UDN QUIZ (3) – Saiba tudo sobre a UDN

7 de outubro de 2014

UDN QUIZ (3)

Está de volta o UDN Quiz!

No UDN QUIZ, você pode testar seus conhecimentos sobre as grandes realizações desta prestigiosa organização política, mostrar como você sabe bastante sobre a biografia de seus grandes próceres e, ainda, ter momentos de diversão com sua família e amigos!

Deixe suas respostas na seção de comentários. Quem acertar tudo ganha um pedaço de bolo de chocolate da tia Carmela. Você, que é um udenista esclarecido, e não um desses pobres desinformados nordestinos que tanto repugnam o ex-intelectual FHC, vai acertar todas.

Clique aqui para ver a edição anterior do UDN Quiz.

1 – Uma carreira brilhantecapture-20140801-220224
Em que  estado  Tancredo Neves mais esteve em seu mandato como senador por Minas Gerais?

a) Colômbia
b) Rio de Janeiro
c) Estado de coma alcoólica
d) Todas as anteriores

2 – Os inesquecíveis governos da UDN
Qual é o estado brasileiro que paga os menores salários para os professores da rede pública, graças a sua política de gestão moderna, que será espalhada para todo o Brasil no futuro governo de Tancredo Neves?

a) Maranhão
b) Piauí
c) Minas Gerais
d) Qualquer um daqueles lugares lá de cima que nem mereciam fazer parte do Brasil

3 – Grandes personagens da nossa história
Por uma grande injustiça, um dos importantes udenistas abaixo não conseguiu reeleger-se deputado estadual em MG neste ano. Modestamente, ele nega uma das grandes obras a ele atribuídas:  a organização e liderança de um grupo de caridade formado por médicos, que se especializarou em agilização remunerada de transplantes de órgãos em condições aceleradas, inclusive de crianças vivas. Seu nome é:

Clique na foto para receber a dica da tia Carmela

Clique na foto para receber a dica de hoje da tia Carmela

a) Dr. Mengele
b) Dr. Carlos Mosconi
c) Dr. Jekyll
d) Lula

4 – Pérolas da sabedoria udenista
“Não há porque ter medo do desemprego.”
O autor(a) dessa importante e verdadeira pérola udenista, proclamada em 12 de maio de 1998, é:

a) Ex-sociólogo FHC
b) Filósofa Regina Duarte
c) Literato Merdoval Pedreira
d) Economista Armínio Fraga

5 – Gramática udenista
Quem ocultou o sujeito na frase abaixo?
“Ninguém disse quem é o dono dos 450 kg de cocaína encontrados no helipóptero dos Perrela, velhos amigos de Tancredo Neves, e ficou tudo por isso mesmo.”

a) A imprensa
b) A PFT – Polícia Federal Tucana
c) A irmã de Tancredo Neves
d) Todas as anteriores e mais gente ainda


Senado: O Mais Preparado dos Brasileiros busca refúgio em Brasília

30 de setembro de 2014
ELEGÂNCIA: O pres. Zezinho Já está fazendo as provas para ajustar o Manto da Impunidade Parlamentar às  medidas da conta de sua filhinha.

ELEGÂNCIA: O pres. Zezinho já está fazendo as provas para ajustar o Manto da Impunidade Parlamentar às medidas da conta de sua filhinha.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, escapou hoje de seu valhacouto na Caverna do Ostracismo, fundos.

O Presidente de Nascença ganhou as ruas de Higienópolis com a ajuda de milhares de eleitores infantis paulistas, indignados com sua triste situação, perseguido pela corja vermelha que não compreende seus modernos métodos de gestão.

Apoiada por detratores da empresa comunista Siemens e pela justiça da República Bolivariana da Suíça, a Conspiração Bolchevique Internacional acusa o Mais Honesto dos Homens Públicos de ser um dos líderes da Turma do Trensalão, grupo humorístico que desviou cerca de 1,5 bilhão de panetones do metrô de S. Paulo.

