Escândalo Pedigree: Cachorro-Lagosta nega envolvimento em desvio de ração

2 de maio de 2011

INGRATIDAO: O Cachorro-Lagosta exigiu um tratamento mais humano para os udenistas que comanda: "sempre fomos leais, por que a discriminação?"

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, está bastante preocupado com o desenrolar do Escândalo Pedigree, como está sendo chamado o novo escândalo envolvendo a UDN.

O Presidente de Nascença tem feito tudo para identificar os supostos culpados pelo suposto desvio de supostos recursos do suposto fundo partidário para suposta ração de supostos cachorros da suposta sede da UDN.

Na manhà de ontem, o Maior dos Filhos da Mooca convocou uma reunião com as principais lideranças da ala udenocanina  da agremiação.

Na reunião, ocorrida no canil da Caverna do Ostracismo, a principal estrela dentre a cachorrada da UDN, o sr. Cachorro-Lagosta, rechaçou com veemência as acusações de que estaria envolvido do escândalo.

CACHORRADA: líderes da UDN temem que o escândalo faça uma parte dos caninos abandonar a agremiação.

Em uma manobra ágil, o simpático líder udenocanino inverteu o jogo, e passou de acusado a acusador.  Além de negar veementemente qualquer ligação com o desvio de recursos para aquisição de ração, mostrou reportagens que provavam que a ala canina da UDN vinha sendo consistentemente discriminada pela direção udenista.

Segundo as reportagens, a direção da UDN  alimenta os canídeos  da agremiação com ração de má qualidade.

Em discurso raivoso, o Cachorro-Lagosta desafiava: “Duvido que os não-caninos da Caverna do Ostracismo sejam submetidos a esse tipo de tratamento degradante!”

Irritado com o encaminhamento que o caso estava tomando, o pres. Zezinho resolveu acalmar a cachorrada, e solicitou a ajuda de sua alma gêmea, o sr. Demoarruda Bauducco.

GULOSO: Todo mundo sabe que Brutus adora o panetone de Demoarruda Bauducco.

Orientado pelo Almirante Tietê, o importante líder udenista da Papuda prontamente iniciou a distribuição de panetone com sabor biscrok, de imediato devorado pelo Cachorro-Lagosta e seus seguidores. Até Brutus, filho do imperador  da UDN carioca,  César, participou da farra.

Como sempre, a distribuição de panetone acalmou os ânimos dos udenistas, mas não se sabe por quanto tempo, já que não costumam ser fáceis de contentar.

O pres. Zezinho  encomendou a seu jornalista de aluguel favorito, sr. Merdoval Pedreira, uma bela matéria dizendo que a notícia do desvio de ração pela UDN é totalmente descabida. acusando o ex-usurpador do planalto e o PT pelo desvio de recursos do fundo partidário da UDN.

O jornalista Reinaldinho Cabeção também participará da operação abafa. Em seu blog publicará que a culpa é de Nego, o cão afrodescendente  que o demoníaco José Dirceu infiltrou no Palácio do Alvorada, segundo a versão já do periodista das 50 mil razões.

QUADRILHA: Apesar do mal-estar, a ala canina da UDN vai participar da festa junina da agremiação.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho nunca foi de dar comida boa para os cachorros. Uma vez,  a mãe dele comprou fígado para dar para o cachorro deles, misturado com arroz e uns restos de comida. O Zezinho pegou o fígado, tirou da tigela do cachorro e depois colocou no meio de um pão e levou para a escola. Na hora do recreio, ele pegou o sanduíche e deu para o Reinaldinho Cabeção, dizendo: “Como você é meu amigo, trouxe um sanduíche para você”. O Reinaldinho Cabeção quase chorou de alegria e comeu o sanduíche rapidinho. Quando terminou, o Zezinho falou que era comida que tinha tirado da tigela do cachorro dele. A molecada toda ficou rindo da cara do Reinaldinho Cabeção. Mas ele só falou: “Não tem problema, receber um presente seu é sempre maravilhoso”.