Vidente da UDN-PE derruba embaixador dos EUA no Brasil

7 de julho de 2011

REPÚBLICA DE BANANAS: Assessores de Sarah Palin acusam Pai Jarbas de invocar o Coisa-Ruim.

O Sr. Jarbas Coullet,  motorista pernambucano do Mais Preparado dos Brasileiros. o futuro pres. Zezinho, costuma fazer uns bicos como vidente e curandeiro para defender um extra no fim do mês. Nessas horas, encarna o Pai Jarbas, o esotérico preferido da UDN.

O Presidente de Nascença não apenas tolera a dupla jornada do Sr./Pai Jarbas, como se  tornou cliente, depois dos problemas que teve com um astrólogo picareta.

ACERTO: Pai Jarbas também previu que a família de Mr. Sobel jamais teria um ladrão.

Além de usar os serviços do Pai Jarbas, o Almirante do Tietê o indica a seus amigos que estão precisando de uma forcinha para desatar nós. Mas nem sempre isso dá certo.

Foi o que revelou o famoso site de fofocas da Disneylândia, TititiLeaks. Segundo o noticioso de fontes secretas, um mal atendimento do Pai Jarbas provocou a queda do  ex-embaixador dos EUA no Brasil, em 2006, em uma intricada trama internacional.

O diplomata estadunidense Clifford Sobel estava angustiado  com a resistência do então usurpador do planalto à assinatura do Acordo CARACU EUA-Brasil, que havia sido brilhantemente concebido pelo pres. Zezinho. O plano do Maior dos Homens Públicos era que o Brasil entrasse com a segunda parte do acordo.

Preocupado com o progresso nacional e a segurança hemisférica, o Grande Estadista da Mooca aconselhou Mr. Ambassador a consultar-se com Pai Jarbas.

SURURU: Caetano, o cozinheiro da Caverna do Ostracismo, preparou um sururu com leite de coco para o jantar que arruinou a carreira de Mr. Sobel.

O encontro secreto aconteceu em um jantar reservado na Caverna do Ostracismo, do qual também participaram o pres. Zezinho e o ex-intelectual FHC.

Na consulta, Pai Jarbas fez a leitura de vísceras de caranguejo e previu que a UDN seria bem sucedida em fazer o usurpador do planalto assinar o Acordo CARACU EUA-Brasil, na qual os EUA entrariam com a primeira parte.

O pres. Zezinho ficou muito invocado ao ouvir essa previsão e gritou para Pai Jarbas: “Não pode ser! Sou eu quem vai assinar o Acordo CARACU EUA-Brasil, no qual o Brasil vai entrar só com a retaguarda!”

TRAGÉDIA: Pai Jarbas também previu o terremoto do Chile, mas o adido cartográfico do país irmão não estava prestando atenção na hora do aviso.

A situação desatou uma rumorosa discussão, a muito custo contida pelo ex-sábio FHC, que argumentou com seus correligionários: “Pas comme ça! Ce n’est pas possible!  Le gringo pensera qui nous sommes des sauvages!”

De volta a embaixada, ainda sob o efeito torturante do sururu, Mr. Sobel enviou um telegrama para Washington dizendo “A consulta com o tal Pai Jarbas foi uma selvageria da qual ainda não me recuperei. Tanto que escrevo este telegrama de uma área menos nobre da embaixada. De qualquer maneira, tanto o Pai Jarbas, quanto o  Pres. Zezinho e o ex-alguma coisa FHC garantiram que vai ser fácil fazer o Brasil entrar com a segunda parte do Acordo CARACU EUA-Brasil.”

Entretanto, não foi isso o que aconteceu. Irritada com o fracasso, a Hillary da época, Mrs. C. Rise, demitiu Mr. Sobel, que foi tentar a vida no comércio de artigos finos para cavalheiros em Miami, também sem muito sucesso.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: O jantar terminou em uma bela festa junina em homenagem ao Acordo CARACU EUA-Brasil.

O Zezinho sempre gostou de sururu.  Às vezes, ele e o Reinaldinho Cabeção iam brincar com o Raimundinho, que era  filho de um casal de  pernambucanos que morava perto da casa dele. Num desses dias, a mãe do Raimundinho estava fazendo sururu e ofereceu para os moleques. Aí o Zezinho disse para o Reinaldinho Cabeção que era bom colocar bastante pimenta, e despejou meio vidro no prato do Reinaldinho Cabeção. O moleque comeu o sururu com pimenta e começou a passar mal. O Zezinho ria e gritava: “sururu, sururu, no dos outros é refresco!”  e completava com um nome feio que rimava com sururu.