ORGULHO: O pres. Zezinho é um dos responsáveis pelo maior orgulho dos eleitores infantis paulistas, o Propinoduto Tucano, ligando a sede da UDN aos bancos suíços e caribenhos.

ORGULHO BANDEIRANTE: O pres. Zezinho é um dos responsáveis pelo maior orgulho dos eleitores infantis paulistas, o Propinoduto Tucano, ligando a sede da UDN aos bancos suíços e caribenhos.

A ímpia falange castrista conseguiu, inclusive, forçar a Polícia Federal a convocar, a contragosto, o pres. Zezinho para depor em inquérito que apura essa farsa. Como sempre camaradas, os policiais federais marcaram o depoimento`para depois das eleições, para não prejudicar o feliz congraçamento do Almirante do Tietê com seu eleitorado infantil.

Segundo fontes do que resta da UDN, o plano do Maior dos Filhos da Mooca é buscar  novo esconderijo no Senado Federal, onde estará abrigado sobre o manto mágico da impunidade parlamentar.

CARINHO: Os eleitores infantis paulistas sabem que estão no coração do pres. Zezinho.

CARINHO: Os eleitores infantis paulistas sabem que estão no coração do pres. Zezinho.

Gratidão
O pres. Zezinho está sendo ajudado por milhares de  eleitores infantis paulistas, gratos  por tudo de bom que ele e demais governadores da UDN fizeram pelo estado em termos de abastecimento de água, educação, saúde, segurança pública, transporte, e cordialidade policial.

Essas realizações da UDN. ao longo de 20 anos, fizeram muitos parisienses e londrinos roerem-se de inveja dos paulistas. Diariamente, milhares de imigrantes clandestinos vindos de Berlim, Copenhagen, Nova Iorque e Amsterdam são barrados no aeroporto de Cumbica, em busca de uma vida melhor na civilizada locomotiva udenista da Nação. Os paulistanos, no entanto, só aceitam os que chegam de Estocolmo, por uma questão de afinidade.

QUADRILHA: Tancredo Neves e Aloysio 300 mil prometem uma grande festa junina com dança e tudo para receber o pres. Zezinho no Senado.

QUADRILHA: Tancredo Neves e Aloysio 300 mil prometem uma grande festa junina com dança e tudo para receber o pres. Zezinho no Senado.

Assim como ele, seu colega de UDN e de Turma do Trensalão, Geraldinho do Vale, goza de grande popularidade na Paulicéia, por liderar a resistência ao petismo e aos direitos humanos na cosmopolita metrópole, e tem feito das tripas alheias coração para ajudar o pres. Zezinho a ir para o Senado e fazer companhia a seu inseparável amigo Tancredo Neves.

 

Comentário da tia Carmela
O Zezinho sempre gostou de aprontar e depois arrumar um jeito de se esquivar. Uma vez, quando ele ainda estava no grupo escolar, ele entrou na sala onde estavam as prendas para a festa junina e pegou todos os carrinhos para ele. No dia seguinte, teve eleição para monitor da sala e ele foi eleito. Quando a diretora foi na classe dele perguntar quem tinha pego os carrinhos, ele logo falou: eu não fui, porque eu sou monitor, então sou bem comportado. E ficou por isso mesmo…


ELEIÇÕES: Partido da Senzala declara apoio a Tancredo Neves

7 de julho de 2014

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, está engajadíssimo na campanha de Tancredo Neves à presidência.

Mesmo sabendo que aquele lugar é seu por direito, o Presidente de Nascença dá mostras cotidianas de abnegação e humildade, e apóia o divertido fanfarrão ipanemenho na cruzada da UDN contra o comunismo.

Agora, mostrando sua enorme capacidade de articulação política, o Almirante do Tietê conseguiu o apoio de mais uma importante agremiação partidária à chapa udenista. Trata-se do Partido da Senzala do Brasil (PS do B), organização partidária com amplo apoio nos setores relevantes da política nacional.

Importante líder senzalista está indignida: agora querem comer o mesmo que eu!

Importante líder da ala feminina senzalista está indignida: agora querem comer o mesmo que eu!

