas vibraram quando o Almirante do Tietê puxou a nova palavra de ordem da UDN: “Vamos continuar a avançar sobre São Paulo!”

As  finanças municipais serão uma das prioridades do governo do Maior de Todos os Economistas, que já escalou seu assessor para assuntos propinoviários, sr. Paulo Caixa Preta Dois, para avançar sobre as finanças do município.

APETITE UDENISTA: Os convencionais udenistas precisaram de poucos segundos para devorar o lanchinho que foi servido.

Outra prioridade serão os transportes. O Mais Inteligente dos Humanos declarou que não perderá tempo expandindo o sistema de ônibus e avançará sobre mais áreas verdes desnecessárias para construir novas avenidas, como fez na ampliação da Av. Marginal Serra.

LENHA NA FOGUEIRA: O pres. Zezinho prometeu que vai queimar etapas para completar o trabalho de seu pitta de estimação no avanço sobre as favelas de SP.

As favelas serão outra preocupação de seu governo. Em discurso inflamado que incendiou a convenção, disse que a UDN continuará a avançar sobre as favelas, em um ritmo quente e fogoso, garantindo um revolucionário sistema de aquecimento aos moradores.

O ponto alto da solenidade deu-se quando O Mais Correto dos Homens Públicos também prometeu avançar sobre o patrimônio público municipal, através de um programa de privatizações de imóveis, empresas e serviços públicos  conduzido com a mesma honestidade e competência que caracterizou sua passagem pelas privatizações federais.

Nesse momento, o ex-sábio FHC não se conteve e caiu em prantos, dizendo baixinho: “até que enfim alguém aqui reconheceu minhas obras”.

QUADRILHA: Os eleitores infantis paulistas fizeram uma bela festa junina para alegrar a convenção da UDN.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho sempre gostou de avançar sobre as coisas dos outros.  Quando  ele era criança, na Mooca tinha várias pessoas que faziam festa de Cosme e Damião. No dia dos santinhos, elasdistribuíam doces para a molecada.  Nesse dia, o Zezinho ficava muito assanhado. Ele se oferecia para ajudar na distribuição.  Aí, tudo mundo dizia: “como o Zezinho é bom menino, ajuda a distribuir os doces”.  Ele organizava tudo bem organizadinho numa mesa na calçada. Só que, na hora de distribuir, ele mesmo avançava sobre a mesa e pegava quase tudo pra ele e deixava as outras crianças só com um pirulito cada. Depois, mandava o Reinaldinho Cabeção sair espalhando pelo bairro: “o Zezinho é muito honesto e muito competente, distribuiu os doces direitinho”.


Pres. Zezinho troca a Parada Gay por passeio em NY

11 de junho de 2012

TRIBUTE: Pres. Zezinho recebeu homenagem de esportistas em NY.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, decidiu esticar seu giro em New York ao lado do novo ideólogo da UDN paulista, Dep. Tiririca.

Com isso, o Presidente de Nascença não teve condições de cumprir a promessa de participar da Parada Gay de São Paulo, neste domingo.

Em nota oficial, o Maior dos Filhos da Mooca minimizou o compromisso anteriormente assumido:  “Era só uma palavrinha que eu tinha dado, dando uma confirmaçãozinha de que eu ia dar uma passadinha na paradinha gay. Coisa sem importância, ninguém vai notar”.

O Maior dos Democratas  escalou para substituí-lo na Parada Gay a Srta. Francine De L’Herbe (UDN-SP), sua  laranja eleitoral para a campanha–treino deste ano.  A Srta. Francine participou daquele desfile de degenerados visivelmente constrangida, contrariando seus valores e crenças tão duramente adquiridos na convivência noturna com o Grande Líder Moral da Pátria Paulista.

Versões desencontradas

O Pres. Zezinho levou umas malas especiais para carregar pacoteiras, presente de seus amigos goianos.

Dos caudalosos esgotos da Caverna do Ostracismo continuam  jorrando versões desencontradas para a ausência do pres. Zezinho.

Alguns dos moradores do Retiro do Udenista atribuíram  a decisão ao desejo do Pres. Zezinho de não desagradar seu conselheiro moral, Pastor $ila$ Malacheia, a quem prometeu acabar com a viadagem, na próxima vez que assumir a prefeitura por uns meses.

