Cachorro-Lagosta esvazia candidatura de boneca inflável a vice do pres. Zezinho

30 de junho de 2010

Bianca Dias não resistiu aos ataques furiosos do Cachorro-Lagosta

A definição da boneca inflável Bianca como vice do Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, gerou uma pequena crise na já vitoriosa campanha da UDN. Após alguns dias tensos, a crise resolveu-se, com a desistência de Bianca de ocupar o posto.

Segundo fontes ligadas à Associação dos Maquiadores e Cabeleireiros  de Curitiba (AMACCU), o Cachorro-Lagosta realizou uma visita-surpresa à casa de Bianca durante a madrugada e, na ocasião, desferiu um ataque raivoso que  teria  esvaziado a candidatura da simpática liderança udenoplástica.

O ataque da liderança udenocanina coroou uma série de  duras reações de vários setores da UDN, que  ousaram rebelar-se contra mais esse magnânima e sábia decisão do Presidente de Nascença.

Cachorro-Lagosta, que, com a desistência, mantém-se como principal candidato, teria afirmado que estava convicto de ser o melhor nome, e que considerava um absurdo escolher qualquer outro  quadrúpede babão para o posto.

Entenda a crise do vice do pres. Zezinho

Suspeita: O Cachorro-Lagosta negou-se a falar sobre o que fez no encontro com a boneca inflável.

A indicação da boneca inflável para o cargo de vice do Mais Completo dos Gestores Públicos fez com que vários setores da UDN se rebelassem.

Imediatamente, lideranças do bairro da Lapa, em S. Paulo,  protestaram contra a escolha de Bianca Dias.  A líder udenista do bairro, sra. Soninha Copélia, mostrou-se visivelmente contrariada contra a escolha.Disse que já andava desconfiada das pesquisas que o Gênio do Twitter andava fazendo na internet a noite toda, ao invés de ir à Lapa vistoriar a maquete de pista de ciclonudismo que mandou construir.

A ala ambientalista da UDN também protestou: essa boneca inflável não é biodegradável, teria dito a candidata-estepe da UDN.

Merdenbergue & Merdovar ficaram preocupadíssimos com a crise da UDN.

O líder da ala infanto-juvenil esférica da UDN, Maia Jr., criticou a escolha porque Bianca não vem com panetone de brinde.

Com o conflito instalado, os grupos mais próximos do Deus em Exercício correram a tentar acabar com a crise e apoiar a decisão do Maioral dos Brasileiros:

A dupla caipira Merdenbergue & Merdovar tentou influenciar a opinião pública. Para isso, compuseram uma música sertaneja universitária contando a emotiva história de Bianca, de boneca inflável traída e jogada à própria sorte pelo ex-marido a vice do Maior dos Brasileiros.

O sempre disponível Reinaldinho Cabeção, assessor de imprensa do Homem do CV Incomparável, escreveu um post em seu blog “Burger King” defendendo o nome da boneca inflável: “O pres. Zezinho não erra. Se ele escolheu Bianca Dias, é porque é o melhor nome para combater os petralhas malvados que vão transformar o Brasil na nova Coréia do Norte. Só  Bianca Dias pode ajudar o pres. Zezinho a nos livrar de perder de 7 a 0 do timinho de Portugal”.

O assessor para assuntos inglórios do Presidente Mais Desejado, Bob Freire, organizou uma reunião da Associação dos Comunistas Arrependidos da UDN (ARRECUDN) para prestar solidariedade ao pres. Zezinho. Os oito participantes assinaram um entusiasmado documento de apoio ao nome de Bianca e lançaram a palavra de ordem “Zezinho Presidente, Bianca pra Suplente!”

Inútil: FHC e seu discurso rococó soaram como grego para parte dos líderes da UDN.

Para por fim ao conflito, o Presidente de Nascença convocou líderes das várias alas da UDN em disputa, para encontrar uma solução em reunião com o ex-sábio FHC. Chamado às pressas, o ex-sabichão não teve tempo de preparar sua fala e reaproveitou um discurso usado quando recebeu o título de doutor honoris causa na Universidade do Hamburguer  MacDonald’s. No discurso, proferido em francês medieval, o ex-pensador provou que, tirando um churrasco meia-boca na semana passada, tudo o mais que Lula fez foi por mérito dele, FHC.  O discurso não empolgou, e a reunião esvaziou-se.