História
Legítimo herdeiro da tradição política paulista, o PS do B traça suas origens na primeira fase do antigo PRP (Partido Republicano Paulista), antes deste ter se curvado aos abolicionistas. Na Convenção de Itu, descontentes com a linha abolicionista infiltrada no movimento, os senzalistas afastaram-se e passaram a militar na imprensa, mostrando os enormes males para o país que o fim da escravidão traria.

Depois de 1888, o PS do B manteve-se na política brasileira atuando no interior da UDN. Recentemente, os senzalistas resolveram relançar o partido próprio. Chegaram a oferecer a legenda para o Maior dos Filhos da Mooca candidatar-se à presidência, mas o pres. Zezinho, sempre um homem leal, preferiu manter-se na UDN, mas assegurou o apoio do PS do B à chapa Tancredo Neves/Aluísio 300 Mil.

Um programa moderno
Os senzalistas defendem a retirada dos entraves ao crescimento da economia brasileira. Seu principal alvo são as políticas populistas anti-senzala da usurpadora do planalto e de seu antecessor, aquele ser nefasto e ignorante cujo nome recusam-se a pronunciar.

DECEPÇÃO: As tentativas do líderes senzalistas não conseguiram a adesão de certas atrizes politizadas, que irão para o pelourinho por isso.

ESPERANÇA: Os líderes senzalistas não desistiram de forçar a adesão de certas lideranças artísticas, que podem ir para o pelourinho se insistirem em andar de ônibus e não apoiar Tancredo Neves.

Entre os principais pontos defendidos pelo Partido da Senzala do Brasil está a revogação de um conjunto de leis aprovadas pelo Congresso sob ameaça petista:

1) Lei 10.666/03, que dispõe sobre a concessão da aposentadoria especial aos cooperados de cooperativa de trabalho ou de produção e cria o Fator Acidentário de Prevenção (FAP);

2) Lei 11.430/06, que garante, além do reajuste, aumento real dos benefícios previdenciários pagos pelo Regime Geral de Previdência Social (RGPS);

3) Lei 11.603/07, que altera a Lei 10.101, de 19 de dezembro de 2000, regulamentando o trabalho aos domingos para os comerciários;

4) Lei 11.648/08, que dispõe sobre o reconhecimento formal e a legalização das centrais sindicais, uma conquista histórica do sindicalismo;

5) Lei 11.738/08, que institui o piso salarial profissional nacional para os profissionais do magistério público da educação básica (que os governos da UDN em SP e MG têm heroicamente boicotado);

6) Lei 11.770/08, que cria o Programa Empresa Cidadã, destinado à prorrogação da licença maternidade de quatro para seis meses mediante concessão de incentivo fiscal às empresas;

SOLIDARIEDADE: O Partido da Senzala recebeu apoio de importantes lideranças trabalhistas do setor canavieiro e brahmeiro.

SOLIDARIEDADE: O Partido da Senzala recebeu apoio de importantes lideranças trabalhistas do setor canavieiro e brahmeiro.

7) Lei 12.353/10, que assegura a participação dos empregados nos conselhos de administração das empresas públicas e sociedades de economia mista, suas subsidiárias e controladas e demais empresas que a União, direta ou indiretamente, detenha a maioria do capital social com direito a voto;

8) Lei 11.948/09, que veda empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) a empresas que tenham a prática de assédio moral;

9) Emenda Constitucional 47/05, que dispõe sobre o sistema especial de inclusão previdenciária para atender a trabalhadores de baixa renda e àqueles sem renda própria que se dediquem exclusivamente ao trabalho doméstico no âmbito de sua residência, desde que pertencentes a famílias de baixa renda, garantindo-lhes acesso a benefícios de valor igual a um salário-mínimo.

MÍDIA RESPONSÁVEL: A imprensa senzalista vem advertindo sobre os riscos do comunismo.

MÍDIA RESPONSÁVEL: A imprensa senzalista vem advertindo sobre os riscos do comunismo.