Outros udenistas comentaram  que o motivo da permanência do Mais Honesto  dos Brasileiros relaciona-se com malas cheias, mas que é totalmente outro.  Sem entrar em detalhes, apenas observaram que o asessor para assuntos propinoviários da UDN, Sr. Paulo Caixa Preta Dois, foi junto, para carregar a pacoteira que o pres. Zezinho vai trazer.

QUADRILHA: A UDN prefere festa junina a parada gay.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho nunca gostou de parada. Quando ele era criança, lá na Mooca, tinha a parada de 7 de Setembro e os meninos da escola tinham que desfilar. O Zezinho odiava ir e costumava dizer: “se fosse, pelo menos, parada de 4 de Julho, ainda vá lá!”. Uma vez, ele convenceu o Reinaldinho Cabeção de que tinha sido escalado pela professora para ser o D. Pedro I na parada, e que o Reinaldinho Cabeção teria que ser o cavalo do D. Pedro.  Na hora da parada, o Zezinho montou nas costas do Reinaldinho Cabeção e foi assim a parada toda. No final, o pai do Reinaldinho Cabeção estava esperando, muito bravo, e levou o moleque pela orelha até em casa, dizendo: “isso é pra você aprender a não deixar o Zezinho montar em você!.” E o Reinaldinho Cabeção dizia: “mas eu não fiz nada demais…”


Pres. Zezinho vai a New York com Tiririca

8 de junho de 2012

HIGIENÓPOLIS EM FESTA: Os eleitores infantis paulistas comemoraram a entrada de mais um intelectual na campanha do pres. Zezinho.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, fez uma viagem de surpresa para New York, nesta sexta-feira.

O Presidente de Nascença foi à capital financeira mundial acompanhado de seu novo coleguinha, o pensador Tiririca, que é  deputado federal por um partido alugado recentemente pelo pres. Zezinho.

O aluguel do novo partido  foi aclamado em editorial do Jornal Mais Vendido de São Paulo, que afirmou que “a UDN aliou-se a um partido que tem grandes afinidades com suas práticas. Além disso, trazer para a campanha do  Mais Preparado dos Brasileiros um intelectual do porte de Tiririca é fazer justiça à inteligência  dos eleitores infantis paulistas.”

Segundo a versão oficial, o Maior dos Filhos da Mooca foi a New York com seu futuro secretário do planejamento para conhecer os serviços on line da prefeitura.

CONGRUÊNCIA: O ex-sabetudo FHC (direita) deu uma conferência em um circo na Al. Barão de Limeira sobre as afinidades entre a UDN e o partido de Tiririca.

Uma  outra versão, no entanto, circula na Caverna do Ostracismo.

Importantes udenistas que pediram anonimato através de um habeas corpus do Min. Gilmar Dantas asseguram que a passagem por New York é apenas um despiste.

O real motivo da viagem seria  outro: o Maior dos Homens Públicos teria ido levar Tiririca a um ritual de descarrego e iniciação udenista em Coral Gables, Flórida, presidido pelo assessor de Obama para assuntos brasileiros, Sr. Mickey Mouse.

Carona

Mas a verdade pode ser mais complexa.

Outras versões têm vazado dos caudalosos esgotos da Caverna do Ostracismo, fundos.

O sr. Paulo Caixa Preta Dois tem ajudado o pres. Zezinho na prática de esportes radicais.

Vários analistas notaram o fato de que o assessor para assuntos propinoviários da UDN, sr. Paulo Caixa Preta Dois pegou uma carona no jatinho do pres. Zezinho.

Especula-se que o caronista na verdade tenha ido para ajudar a levar uns brindes que o pres. Zezinho ganhou de umas empreiteiras do Robanel.

Segundo informações obtidas em off, a viagem teria relação com esses brindes, sendo que o Maior dos Governantes de S. Paulo teria recebido 10 calendários com lindas fotos de cachoeiras goianas. Generoso, teria ficado com apenas 60% deles e doado os outros para seu pitta de estimação e para o Barão de Pindamonhangaba.

QUADRILHA: A UDN de Goiás está preparando uma linda festa junina para comemorar o retorno do pres. Zezinho dos States.

