Promotor quer colocar pitta de estimação do Pres. Zezinho de castigo

25 de novembro de 2011

O pitta de estimação do pres. Zezinho pediu para poder escolher o castigo, mas o promotor foi implacável.

O  Mais Preparado dos Brasileiros, o Pres. Zezinho,  viajou às pressas para Paris, onde está tentando sem sucesso retirar seu pitta de estimação de debaixo  da cama do hotel, aonde se escondeu, sem conseguir controlar os tremores de medo.

Segundo fontes da UDN, o pitta de estimação do Presidente de Nascença fugiu para a Cidade-Luz porque está sendo perseguido por um promotor malvado que ninguém consegue controlar.

A ovelha negra do MPSDB-SP estaria tentando colocar de castigo o pitta de estimação do Maior dos Filhos da Mooca, só porque o coitadinho não conseguiu controlar alguns instintos herdados do tempo que secretariava o pitta de estimação do Dr. Paulo Maluf.

DESCONFIADO: Tancredo Neves recusou-se educadamente a fazer a inspeção veicular sorteada como brinde em evento da UDN.

Segundo as acusações do vilão da promotoria, o ingênuo pitta de estimação do Maior dos Homens Públicos teria falhado ao controlar inspeção veicular na cidade, permitido que ocorressem sucessivas prorrogações do contrato, por meio de fraudes, como a apresentação de garantias falsas, documentos e informações falsas,  além de possíveis fraudes tributárias e fiscais, em um escândalo irrelevante da ordem de R$1 bilhão.

Reação

Imediatamente, após a treloucada petição do impertinente promotor que ninguém consegue controlar, a UDN mobilizou-se em uma das suas maiores especialidades: a reação.

A reação está sendo liderada por um grupo  estudantes da USP, que, além de reivindicar  a transformação da faculdade de filosofia em Penitenciária Universitária, também organizou uma manifestação pelo facebook, exigindo a obrigatoriedade da inspeção veicular diária para controlar o acesso ao campus da USP, evitando carros 1.0, ônibus e mulas.

O mais imortal dos jornalistas de programa, Sr. Merdoval Pedreira,  somou-se à reação, e deve publicar amanhã uma pérola literária no Jornal Mais Vendido do RJ, esclarecendo  que estas acusações são totalmente descabidas,  e  que o MPSDB-SP devia controlar melhor os seus membros.

QUADRILHA: Muitos udenistas de São Paulo não têm ido às festas juninas da UDN, com medo de serem postos de castigo.

O muy amigo do pres. Zezinho, Sr. Geraldinho do Vale, também manifestou preocupação com essa onda de pedidos para colocar udenistas de castigo. Segundo ele, esse movimento está tão avassalador  que ninguém mais o consegue controlar.
Semana passada, tinha sido a vez do presidente do metrô, que foi colocado de castigo só porque fez uma licitação cujos vencedores já estavam definidos com 6 meses de antecedência, mas o juiz entendeu erroneamente que era obrigação dele controlar o processo.

 

Comentário da tia Carmela
Já contei aqui um monte de vezes. O Zezinho e a turma dele, quando eram crianças, viviam sendo mandados para o castigo.  Mas nunca se emendaram…