10) Lei 12.551/11, que reconhece o Teletrabalho, ou trabalho a distância;

11) Lei 12.513/11, que amplia a formação profissional do trabalhador por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e ao Emprego (Pronatec);

12) Lei 12.506/11, que amplia o aviso prévio de trinta para até noventa dias;

13) Os senzalistas recusam-se a usar este número;

14) Lei 12.469/11, que determina a correção anual da tabela do Imposto de Renda Pessoa Física;

15) Lei 12.440/11, que cria a Certidão Negativa de Débito Trabalhista;

16) Lei 12.382/11, que institui a política de aumento real para o salário mínimo;

17) Lei 12.470/11, que institui o sistema de inclusão previdenciária para os trabalhadores de baixa renda;

18) Lei 12.761/12, que institui o Programa de Cultura do Trabalhador e cria o Vale-Cultura;

19) Lei 12.740/12, que institui o adicional de periculosidade para os vigilantes;

20) Lei 12.832/13, que isenta do imposto de renda até o limite de R$ 6 mil reais a participação dos trabalhadores nos lucros ou resultados;

POLÍTICA SOCIAL: Os senzalistas defendem o fim da Bolsa Família e a implantação do Bolsa Migalha Infantil

POLÍTICA SOCIAL MODERNA: Os senzalistas defendem o fim da Bolsa Família e a implantação do Bolsa Migalha Infantil

21) Lei 12.865/13, que permite aos taxistas transferir para seus dependentes a outorga da licença;

22) Emenda à Constituição 72, que estende aos empregados domésticos os mesmos direitos dos trabalhadores urbanos;

23) Lei Complementar 142/13, que trata da aposentadoria da pessoa com deficiência;

24) Emenda à Constituição 81/14, que expropria propriedade urbanas e rurais nas quais sejam encontrados trabalho escravo ou análogo ou o cultivo de maconha.

Nem foi preciso nenhum esforço do pres. Zezinho para que as reivindicações do PS do B fossem incorporadas no programa da candidatura de Tancredo Neves.

Em reunião promovida na manhã de hoje pelo futuro Esteio do Senado, o ideólogo do PS do B, sr. Banquínio Fraga, apresentou as propostas ao solerte animador da noite de Ipanema. Tancredo Neves concordou imediatamente. De olhos vidrados, enquanto abria um pacote de talco para seu cuidado pessoal matinal, comentou:

“Concordo com tudo! Temos que tomar medidas duras contra essa gente abusada e revogar isso tudo. Os salários estão muito altos e não é justo que por causa de milhões de trabalhadores os homens de bem e os banqueiros sejam prejudicados”.

QUADRILHA:  Importantes confecções iam doar prendas para a festa junina da UDN, mas foram impedidas pela milícia petista.

QUADRILHA: A importante confecção senzalista Ellus ia doar prendas para a festa junina da UDN, mas foi impedida pela arbitrariedade da milícia petista.

Comentário da tia Carmela
O Zezinho sempre gostou de brincar de senzala. Quando era moleque, na Mooca, ele pegava uns moleques e colocava no porão da casa do Reinaldinho Cabeção. Os moleques tinham que ficar carregando coisas de um lado para o outro.  O Reinaldinho Cabeção adorava, porque o Zezinho deixava ele ser o feitor e mandava ele dar umas chicotadas nos moleques. Só que um dia os moleques não gostaram porque o Zezinho mandou o Reinaldinho Cabeção bater bem forte, e se rebelaram. O Zezinho fugiu, e deixou o Reinaldinho Cabeção apanhando sozinho…


Copa: UDN sofre com jogo, mas vibra com candidatura do pres. Zezinho ao Senado

5 de julho de 2014

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, voltou a empolgar os eleitores infantis paulistas, ao lançar sua candidatura ao Senado, o novo baluarte sua incansável luta contra o comunismo petista.

A primeira aparição pública do Presidente de Nascença como candidato ao Senado aconteceu nesta semana. Ele assistiu ao jogo Brasil X Colômbia na sede da UDN paulista.