Ainda não se sabe quantas folhinhas foram repassadas para o sábio Tiririca e seus correligionários, mas é dado como certo que o menino de recados do Presidente de Nascença, sr.  Bob Freire, ficou enciumado com as novas amizades de seu empregador.

Comentário da tia Carmela

Duvido que ele tenha ido apresentar o Tiririca pro Mickey. Quando era criança, lá na Mooca, o Zezinho sempre preferiu o João Bafo-de-Onça.


Pres. Zezinho parabeniza Obama pelo acordo

1 de agosto de 2011

Acordo de Obama só foi possível graças às orientações do pres. Zezinho.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, enviou hoje mensagem ao Sr. Obama, cumprimentando-o pelo sucesso no acordo da dívida dos EUA.

BOM EXEMPLO: O pres. Zezinho elogiou a postura altiva do Imperador na negociação com os republicanos.

Em sua mensagem, o Presidente de Nascença elogiou a sabedoria do Imperador na solução da crise que envolvia o Grande Irmão do Norte.

Segundo o Maior dos Filhos da Mooca, o Imperador tomou medidas corretíssimas previstas na cartilha econômica da UDN.

ECONOMIA: O Imperador jurou que não vai mais gastar dinheiro em bobagem, para sobrar para o essencial.

O Almirante do Tietê manifestou especial satisfação com o compromisso do Imperador com o corte de gastos sociais e com a manutenção de impostos baixos para os mais ricos.

Privadamente, o Maior dos Homens Públicos comentou com seus assessores que faltou apenas a privatização da Estátua da Liberdade e do Capitólio, para a total correspondência com o novo programa da UDN, que prevê a privatização do Oceano Atlântico e do Rio Amazonas.

Conselheiro especial

Fontes da Caverna do Ostracismo, fundos, informaram que o pres. Zezinho teve um papel importante na costura do acordo da dívida dos EUA, atuando como o mais importante conselheiro do Imperador, que chegou a ligar-lhe três vezes no último domingo, em busca de orientações econômicas.

Modesto, o Maior dos Economistas tem procurado manter sigilo sobre sua contribuição, e já recusou o Prêmio Nobel de Economia que lhe foi oferecido nesta manhã.

As mesmas fontes informam que, como prova de gratidão, o Imperador mandou ingressos para a Disneylândia para o pres. Zezinho levar sua filhinha.  O também Imperador agradeceu os conselhos decisivos e prometeu a maior das recompensas para o Presidente de Nascença: voltar à carga para a assinatura do maior dos projetos do  pres. Zezinho, o Acordo CARACU EUA-Brasil, no qual os EUA entrarão com a primeira parte.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: Os eleitores infantis paulistas fizeram uma bela festa junina para comemorar o apoio do pres. Zezinho ao acordo da dívida dos EUA.

O Zezinho sempre gostou de cumprimentar os outros. Uma vez, quando ele estava na escola, ele ficou atiçando dois meninos para  brigarem na saída. Espalhou para todo mundo que o Nicola tinha xingado a mãe e as irmãs do Roberto, filho do Seu Núncio, o jornaleiro. O Roberto foi tirar satisfação com o Nicola, que disse que não tinha feito nada, aí o Roberto foi perguntar pro Zezinho qual era a verdade. O Zezinho, que queria ver os dois brigando porque não gostava do Nicola, que tirava notas melhores que as dele, disse que o Nicola tinha falado sim, e que agora ainda estava espalhando que o Roberto tinha arregado, que ficou com medo de apanhar dele. O Roberto acreditou e esperou o Nicola na saída. O Nicola, que era o mais fraquinho, levou só um tapa e logo saiu correndo e chorando. A molecada toda ficou rindo dele, dizendo que era cagão. Ele ficou com tanto medo e tanta vergonha que nem conseguiu ir à escola no resto da semana.  O Zezinho, então, pegou umas frutas amassadas ou estragadas que o pai ia jogar fora, fez um cesto e colocou um cartão escrito: “Parabéns pela sua coragem. Você é um exemplo para todos nós.”  E deixou na porta da casa do Nicola…


Vidente da UDN-PE derruba embaixador dos EUA no Brasil

7 de julho de 2011

REPÚBLICA DE BANANAS: Assessores de Sarah Palin acusam Pai Jarbas de invocar o Coisa-Ruim.