Uma luz chegou nesta madrugada, com a notícia de que a boneca inflável Bianca Dias teria desistido da candidatura a vice.

Comentário da tia Carmela

Essa gente fica reclamando do Zezinho, mas isso não adianta nada. Ele nunca foi de ouvir ninguém. Quando ele era criança, lá na Mooca, ele sempre decidia o que cada menino ia fazer nas brincadeiras. Uma vez, o Zezinho resolveu organizar um concurso de joão-bobo na rua. Cada menino levou o seu. Quando chegou a hora do concurso, o Zezinho viu que o joão-bobo dele tinha furado e murchado. Não teve dúvida e chamou o Reinaldinho Cabeção e disse pra ele: “você vai ser o meu joão-bobo. E o Reinaldinho Cabeção ficou lá, levando socos do Zezinho e fingindo que era um joão-bobo…


Boneca inflável é nova vice do pres. Zezinho

26 de junho de 2010

A boneca inflável chegou incógnita ao escritório da UDN para o anúncio de sua escolha para vice.

Finalmente, o Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, terá uma companhia na caminhada em direção ao cargo que é seu por desígnio divino. A vaga de vice está prestes a ser ocupada.

A direção da UDN informou, por meio de seu instituto de pesquisas, que o Presidente de Nascença decidiu que sua vice será a boneca inflável Bianca Dias, importante liderança udenoplástica do sul do Brasil.

O Maior dos Economistas encantou-se com os talentos de Bianca Dias quando limpava o salão de cabeleireiro frequentado pela boneca inflável.

Entre as várias virtudes de Bianca Dias  estão sua vigorosa defesa dos princípios da UDN, seu retórica inflamada e sua preocupação com a família, tema tão caro ao Mais Perfeito dos Brasileiros.

A boneca inflável saindo do salãodepois de tingir o cabelo de loiro.

Também pesou o  fato de Bianca ser uma boneca inflável feita com materiais seguros para todas as idades, agora que o Maior dos Filhos da Mooca alistou-se na luta contra os tóchicos.

Segundo fontes ligadas à Associação dos Maquiadores e Cabeleireiros  de Curitiba (AMACCU), Bianca teria revelado que amanhã mesmo tingirá os cabelos de outra cor, substituindo o tradicional castanho-acaju. Deverão passar a ser loiros.

Segundo as mesmas fontes,essa foi  a única exigência do Presidente de Nascença, que anda saudoso de Madonna e Rita Camata.

Cachorro-Lagosta se rebela

O Cachorro-Lagosta ficou raivoso e descontrolado, ao saber da notícia.

O Cachorro-Lagosta, até então cotado para a vaga, ficou raivoso. Babando de ódio, invadiu a sede da UDN e tentou atacar a boneca inflável, que por pouco escapou de uma mordida fatal. Felizmente foi contido a tempo pelo assessor para assuntos inglórios do pres. Zezinho, Bob Freire, que gritou “parado” e “senta”. O Cachorro-Lagosta só se acalmou quando ganhou dois biscroques e um osso para roer.

Os defensores da simpática liderança canina reclamaram bastante. Inconformados, dizem que nada está definido e continuam defendendo o seu nome da para a vaga de vice.

QUADRILHA: A boneca inflável Bianca fez questão de ser a noiva, na festa junina da UDN.

Na verdade, fontes de Higienópolis revelaram em off que  teriam pesado contra o Cachorro-Lagosta os rumores de que o simpático cãozinho teria feito um acordo com Tancredo Neves, apoiando o nome do sr. Minésio para a escolha do Mascote da Copa de 2014.

Comentário da tia Carmela

Que negócio mais esquisito é esse? Isso não está indo longe demais, não? Dessas molecagens do Zezinho eu não sabia. Mas acredito em qualquer coisa…