O pres. Zezinho foi recebido por um empolgado coro dos udenistas, que festejaram sua chegada em ritmo de copa: “Zezinho no Senado, Brasil eliminado! Zezinho no Senado, Brasil eliminado!”

20140626125301381rts

DECEPÇÃO: Alguns torcedores ainda estavam com as roupas da triste derrota do dia anterior de sua seleção do coração.

Torcedor animado, o Almirante do Tietê  trocou a tradicional camisa azul por uma camiseta amarela para ajudar na torcida: “foi o Tancredo Neves que me deu. Ele ganhou várias de um rapaz que traz umas coisinhas da Colômbia pra ele”, afirmou o Maior dos Filhos da Mooca.

A torcida foi grande, mas não adiantou. A seleção brasileira venceu mais um jogo, mostrando que a Copa está comprada por um lote de bolsas-família que a usurpadora do planalto distribuiu para a Fifa e os famélicos times latinoamericanos.

Envergonhados com mais uma vitória do time Brasileiro, os udenistas aplaudiram o pres. Zezinho, quando disse que os bilhões que os turistas estão deixando no Brasil seriam muito melhor usados pagando juros para os bancos e para o FMI.

Ao final do jogo, o Maior dos Filhos da Mooca compartilhava a tristeza dos demais torcedores udenistas.

QUADRILHA: o pres. Zezinho doou a camiseta que usou no jogo para o bingo da festa junina da UDN.

QUADRILHA: o pres. Zezinho doou a camiseta que usou no jogo para o bingo da festa junina da UDN.

Demonstrando sua grande liderança, consolava alguns e animava os outros.  Deu um chicabon para o importante jornalista ficcional Arnaldo Jabá, que chorava desconsolado, abraçou a astróloga econômica MIriam Cochonne e deu um telefonema de condolências ao jornalista de programa Dioguinho de M., que assistiu ao jogo em sua toca em Veneza.

Comentário da tia Carmela

A esta altura, o Zezinho já mandou preparar dossiê contra o Filipão…

 


Tancredo Neves: Colômbia será a maior parceira comercial do Brasil em 2015

23 de junho de 2014
Tancredo Neves promete um choque de farinha no Brasil.

Tancredo Neves promete um choque de farinha no Brasil.

A Salvação Nacional, o futuro presidente Tancredo Neves, anunciou hoje as prioridades para o comércio exterior de seu futuro mandato.

A velha ordem natural das coisas será reestabelecida. Os Estados Unidos voltarão a ocupar o lugar que é seu por direito divino, e reassumirão o primeiro lugar na balança comercial brasileira, posto usurpado pela China Comunista. Devaneios daquela mulher e daquele apedeuta, como o comércio com o Mercosul e com a África, serão totalmente abandonados.

Mas a principal inovação de sua nova política comercial será a parceria estratégica com a Colômbia. O candidato que cheira à vitória declarou que pretende incrementar o fluxo comercial entre o vizinho país escobariano e Ipanema, de onde pretende governar o Brasil. A terra de Uribe tornar-se-á o segundo maior parceiro comercial do Brasil.

Para levar a cabo sua ideia de tanto brilho, Tancredo Neves já fez sua irmã prometer que vai construir a Carretera de La Farina, cortando a América do Sul para permitir o comércio entre a Colômbia e o Brasil.

QUADRILHA: A UDN prepara uma bela festa junina para inaugurar a Carretera de La Farina.

QUADRILHA: A UDN prepara uma bela festa junina para inaugurar a Carretera de La Farina.

A nova rodovia será a versão moderna da Carrera de Las Indias, a rota dos galeões espanhóis que saía de portos latinoamericanos como Cartagena de Las Indias, na Colômbia, para a Europa. A nova rota, que já está sendo chamada de Carrera de Ipanema, ao invés de navios, terá modernos caminhões transportando cargas de farinha do vizinho país até Minas Gerais, onde um moderno entreposto multimodal redistribuirá a carga por helicóptero para Ipanema, Brasília e São João Del Rey.

Comentário da tia Carmela

Isso não está me cheirando bem…


CAMPANHA “LIBERTEM O HELIPÓPTERO!”