Anúncios

Novo álbum de figurinhas: os amiguinhos do pres. Zezinho

9 de maio de 2010

Nunca a criançada gostou tanto de bater em figurinhas.

Sempre preocupado em compartilhar os costumes do povo, o Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, decidiu aderir à nova onda: os álbuns de figurinhas.

Seguindo as orientações do importante líder infanto-juvenil Luciano Huck, o Presidente de Nascença lançou ontem o seu álbum de figurinhas: O Álbum “Zezinho e Seus Amiguinhos”.

Trata-se de uma maravilhosa obra, destinada a enternecer os felizes apoiadores da candidatura do Mais Perfeito dos Homens Públicos, que poderão colecionar figurinhas com fotos do Almirante do Tiete e seus amiguinhos e coleguinhas de UDN.

O álbum inspirou-se em um outro sucesso recente, o álbum “Boris e Seus Heróicos Coleguinhas“.

Bafo: O pitta de estimacao do pres. Zezinho arrumou um amiguinho para fazer troca-troca de figurinhas.

O sucesso do álbum foi imediato. Rapidamente a primeira tiragem se esgotou, o que motivou o futuro Ministro da Educação e Assuntos Gráficos, dr. Paulo Renato Gates de Souza, a providenciar nova impressão. A nova tiragem será entregue aos professores, dando continuidade à  distribuição de  material didático inovador para levar os índices educacionais do Brasil ao mesmo nível da maravilhosa educação de S. Paulo.

O álbum virou uma febre: em todo o país, paulistas de todas as idades se reúnem para trocar entre si as figurinhas com as fotos dos grandes homens públicos que marcham rumo ao Planalto, sob a liderança inconteste do Mais Competente dos Competentes.

Fontes brasilienses informam  que o próprio usurpador do planalto está colecionando as figurinhas escondido.

Viciados nas figurinhas, os paulistas estão preocupados com a dificuldade de encontrá-las no mercado.  A equipe da Mais Cobiçada das Figuras Públicas pediu socorro a uma facção de comerciantes informais que operam com seus escritórios nos presídios do estado para ajudar na distribuição do produto.

Abaixo estão algumas amostras  das figurinhas, para você começar sua coleção.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho sempre gostou de álbum de figurinhas. Uma vez, ele resolveu fazer um álbum chamado “Zezinho, o Menino Mais Tudo da Mooca”. Pegou umas fotos dele da escola, mais um monte de outras coisas: um papel de uma bala Dulcora que ele chupou, um papel com a assinatura dele, a etiqueta do frasco de Biotônico Fontoura que ele tomou, coisas assim. Aí mandou o Reinaldinho Cabeção pegar um caderno e colar as fotos e outros papéis, como se fosse um álbum.  Depois, saiu desfilando com o álbum na escola, dizendo aos meninos: vocês não são ninguém, porque não têm um álbum sobre vocês…

Clique aqui para ver os outros pacotinhos de figurinhas.

171 - E. AZEREDO: Famoso inventor do mensalão recebe homenagem do Pres. Zezinho (direita).

122 - MERDOVAL PEDREIRA: Jornalista e presidente do fã-clube do pres. Zezinho nas organizações Globo.

21 - LOIRA DO BANHEIRO: personagem infantil combatida pelo gov. Zezinho com apoio de Geraldinho da Vila.

11 - PAULO MALUF: Importante pensador, apoiador da candidatura do pres. Zezinho.

65 - HUGO NAPOLEAO: Interno do Hospício do Juqueri, que pensa que é o pres. Zezinho.

69 – TANCREDO NEVES: um dos maiores políticos do RJ, sofre de uma doença misteriosa.

15 - SR. JARBAS: motorista do Presidente de Nascença em suas viagens a Pernambuco

75 - FHC: dando aula na Sorbonne com o titulo "Porque sou melhor que Lula".

17 - CACHORRO-LAGOSTA: latifundiário e candidato a vice do pres. Zezinho

1/2 - PRES. ZEZINHO (direita) e EFEBO: O deputado de bolso é cotado para o Itamaraty