UDN indica novo embaixador na China

11 de dezembro de 2013
DESCAMINHO: Milhões de eleitores infantis paulistas foram às ruas comemorar a indicação, mas erraram o trajeto da passeata.

DESCAMINHO: Milhões de eleitores infantis paulistas foram às ruas comemorar a indicação, mas erraram o trajeto da passeata.

O Mais Preparados dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, participou nesta semana de importante decisão que redefiniu os rumos das relações do Brasil com a China.

O Presidente de Nascença reuniu-se com a cúpula da UDN para definir a indicação do novo embaixador brasileiro na China, a partir de 2015, quando a UDN retomar o governo do Brasil.

Trata-se do honorável Dr.. H. Romeu Junior, importante escritor e ativista pela liberdade de informação.

O Dr.. H. Romeu Junior foi escolhido pela UDN por ter uma extensa folha corrida de serviços prestados às relações comerciais sinobrasileiras.

Há muito tempo, o futuro representante da UDN no Império do Meio tem ajudado a dirimir pendências comerciais de importantes negociantes chineses atuando em São Paulo.

AMIZADE SÓLIDA: O sr. Lee, grande amigo do Dr. Junior, está disposto a defender seu amigo até o último carregamento.

AMIZADE DESINTERESSADA: O sr. Lee, grande amigo do Dr. Junior, está disposto a defender seu amigo até o acabarem os estoques de celular.

Além disso, atuou como embaixador informal, participando de mutirões para regularização de vistos de permanência no Brasil para cidadãos do grande irmão de olhos puxados.

Exímio conhecedor dos caminhos e descaminhos do comércio bilateral China-Paraguai-Brasil, o Dr. H. Romeu Junior tem viajado com experts na matéria para o país do Oriente, em busca de novos mercados.

Essa atuação granjeou-lhe gratidão entre as mais proeminentes figuras da comunidade chinesa no Brasil, recebendo delas tratamento especial e muita consideração, em meio a muitos agradecimentos pelos galhos quebrados.

Reunião
O encontro ocorreu na sede da da Revista Mais Vendida do Brasil, na Av. Marginal Serra, s/n.

A cúpula udenista foi recebida com hospitalidade ímpar pela famiglia que edita a revista, cujos sócios sulafricanos não puderam comparecer, pois estavam de ressaca depois de passarem a noite comemorando a morte do terrorista Mandela.

Outra ausência sentida foi a do editor adjunto, sr. Policarpo Waterfalls, que estava fazendo uma reportagem-denúncia sobre os privilégios de José Dirceu na prisão, revelando ao mundo a escandalosa verdade: o ar que o petista respira no presídio em Brasília é menos poluído que o ar de Higienópolis.

Imagem

MENTE CONFUSA: O novo queridinho da UDN pensou que ia para a embaixada na Jamaica, mas vai para a Clínica Maia.

Repercussão
O nome do futuro embaixador foi recebido com empolgação pelos líderes da UDN e pelos eleitores infantis paulistas, que pensam que ele e seu finado papai, o carcereiro H. Romeu do PS, são a mesma pessoa.

O Presidente do STF, Min. Merdoval Pedreira, escreveu uma de suas costumeiras notas baixas em sua coluna no Jornal da famiglia do Dr. Roberto, elogiando o caráter e a ética do profícuo delegado genérico.

Na verdade, o nome do Garcia Márquez do Eixo Taiwan-São Paulo-Brasília parece ter unido a UDN. De Ipanema, Tancredo Neves (UDN-RJ) mandou dizer que consultou seu grande amigo JB, seu filho e o líder da JUDN (Juventude da UDN), sr. L. Hulk, e estes informaram que seus patrões aprovaram a indicação.

SEGURANÇA: O novo amigo de Tancredo Neves, o simpático JB, ameaça prender quem votar contra a indicação do novo embaixador.

SEGURANÇA: O novo amigo de Tancredo Neves, o simpático JB, ameaça prender quem votar contra a indicação do novo embaixador.

A ala talco-farinácea da UDN também aprovou a escolha e chegou a oferecer um helipóptero cheio de confete para comemorar o fato, mas desistiu ao saber que o aparelho estava sendo processado criminalmente por ter transportado coisas esquisitas sem autorização de seus proprietários.

BENEPLÁCITO: O consul honorário dos EUA em Brasília, min. Lampréia, também aprovou a escolha.

Superando resistências
Segundo fontes da Caverna do Ostracismo, fundos, refúgio provisório de boa parte da liderança udenista, durante a reunião houve ressalvas ao nome do simpático delegado descartável, motivadas por sua anterior prestação de serviços ao governo do usurpador do planalto.

Entretanto, as dúvidas foram resolvidas pela intervenção da Diretoria de Dossiês e Assuntos Policiais da UDN, liderada pela araponga (Canalhus itagibus) de estimação do pres. Zezinho. A simpática ave, que veio especialmente do Espírito Santo, onde tem participado de um projeto especial do pres. Zezinho, explicou que o sr. H. Romeu Junior já havia se arrependido desse deslize juvenil e se reconverteu plenamente à UDN, tanto que agora lidera um projeto literário sob supervisão daquela facção udenista.

Esse mesmo motivo ajudou a superar outra resistência. A ala diplomática da UDN deu sinais iniciais de contrariedade pelo fato do futuro embaixador não vir da carreira diplomática e ser de uma família dada a atividades menos nobres. Mas, ao saber que por trás do aparentemente tosco homem de armas há um refinado escritor e filósofo, seu líder, o ministro descalço MG Lafer, declarou: “tenho certeza de que o sr. H. Romeu Junior é um dos nossos; ele é o novo Δημοσθένης”.

QUADRILHA: A UDN convidou os amiguinhos do Dr. H. Romeu Junior para dançar na sua próxima festa junina.

QUADRILHA: A UDN convidou os amiguinhos do Dr. H. Romeu Junior para dançar na sua próxima festa junina.

Comentário da tia Carmela
O Zezinho, quando estava no grupo escolar, lá na Mooca, uma vez perdeu a eleição de monitor da sala para o Luizinho. Ele ficou muito bravo, e procurou o Junior, um outro menino que não gostava do Luizinho, para fazerem uma vingança. O Junior preparou um monte de cartazes inventando um monte de mentiras contra o Luizinho e espalhou pela escola. Só que o Reinaldinho Cabeção, que era quem costumava fazer esse tipo de serviço sujo pro Zezinho, ficou ressentido porque o Zezinho não passou esse trabalho pra ele. E saiu contado pra todo mundo os podres do Junior. A diretora ficou sabendo e foi investigar os tais podres do Junior, que só não foi suspenso sabe-se lá porque…