Manifestações revelam as reservas morais da Nação

13 de abril de 2015
CORAGEM: As novas lideranças da UDN denunciaram a participação do PT no maior atentado que a Pátria já sofreu.

CORAGEM: As novas lideranças da UDN denunciaram a participação do PT no maior atentado que a Pátria já sofreu.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o senador e futuro presidente Zezinho, está muito feliz com o resultado das manifesações deste domingo pelo impeachment da usurpadora do planalto.

Ainda que os números de manifestantes tenham caído muito em relação à última vez, nesta ocasião o Presidente de Nascença ficou feliz por ver que os eleitores infantis paulistas continuam fiéis à UDN e a seu ideário, especialmente a revogação da Lei 3.353 e a assinatura do Acordo Caracu EUA-Brasil, no qual o Brasil entraria com o petróleo e a retaguarda.

O Almirante do Tietê não participou das manifestações, mas comoveu-se ao ver que os eleitores infantis paulistas, sempre bem informados, souberam prestigiar seus líderes, tanto antigos como novos.

Uma fonte da Caverna do Ostracismo forneceu uma lista desses respeitados líderes udenistas. Foi preciso usar um alfabeto inteiro para apresentar os grandes patriotas que lutam contra a corrupção petista e pretendem levar o Brasil de volta ao caminho do bem e da obedência ao FMI.

As 26 reservas morais da nação

a) O senador que estava muito ocupado tirando o pó da sala e maldosamente disseram que ficou escondido para não aparecer no fiasco que convocou em Belo Horizonte.

b) O velho coronel potiguar que acrescentou à sua capivara 1 milhão de suborno na Lava Jato, mas foi um engano.

c) O empresário do ramo de locais para diversão masculina adulta que tem medo que o Brasil se torne a nova Cuba, e que nunca subornou ninguém no governo ou na polícia.

PUTARIA: Os eleitores infantis paulistas sabem que podem confiar no principal empresário do sexo remunerado para promover a reforma moral do país.

PUTARIA: Os eleitores infantis paulistas sabem que podem confiar no principal empresário do sexo remunerado para promover a reforma moral do país.

d) O sindicalista que ficou rico vendendo sindicatos e votou a favor da terceirização, e que tem um correligionário que tem um helicóptero no qual acidentalmente foram colocados 450 kg de cocaína.

e) O herdeiro de um negócio de desmanche de carros roubados que pode ser considerado um grande filósofo em qualquer campeonato de playstation.

f) O governador tucano com uma infelicidade na família que fez com que tivesse um primo preso no meio de uma série de escândalos em seu governo.

g) A pessimista jornalista econômica que não acerta uma previsão há 12 anos, mas não perde seu emprego por ser muito competente no serviço que presta a seus patrões.

h) O líder empresarial que é reconhecido como gênio da gestão e da competitividade, o que faz com que tenha o direito de dizer como o governo deve ser gerido, e que foi invejosamente criticado por dar uns agradinhos por aí para não pagar imposto.

i) A famosa atriz que faz campanha contra Bolsa Famìlia, mas luta arduamente por seu direito a receber 13 mil reais por mês do Estado como pensão de seu pai, e por isso vê-se obrigada a ocultar seus casamentos.

j) O diretor de banco que, ofendido em seus brios, acertadamente não perdoa a usurpadora do planalto por ter baixado os juros.

DESPEITO: O animador de bailes da saudade da  Caverna do Ostracismo criticou a ausência de seu nome na lista, mas quem não tem competência não se estabelece.

MERITOCRACIA: O animador de bailes da saudade da Caverna do Ostracismo criticou a ausência de seu nome na lista, mas quem não tem competência não se estabelece.

k) O herdeiro de jornal falido que carrega cartaz ofendendo país vizinho (“Foda-se Venezuela”) que é um ninho de comunistas comedores de criancinhas.

l) O defensor da ditadura que anda armado  para se proteger da revolução bolchevique e sonha dar um tiro em um comunista.

m) O aposentado furioso porque não pode mais andar de carro direito porque Haddad encheu a cidade de faixas exclusivas de ônibus e ciclovias.

n) O parlamentar ruralista que defende matar os dispensáveis sem-terra e foi financiado por honestíssimo bicheiro goiano.

o) O historiador que passa por cima dos fatos para atacar o perigo vermelho representado pelo PT e é merecidamente compensado com umas ajudinhas de órgãos do governo de SP e empresas amigas.

p) O advogado que assessorou tucanos na privatização da Vale e é criticado pelos petistas porque mandou dinheiro pra Suiça sem contar para a Receita Federal, em protesto contra os impostos.

q) O cantor negro que se acha branco e diz que agora não defende mais os pobres, porque mora nos EUA e não anda mais de ônibus.

MORAL: Os eleitores infantis paulistas ficaram muito agradecidos porque o governador levou seu dinheiro para dar um passeio secreto de trensalão e conhecer a Suiça.

MORAL: Os eleitores infantis paulistas ficaram muito agradecidos porque o governador levou seu dinheiro para dar um passeio secreto de trensalão e conhecer a Suiça.

r) O apresentador de TV que vive da desgraça alheia e elegeu o filho e também é injustamente perseguido porque fez uma poupancinha secreta no HSBC da Suiça.

s) O pastor milionário que é contra a viadagem e lidera campanha para impedir proibição de violência contra homossexuais.

t) O médico que é contra o Mais Médicos e recebe salário de hospital público mas não vai trabalhar porque tem mais o que fazer do que atender esses miseráveis que recebem Bolsa Família.

u) O jornalista que recebeu 50 mil de bonificação de empreiteira por serviços não declarados e chama os petistas de petralhas.

v) O governador que deixa rolar uma roubalheira de 1,5 bi no metrô e diz que ele é a vitima.

w) O comerciante que é contra a corrupção, e sonega imposto em um ato de elevados moral e civismo.

x) O juiz que apressa o julgamento de petistas, e deixa prescrever o de tucanos, porque é preciso fazer justiça e a literatura assim o permite.