15 de dezembro de 2013

CAMPANHA “LBERTEM O HELIPÓPTERO!”

Mais uma injustiça envergonha o Brasil. Desde o dia 24 de novembro último, o helipóptero PO-2222 encontra-se injustamente preso na Polícia Federal do Espírito Santo, O aparelho foi preso de maneira arbitrária, acusado de comércio ilegal de talco.

REVOLTA: O helipóptero pergunta:  porque está preso se os trens de São Paulo estão soltos?

REVOLTA: O helipóptero pergunta: porque está preso se os trens de São Paulo estão soltos?

Acusação injusta
O helipóptero foi preso indevidamente, pois não teve nenhuma participação efetiva no episódio. Não foi ele quem autorizou o transporte, nem decidiu que o voo seria feito, nem foi ele quem abriu suas portas e colocou o talco dentro do compartimento de cargas. Também não foi o PO-2222 quem ligou seus motores, nem quem o dirigiu.

Para prendê-lo, seus acusadores usaram a Teoria do Domínio do Globo, que diz que, quando o Presidente do STUDN (Supremo Tribunal da UDN) Min. Merdoval Pedreira, assim o determinar, deve-se  colocar a culpa em alguém partindo apenas de suposições, caso o acusado não seja da UDN (WEBER, M., 2013). Os doutrinadores dessa teoria dizem que cabe ao acusado provar sua inocência, e não os denunciantes provarem sua culpa (FUCKS, L., 2013). Portanto, se o helipóptero não solicitou informações sobre a carga, e permitiu que a transportassem, ele é o culpado pelo comércio ilegal de talco.

Sem direito à defesa
A desafortunada aeronave declara inocência e queixa-se do abandono a que foi submetida desde a prisão. Seus proprietários contrataram para si um caro advogado especializado na defesa de meliantes renomados, mas deixaram-na abandonada à própria sorte. A Defensoria Pública não indicou ninguém para assistir o pobre helipóptero.

Tratamento cruel
O PO-2222 está submetido a tratamento cruel na cadeia, o que viola todas as normas de tratamento a presos.

Sem advogado e sem receber visitas, o pobre helipóptero queixa-se de estar passando fome na prisão: “até agora, ninguém veio encher o meu tanque; e olha que eu estava com o ponteiro quase na reserva, depois de viajar tanto”.

Outra flagrante violação dos direitos aeronáuticos do aparelho é a falta de manutenção. Segundo vários mecânicos que o examinaram, trata-se de um equipamento que foi submetido a um estresse grande, a uma longa viagem cheia de paradas, e, por isso, necessita de reparos e assistência técnica.

Entretanto, uma junta de mecânicos nomeada diretamente pelo grande amigo de Tancredo Neves, o simpático JB, negou que a autorização para manutenção e reparos do aparelho.

Fica evidente, pela crueldade do tratamento inflingido à humilde aeronave,  a intenção de autopromoção de seus desumanos carcereiros, por meio de práticas baseadas em humilhar, debilitar e promover a execração pública do helipóptero como se se tratasse de um petista qualquer, a quem não se aplicam a Declaração Universal dos Direitos Humanos, as convenções internacionais e a Constituição Federal.

A situação é ainda mais inadmissível porque, segundo o especialista Orígenes Lessa, os helipópteros são aeronaves de alma muito sensível.

Sem direito à liberdade de expressão
O PO-2222 foi proibido de receber visitas de jornalistas e de dar entrevistas, em uma prática muito pouco usual. As poucas notícias e declarações dele que têm chegado ao público foram obtidas de maneira clandestina, através de outros presos ou dos poucos visitantes autorizados.

Sem direito a trabalhar
O helipóptero tentou trabalhar, mesmo preso. Ofereceu-se para trabalhar como ventilador no saguão da sede da PF, ou como exaustor na cozinha da cadeia. Entretanto, seu pedido foi negado, e vários órgãos de imprensa chegaram a noticiar que, apesar de o ar da prisão ser um ar viciado,  o helipóptero estava apenas procurando um pretexto para decolar.

