Bomba: Tancredo é flagrado dirigindo a UDN com a carteira vencida

17 de abril de 2011

Tancredo andou tomando muitas providências erradas na direção da UDN.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, está muito preocupado com os rumos da juventude da UDN, cada vez mais entregue à devassidão e ao amadorismo.

O Presidente de Nascença foi comunicado na madrugada de domingo que o Faraó das Alterosas, sr. Tancredo Neves, foi flagrado dirigindo a bancada mineira da UDN com a carteira vencida e umas coisas a mais na cabeça.

Infelicidade

O flagrante ocorreu porque Tancredo foi parado em uma blitz de rotina. Ao verem que se tratava do simpático morador de Ipanema, os policiais ficaram exultantes: “somos seus fãs, Faraó!”.

Resolveram improvisar uma festinha para comemorar o encontro. Pediram que o jovem faraó soprasse uns balões para decorar a viatura, mas o grande líder oposicionista recusou-se, por não saber usar o aparelho de soprar os balões.

Tancredo e seus amigos pensaram que o aparelho para encher o balão era pra outra coisa.

Surpresos com a descortesia, os agentes da lei então duvidaram que fosse mesmo Tancredo, e pediram para ver os documentos. Nessa hora, o udenogalã mostrou a carteira vencida.

Ao ser informado, o Mais Preparado dos Brasileiros ligou para reclamar com a irmã e tutora do jovem faraó, mas ela não atendeu, pois estava ocupada dando um banho gelado e preparando um café amargo para o irmãozinho-problema.

O Almirante do Tietê declarou que, mais dia, menos dia, isso tinha que acontecer. Tancredo já andava passando do limite, dirigindo a UDN de Minas em desenfreadas carreiras pelas ruas da Zona Sul do Rio.

As más companhias fazem o sujeito perder o controle.

O pres. Zezinho também já vinha reclamando do comportamento estranho e do bafo de Tancredo nas recentes reuniões da UDN. A amigos, confidenciara que o fanfarrão minésio parecia andar embriagado pela popularidade conferida por seu recente discurso no Congresso.

Cautela

Nas Alterosas, o assunto tem sido tratado com discrição. Apesar do flagrante ter feito com que o time da bancada mineira da UDN perdesse 14 pontos e agora corra o risco de perder o campeonato de 2014 para o time da bancada paulista, ninguém criticou a conduta irresponsável do udenoboêmio.

O jornal mais vendido de Minas preparou editorial indignado. Com o título, “A reboque, não!”, o editorial critica a conduta da polícia carioca. Segundo o jornal, tudo se trata de uma grande injustiça: “Indignação. É com esse sentimento que os mineiros repelem a arrogância da polícia carioca, que rebocou a UDN mineira até o pátio do Detran, apenas porque Tancredo, por esquecimento, a dirigia com a carteira vencida. A gente de Minas não suporta mais ser tratada em desacordo com sua importância para o Brasil, nem pode aceitar que seus valores mais tradicionais sejam desprezados pelo resto da federação”.

Solidariedade

Tancredo usa um 4x4 para ir visitar os produtores de cana nas áreas remotas de Minas.

Em sequência, toda a grande imprensa brasileira solidarizou-se com o Fanfarrão Minésio.

A veterana jornalista Hipólito da Costa chegou a tentar gravar um programa para solidarizar-se com o importante líder udenoplayboy. Não foi possível, porque a provecta etanojornalista teve dificuldades para se levantar da mesa do bar.

O sr. Merdoval Pedreira disse que era um absurdo o que estava sendo feito contra o pobrezinho.

QUADRILHA: Agora é que os eleitores infantis paulistas não vão mesmo deixar Tancredo puxar a quadrilha, na festa junina da UDN.

Segundo o importante jornalista de programa, a notícia era totalmente descabida, pois Tancredo teria ficado trabalhando até a madrugada, avaliando alternativas para o escoamento da produção de álcool escocês para o Brasil.

Comentário da tia Carmela

Minha tia Carmela pediu para eu imprimir a notícia pra ela e saiu correndo para falar com uma vizinha que sempre ficava chamando o Lula de cachaceiro. Acho que vou ter que ir apartar, daqui a pouco…