QUADRILHA: No Paraná, a UDN já está fazendo a festa junina há muito tempo.

QUADRILHA: No Paraná, a UDN já está fazendo a festa junina há muito tempo.

y) A aposentada furiosa porque o salário da empregada ficou muito alto, e além do mais os petistas inventaram que a serviçal agora tem direitos e não pode mais ficar à disposição 24 horas por dia.

z) O ex-presidente que doou o patrimônio público aos amigos, fez sempre as vontads dos EUA e do FMI e comprou deputados para sua reeleição para garantir que a democracia e a ética reinassem no Brasil.

Comentário da tia Carmela

Faltou o cachorro-lagosta. Os democratas devem ter batido nele porque a roupinha de lagosta dele é vermelha.

Anúncios

Vidente da UDN-PE derruba embaixador dos EUA no Brasil

7 de julho de 2011

REPÚBLICA DE BANANAS: Assessores de Sarah Palin acusam Pai Jarbas de invocar o Coisa-Ruim.

O Sr. Jarbas Coullet,  motorista pernambucano do Mais Preparado dos Brasileiros. o futuro pres. Zezinho, costuma fazer uns bicos como vidente e curandeiro para defender um extra no fim do mês. Nessas horas, encarna o Pai Jarbas, o esotérico preferido da UDN.

O Presidente de Nascença não apenas tolera a dupla jornada do Sr./Pai Jarbas, como se  tornou cliente, depois dos problemas que teve com um astrólogo picareta.

ACERTO: Pai Jarbas também previu que a família de Mr. Sobel jamais teria um ladrão.

Além de usar os serviços do Pai Jarbas, o Almirante do Tietê o indica a seus amigos que estão precisando de uma forcinha para desatar nós. Mas nem sempre isso dá certo.

Foi o que revelou o famoso site de fofocas da Disneylândia, TititiLeaks. Segundo o noticioso de fontes secretas, um mal atendimento do Pai Jarbas provocou a queda do  ex-embaixador dos EUA no Brasil, em 2006, em uma intricada trama internacional.

O diplomata estadunidense Clifford Sobel estava angustiado  com a resistência do então usurpador do planalto à assinatura do Acordo CARACU EUA-Brasil, que havia sido brilhantemente concebido pelo pres. Zezinho. O plano do Maior dos Homens Públicos era que o Brasil entrasse com a segunda parte do acordo.

Preocupado com o progresso nacional e a segurança hemisférica, o Grande Estadista da Mooca aconselhou Mr. Ambassador a consultar-se com Pai Jarbas.

SURURU: Caetano, o cozinheiro da Caverna do Ostracismo, preparou um sururu com leite de coco para o jantar que arruinou a carreira de Mr. Sobel.

O encontro secreto aconteceu em um jantar reservado na Caverna do Ostracismo, do qual também participaram o pres. Zezinho e o ex-intelectual FHC.

Na consulta, Pai Jarbas fez a leitura de vísceras de caranguejo e previu que a UDN seria bem sucedida em fazer o usurpador do planalto assinar o Acordo CARACU EUA-Brasil, na qual os EUA entrariam com a primeira parte.

O pres. Zezinho ficou muito invocado ao ouvir essa previsão e gritou para Pai Jarbas: “Não pode ser! Sou eu quem vai assinar o Acordo CARACU EUA-Brasil, no qual o Brasil vai entrar só com a retaguarda!”

TRAGÉDIA: Pai Jarbas também previu o terremoto do Chile, mas o adido cartográfico do país irmão não estava prestando atenção na hora do aviso.

A situação desatou uma rumorosa discussão, a muito custo contida pelo ex-sábio FHC, que argumentou com seus correligionários: “Pas comme ça! Ce n’est pas possible!  Le gringo pensera qui nous sommes des sauvages!”

De volta a embaixada, ainda sob o efeito torturante do sururu, Mr. Sobel enviou um telegrama para Washington dizendo “A consulta com o tal Pai Jarbas foi uma selvageria da qual ainda não me recuperei. Tanto que escrevo este telegrama de uma área menos nobre da embaixada. De qualquer maneira, tanto o Pai Jarbas, quanto o  Pres. Zezinho e o ex-alguma coisa FHC garantiram que vai ser fácil fazer o Brasil entrar com a segunda parte do Acordo CARACU EUA-Brasil.”

Entretanto, não foi isso o que aconteceu. Irritada com o fracasso, a Hillary da época, Mrs. C. Rise, demitiu Mr. Sobel, que foi tentar a vida no comércio de artigos finos para cavalheiros em Miami, também sem muito sucesso.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: O jantar terminou em uma bela festa junina em homenagem ao Acordo CARACU EUA-Brasil.

O Zezinho sempre gostou de sururu.  Às vezes, ele e o Reinaldinho Cabeção iam brincar com o Raimundinho, que era  filho de um casal de  pernambucanos que morava perto da casa dele. Num desses dias, a mãe do Raimundinho estava fazendo sururu e ofereceu para os moleques. Aí o Zezinho disse para o Reinaldinho Cabeção que era bom colocar bastante pimenta, e despejou meio vidro no prato do Reinaldinho Cabeção. O moleque comeu o sururu com pimenta e começou a passar mal. O Zezinho ria e gritava: “sururu, sururu, no dos outros é refresco!”  e completava com um nome feio que rimava com sururu.