O Sr. Jarbas Coullet,  motorista pernambucano do Mais Preparado dos Brasileiros. o futuro pres. Zezinho, costuma fazer uns bicos como vidente e curandeiro para defender um extra no fim do mês. Nessas horas, encarna o Pai Jarbas, o esotérico preferido da UDN.

O Presidente de Nascença não apenas tolera a dupla jornada do Sr./Pai Jarbas, como se  tornou cliente, depois dos problemas que teve com um astrólogo picareta.

ACERTO: Pai Jarbas também previu que a família de Mr. Sobel jamais teria um ladrão.

Além de usar os serviços do Pai Jarbas, o Almirante do Tietê o indica a seus amigos que estão precisando de uma forcinha para desatar nós. Mas nem sempre isso dá certo.

Foi o que revelou o famoso site de fofocas da Disneylândia, TititiLeaks. Segundo o noticioso de fontes secretas, um mal atendimento do Pai Jarbas provocou a queda do  ex-embaixador dos EUA no Brasil, em 2006, em uma intricada trama internacional.

O diplomata estadunidense Clifford Sobel estava angustiado  com a resistência do então usurpador do planalto à assinatura do Acordo CARACU EUA-Brasil, que havia sido brilhantemente concebido pelo pres. Zezinho. O plano do Maior dos Homens Públicos era que o Brasil entrasse com a segunda parte do acordo.

Preocupado com o progresso nacional e a segurança hemisférica, o Grande Estadista da Mooca aconselhou Mr. Ambassador a consultar-se com Pai Jarbas.

SURURU: Caetano, o cozinheiro da Caverna do Ostracismo, preparou um sururu com leite de coco para o jantar que arruinou a carreira de Mr. Sobel.

O encontro secreto aconteceu em um jantar reservado na Caverna do Ostracismo, do qual também participaram o pres. Zezinho e o ex-intelectual FHC.

Na consulta, Pai Jarbas fez a leitura de vísceras de caranguejo e previu que a UDN seria bem sucedida em fazer o usurpador do planalto assinar o Acordo CARACU EUA-Brasil, na qual os EUA entrariam com a primeira parte.

O pres. Zezinho ficou muito invocado ao ouvir essa previsão e gritou para Pai Jarbas: “Não pode ser! Sou eu quem vai assinar o Acordo CARACU EUA-Brasil, no qual o Brasil vai entrar só com a retaguarda!”

TRAGÉDIA: Pai Jarbas também previu o terremoto do Chile, mas o adido cartográfico do país irmão não estava prestando atenção na hora do aviso.

A situação desatou uma rumorosa discussão, a muito custo contida pelo ex-sábio FHC, que argumentou com seus correligionários: “Pas comme ça! Ce n’est pas possible!  Le gringo pensera qui nous sommes des sauvages!”

De volta a embaixada, ainda sob o efeito torturante do sururu, Mr. Sobel enviou um telegrama para Washington dizendo “A consulta com o tal Pai Jarbas foi uma selvageria da qual ainda não me recuperei. Tanto que escrevo este telegrama de uma área menos nobre da embaixada. De qualquer maneira, tanto o Pai Jarbas, quanto o  Pres. Zezinho e o ex-alguma coisa FHC garantiram que vai ser fácil fazer o Brasil entrar com a segunda parte do Acordo CARACU EUA-Brasil.”

Entretanto, não foi isso o que aconteceu. Irritada com o fracasso, a Hillary da época, Mrs. C. Rise, demitiu Mr. Sobel, que foi tentar a vida no comércio de artigos finos para cavalheiros em Miami, também sem muito sucesso.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: O jantar terminou em uma bela festa junina em homenagem ao Acordo CARACU EUA-Brasil.

O Zezinho sempre gostou de sururu.  Às vezes, ele e o Reinaldinho Cabeção iam brincar com o Raimundinho, que era  filho de um casal de  pernambucanos que morava perto da casa dele. Num desses dias, a mãe do Raimundinho estava fazendo sururu e ofereceu para os moleques. Aí o Zezinho disse para o Reinaldinho Cabeção que era bom colocar bastante pimenta, e despejou meio vidro no prato do Reinaldinho Cabeção. O moleque comeu o sururu com pimenta e começou a passar mal. O Zezinho ria e gritava: “sururu, sururu, no dos outros é refresco!”  e completava com um nome feio que rimava com sururu.