Entenda o caso
O aparelho foi capturado ao se flagrar em seu interior uma carga de cerca de meia tonelada de talco, totalmente irregular. O helipóptero declarou não saber do que se tratava a carga: “meu trabalho como helipóptero é levar o que colocarem no bagageiro; além do mais, o carregamento de talco estava embalado e não dava para ver o que havia dentro”.

Indagado sobre quem seria o dono do talco, o helipóptero respondeu: “o piloto é meu, o senador é meu, o deputado é meu, a fazenda é dos meus proprietários, mas o talco eu não sei de quem é…”.

A QUEM INTERESSA? Jornais prejudicam helipóptero ao se recusar a publicar notícias sobre o caso.

A QUEM INTERESSA? Jornais prejudicam helipóptero ao se recusar a publicar notícias sobre o caso.

O caso teve grande desrepercussão no meio jornalístico de programa nacional. As redações dos principais órgãos de imprensa udenista levaram dias para encontrar uma maneira de não noticiar o fato. Em Minas Gerais, estado de residência da aeronave e de seus proprietários, o principal jornal do estado fez uma capa especial para não noticiar o fato. Já o apresentador do principar telejornal brasileiro, Sr. William Homer,  levou dois dias para conseguir reunir forças para ler, totalmente constrangido, a notícia no ar.

A comunidade jurídica também se mobilizou de maneira danosa à aeronave. Vários juízes negaram-se a assumir o caso e dar habeas-corpus ao helipóptero. Um dos juízes chegou a remeter o caso ao Vaticano, sob a trêmula alegação de que “é lá que eles cuidam de coisas do céu”. Outro magistrado capixaba encaminhou o caso para o STJD, porque “é lá que se trata de assuntos relacionados a subida e descida”. Um terceiro juiz declarou-se impedido, por ser um colecionador de miniaturas de aviões e helicópteros e, portanto, tem vínculos muito fortes com o acusado. Outro magistrado desapareceu, e foi encontrado apenas ontem, escondido embaixo da saia da mãe. O acoelhado juiz apenas conseguia balbuciar “não é minha competência, não é minha competência”.

A classe política também não demonstrou nenhuma solidariedade ao sofrido aparelho. Nem mesmo Tancredo Neves, velho conhecido do helipóptero e de seus proprietários, levantou sua potente e respeitada voz na tribuna do Senado Federal. Talvez revoltado por descobrir que havia farinha misturada ao talco, o Faraó das Alterosas preferiu manter-se em silêncio, e guardou suas poucas palavras para expressar solidariedade aos donos da aeronave.

Esperança
Apesar de todas as injustiças cometidas contra ele, o helipóptero não desanima. Em meio à atribulação, ainda encontra forças para ter esperança e encontrar consolo para sua triste condição. com um sorriso amargurado no rosto, declarou:
“Pelo menos minha sigla é PO-2222. Se fosse PT-1313 a essa hora eu já estaria condenado à prisão perpétua ou a virar sucata…”

Seguindo seu exemplo, um grupo de brasileiros, homens e mulheres de bem, resolveram iniciar uma campanha para que os direitos do helipóptero sejam respeitados, e para que cessem sua prisão arbitrária e os maltratos

Participe você também da campanha LIBERTEM O HELIPÓPTERO!

Como ajudar

a) Espalhando a imagem-símbolo da campanha: Coloque a imagem da campanha em sua página do Facebook, no Twitter ou em seu blog; imprima e faça adesivos para colocar no seu carro ou em outros lugares.
b) Divulgue a campanha entre seus amigos: reproduza este post por e-mail ou no Facebook; converse com seus amigos, parentes e conhecidos.
c) Se você for professor de Direito, utilize o caso em suas aulas para mostrar o flagrante desrespeito aos direitos e às normas do Direito Penal.
d) Participe da vigília permanente em frente à sede das empresas da famiglia Pórrela, proprietária do helipóptero e que o deixou ao deus-dará no Espírito Santo.
e) Manode cartas e mensagem de protesto e indignação para:

STF: http://www.stf.jus.br/portal/principal/
Anistia internacional: http://anistia.org.br/contato
ABRAPHE – Associação Brasileira de Pilotos de Helicóptero: http://www.abraphe.org.br/
Procuradoria Geral da República: http://www.pgr.mpf.mp.br/
Ministro da Justiça http://www.mj.gov.br/
Tancredo Neves: http://www.senado.gov.br/senadores/dinamico/paginst/senador391a.asp
Cruzeiro Esporte Clube: http://www.cruzeiro.com.br


UDN busca soluções para falta de gaveteiros

13 de dezembro de 2013
MONUMENTAL: Merdoval quer que JB construa uma torre-gaveteira na Praça dos Três Poderesna Praça dos Três Poderes

MONUMENTAL: Merdoval quer que JB construa uma torre-gaveteira na Praça dos Três Poderes.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, coordenou ontem mais um  seminário envolvendo os maiores pensadores udenistas para discutir soluções para os grandes problemas nacionais.

Desta feita, o Presidente de Nascença convocou os gênios da raça para discutir o caos arquivístico nacional.

A justiça brasileira sofre com a escassez de gaveteiros para guardar a papelada gerada por tentativas inúteis dos petistas de degradar a imagem da prestigiosa agremiação política de Higienópolis.

É o caso, por exemplo, das investigações estapafúrdias sobre a aquisição de trens pelo governo da Locomotiva da Nação, sob a batura do pres. Zezinho e de seu muy amigo, Geraldinho do Vale.

PROFISSIONAL: A UDN deve convocar o Homem da Capa Preta para ajudar a engavetar a papelada.

PROFISSIONAL: A UDN deve convocar o Homem da Capa Preta para ajudar a engavetar a papelada.

Soluçòes geniais

O seminário mostrou a superioridade da intelectualidade udenista. A ala macroecômica da UDN, por meio de sua porta-voz, a jornalista de programa Miriam Cochonne, propôs o corte radical do orçamento da União, deixando apenas recursos para pagar juros aos bancos e para comprar gaveteiros.

A principal alternativa foi proposta pelo maior especialista no assunto, Dr. Gurgel Brindeiro, que foi  Engavetador Geral da República no saudoso governo do ex-intelectual FHC, e que recentemente reencarnou no corpo de Jô Soares.

Trata-se da criação do PRO-GAVETA, um programa de incentivo à produção de gaveteiros por empresas estrangeiras, voltadas diretamente ao mercado brasileiro.

DESESPERO:  já tem gente da ala jurídica da UDN fazendo contato com a NASA para soluções radicais.

DESESPERO: já tem gente da ala jurídica da UDN fazendo contato com a NASA para soluções radicais.

A proposta recebeu apenas um reparo, do próprio Pres. Zezinho. Para facilitar a implementação do Acordo Caracu EUA-Brasil (no qual o Grande Irmão do Norte entra com a primeira parte e o Brasil entra com o que der), as empresas dos EUA devem ter prioridade nas vendas.

O futuro embaixador do Brasil na China, Dr. H. Romeu Junior, juntamente com seu parceiro, Sr. Paulo Bruce Lee, prontificou-se a eliminar impiedosamente as barreiras alfandegárias para as importações de gaveteiros chineses.

Já o ex-pensador FHC propôs a criação de uma empresa estatal para produzir e distribuir gaveteiros para o Judiciário, a GAVETABRAX.

QUADRILHA: A UDN organizou uma bela festa junina para comemorar o encontro.

QUADRILHA: A UDN organizou uma bela festa junina para comemorar o encontro.

A proposta não obteve muita aceitação, e os udenistas nem prestaram atenção à justificativa dada pelo ex-sabichão: “Temos que criar a estatal antes, para poder privatizá-la depois, ora essa!”

Comentário da tia Carmela

Os gaveteiros vão aparecer loguinho, loguinho. A esta altura, o Zezinho já mandou cópia de umas outras papeladas para muita gente, que ao ver o que era saiu pra arranjar gaveta até em sacristia…