UDN QUIZ (2)

22 de dezembro de 2011

No UDN QUIZ , você pode verificar seus conhecimentos sobre as grandes realizações desta prestigiosa organizaçào política, mostrar como você sabe bastante sobre a biografia de seus grandes próceres e, ainda, ter momentos de diversão com sua família e amigos!

Clique aqui para ver a edição anterior do UDN Quiz.

 

1. JOGO DAS DIFERENÇAS

Existe uma diferença entre as duas figuras. Qual é?

a) Só um deles tem uma parente próxima de nome Verônica e que gosta muito de brincar de esconder tesouros nas ilhas do Caribe.

b) O senhor da esquerda ganhou uma fortuna com as privatizações, mas o da direita não ganhou nada.

c) Só um deles gosta de passar feriados em uma bela casa em Trancoso.

d) O senhor da esquerda já usou seu direito a habeas corpus; o senhor da esquerda já está pensando em como vai usar o dele.

2. O INESQUECIVEL GOVERNO FHC

A que grande momento do governo do ex-intelectual FHC refere-se a frase abaixo, extraída do livro  A Privataria Tucana:

“A Infinity, de Jereissati, favoreceu a Franton, de Ricardo Sérgio, com dois depósitos. O primeiro, de 18 de Janeiro de 2000, somou precisamente US$ 246.137,00. E o segundo, no total de US$ 164.085,00, aconteceu em 3 de Fevereiro do mesmo ano.”
 

a) Compra de deputados para aprovar a reeleição do ex-sábio FHC.

b) Compra de empresas de telefonia por Carlos Jereissati, durante as privatizações das telecomunicações.

c) Compra da Vale pelo “Consórcio Amigos do Príncipe” a preço de banana.

d) Compra de um terno novo pelo Almirante Sérgio Ricardo.

3. GRANDES PERSONAGENS DA NOSSA HISTóRIA

Qual é o nome do grande navegador udenista, responsável pela descoberta do caminho marítimo para as Ilhas Washmony, no Caribe, destino favorito dos udenistas em viagem de negócios?

a) Edward Barba Negra

b) Sir Francis Drake

c) Almirante Ricardo Sérgio

d) Capitão Gancho

4. A LOCOMOTIVA DA NACAO

A foto abaixo mostra uma grande realização da UDN paulista, em um setor com o qual se preocupa muito. Qual é essa realização?

a)  Estética urbana: A pintura do ônibus

b)  Meio Ambiente: A bela lagoa urbana para deleite dos eleitores infantis paulistas

c)  Economia: a criação do Banco do Brasil

d)  Segurança: A obrigatoriedade de saídas de emergência nos ônibus

5. PALADINOS DA LIBERDADE DE EXPRESSAO

Foto-dica da tia Carmela!

Qual dos meios de comunicação abaixo noticiou primeiro o lançamento do livro “Privataria Tucana”:

a) O Globo

b) Folha de São Paulo

c) O Estado de São Paulo

d) ABC Color do Paraguai

6. ESPORTES UDENISTAS

Esporte mais popular na Caverna do Ostracismo, nos últimos dias:

a) Esconde-esconde

b) Arremesso de livros de capa azul ao cesto de lixo

c) Corrida da vaca amarela

d) Todas as anteriores

Anúncios

Merdoval Pedreira protesta na ABL contra biografia do pres. Zezinho

10 de dezembro de 2011

TERROR: O Pe. Marcelo disse que Amaury Junior escreveu o livro sob influência de seres demoníacos.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, tornou-se alvo de debate entre os homens da pena.

O motivo da polêmica é o lançamento da biografia não autorizada do Presidente de Nascença, pelo colunista social Amaury Jr.

Especialista em celebridades, o conhecido jornalista das noites paulistas aventurou-se no terreno da biografia contando a edificante história do Modelo  dos Homens Públicos e seus correligionários da UDN.

O imortal jornalista de programa, Sr. Merdoval Pedreira, ficou indignado com esta ousadia e protestou ontem em reunião da Academia Brasileira de Letras, Números e Risquinhos, templo dos grandes literatos pátrios.

Em inesquecível discurso, o Sr. Merdoval Pedreira qualificou o livro de Amaury Junior como “um amontoado de fofocas de tia velha, totalmente descabidas”.  Disse que  um reles colunista social jamais poderia ter a petulância de lançar a primeira biografia do Mais Honrado dos Paulistas.  “Essa honra era minha, por direito!”, disse o mais novo sucessor de Machado de Assis.

ENCALHE À VISTA: A biografia não-autorizada do pres. Zezinho ficará esquecida nas prateleiras das livrarias.

O Sr. Merdoval ficou furioso quando um de seus pares acadêmicos disse que seus questionamentos à capacidade de Amaury Junior não eram corretos, pois o colunista social é um jornalista premiado.  “Alto lá!”, gritou, ensandecido, “Premiado é o sobrenome do primo mais querido do pres. Zezinho! Mais respeito com sua família! O senhor devia lavar a boca com sabão, pois conspurcou a família do Mais Respeitável dos Homens Públicos!”.

Ao fim do discurso, o desolado ghost-righter da famiglia Marinho dirigiu-se à sede do Jornal Mais Vendido do Rio de Janeiro, disposto a escrever em sua coluna uma denúncia  do terrível embuste do fofoqueiro Amaury Junior. Mas recebeu ordens expressas de seus patrões para não tocar no assunto.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: Nas próximas festas juninas da UDN, a fogueira vai ser feita com este livro mentiroso.

Uma vez, quando era criança, o Zezinho decidiu que ele, como pessoa importante que era, tinha que ter uma biografia. Ele comprou um bloco de papel almaço e chamou o Giovanni, que era um menino da classe deles que sempre tirava a maior nota de redação.  O Zezinho prometeu para o Giovanni que, se ele escrevesse a biografia, o Giovanni ia poder jogar no time de futebol que o Zezinho ia montar. Como o Giovanni tirava boas notas, mas jogava muito mal, ele ficou todo animando, porque nunca ninguém queria jogar com ele.  E escreveu a tal biografia, em quatro folhas de almaço, com uma letra caprichada. No dia seguinte, o Zezinho chegou todo orgulhoso, mostrando a biografia para os moleques. Quando soube que o Zezinho tinha mandado o Giovanni fazer a biografia, e não ele, o Reinaldinho Cabeção ficou desolado. Começou a chorar e a  espernear, gritando que o Zezinho não podia fazer isso com ele. A coisa foi tão feita que o Reinaldinho Cabeção ficou doente e ficou uma semana sem ir à escola.