Figurinhas “Ser UDN é…” estão de volta! Pacotinho 4.

23 de julho de 2012

Elas voltaram!!!

As Figurinhas “Ser UDN é…” estão de volta.

Com elas, você vai se divertir muito, colecionando as figurinhas sobre os udenistas mais bacanas e sua vida cheia de glamour!

E você, udenista iniciante, pode aprender com seus mestres com um bom udenista deve se comportar.

Clique aqui para ver todos os pacotinhos.

PROMOÇÃO ESPECIAL DA TIA CARMELA:

Minha tia Carmela ficou tão feliz com a volta das figurinhas que resolveu oferecer um presente: o leitor que acertar primeiro a explicação dos números das figurinhas ganha um exemplar do livro A Privataria Tucana.

07 – … ter tanto senso de ridículo quanto caráter.

4898 – … ajudar sempre a melhorar a imagem do Brasil no exterior.

317 – … saber muito bem quem são os companheiros que não se pode abandonar na estrada.

16 – … ter um governador e uns juizinhos só seus, para não precisar sujar as mãos de sangue.

25 – … trocar de partido, mas não de caráter.

09 – … perder um grande amigo afogado em uma cachoeira de água suja.

18 – … ninguém estranhar ou se revoltar quando se anda com bandido.

556 - ... construir o melhor acelerador de propinas do Brasil.

556 – … construir o melhor acelerador de propinas do Brasil.

319 – … ter sempre um amigo pronto para emprestar uma gaveta para guardar uma papelada.

2 – … ter 300 mil motivos para ser amigo do Sr. Paulo Caixa Preta 2.


Boneca inflável da UDN vira musa da democracia paraguaia

7 de julho de 2012

MODELO PARA AS AMÉRICAS: Secundada pelo capataz Monfranco, a boneca inflável prometeu à TV local total que a UDN lutará até o último centavo contra a entrada da Venezuela no Mercosul

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, enviou  hoje mensagem a Disneylândia, avisando que a missão enviada pela UDN para saudar o novo capataz do Paraguai foi um sucesso.

Prometida há alguns dias pelo Presidente de Nascença, a missão udenista foi a primeira delegação internacional a prestar homenagem à nova era da democracia paraguaia.

O objetivo da missão da UDN foi levar a solidariedade dos moradores da Caverna do Ostracismo ao recém-empossado capataz da República Transgênica do Paraguai, sr. Francisco Monfranco.

HOMENAGEM A STROSSNER: A boneca inflável da UDN depositou flores no túmulo do grande ícone da democracia paraguaia.

A missão da UDN ao país irmão foi chefiada pela líder da ala das bonecas infláveis da UDN, Bianca Dias.

Toda catota, a boneca inflável exibiu seu novo visual na recepção de gala oferecida pelo capataz. Sabedora de sua responsabilidade, trocou a cor do cabelo e botou um botox novo.

O poeta romano Virgílius também integrou a missão, e fez uma leitura dramática da nota oficial da UDN apoiando o golpe que levou o capataz ao poder.

Aplaudidíssimo, Virgilius chorou ao final da leitura do poema, sendo consolado pelo proconsul Agripinus, que aproveitou para propor ao novo capataz um negocinho de inspeção veicular em Ciudad del Este.

SEGREDOS UDENISTAS: O pres. Zezinho (DIREITA) não abre mão dos segredos que a Srta. Francine De L’Herbe constuma dizer aos seus ouvidos.

Estiveram presentes todos os altos dignitários da terra de Yparacai, exceto o zagueiro palmeirense Román e a principal autoridade do país, o Gerente Geral da Monsanto no Paraguai. Ele havia prometido participar do evento, mas acabou não indo porque teve que levar seu cachorro para passear.

Mal estar

No início da solenidade, uma gafe do cerimonial paraguaio quase pôs tudo a perder.

O mestre de cerimônias leu errado o nome da boneca inflável, confundindo-a com a Srta. Francine De L’Herbe, candidata-auxiliar do Mais Preparado dos Brasileiros na eleição deste ano.

As negociações iniciais da visita consideravam que a delegação da UDN seria chefiada pela Srta. Francine De L’Herbe, daí a falha. A boneca inflável foi escolhida porque o pres. Zezinho recusou-se a autorizar a ida de sua assessora para assuntos de downloads e uploads, por conta das eleições municipais, que demandarão seu infatigável trabalho de menina de recados do Maior dos Filhos da Mooca.

O capataz Monfranco ficou decepcionado e comentou com alguns capangas: “me gustaba mas que hubiese venido la De L’Herbe; es demócrata igual que nosotros y esta mejor que esta muñeca inflable, que tiene tan demasiado botox, que ya no se le queda firme em la cara”.

MODÉSTIA: A boneca inflável louvou a sabedoria dos donos do Paraguai em não ter imposto de renda no país: “pelo mesmo motivo, eu não costumo declarar minhas fazendas”.

Resolvido o mal-estar, o capataz mostrou-se gentil e encantado com os dotes democráticos da boneca inflável, a quem fez outorgar o título de Musa da Democracia Paraguaia. A boneca inflável quase estourou de satisfação.

OBEDIÊNCIA e ORGULHO: A boneca inflável da UDN atendeu aos apelos de seu líder.

Agenda oculta

Logo após o anúncio do sucesso da missão, notícias desencontradas começaram a correr. Dos caudalosos esgotos fétidos da Caverna do Ostracismo jorravam versões que diziam que havia um objetivo oculto na viagem da delegação chefiada pela boneca inflável.

Algumas fontes udenistas afirmam que a delegação tinha como objetivo real tomar algumas aulas de democracia para reproduzir em sua volta ao Brasil.

Outras fontes com trânsito e tráfico na Caverna do Ostracismo asseguram que a viagem, na verdade, foi para tratar de detalhes de uma operação secreta da UDN, liderada pelo Almirante do Tietê: a operação Caracu.

A operação tem como objetivo permitir o  estabelecimento do Acordo Caracu EUA-América do Sul, no qual os EUA entrariam com a primeira parte.

O acordo seria uma versão ampliada do Acordo Caracu EUA-Brasil, que tem sido sistematicamente boicotado pelos usurpadores do planalto. Neste acordo, o Brasil entraria com a retaguarda.

QUADRILHA: O capataz prometeu participar de uma festa junina quando for visitar o Brasil no futuro governo do pres. Zezinho. Ele e seus capangas Já estão ensainado para participar da dança típica.

A adesão do Paraguai é considerada vital pelo diretor do departamento de Acordos Caracu da Disneylândia, Sr. Ricardo Zúñiga. Ao que parece, o novo capataz paraguaio já antecipou que a parte paraguaia do acordo já está à disposição, e só espera os EUA entrarem logo com sua parte, que será a mais dura.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho sempre gostou de gente sem nenhuma noção do ridículo.


Festa em Goiás: Amigo do pres. Zezinho compra Touro Bandido

16 de junho de 2012

A nova estrela da UDN é conhecida por estar sempre de olhos abertos para a injustiça.

O Mais Preparado dos brasileiros, o futuro pres. Zezinho, participou hoje da festa de comemoração da nova aquisição de um amigo goiano.

O amigo do Presidente de Nascença está muito orgulhoso, pois acaba de adquirir o Touro Bandido, famoso campeão brasiliense de rodeios jurídicos e tergiversações processuais.

O Touro Bandido, mal foi comprado, já aprontou das suas, na festa junina da UDN de Anápolis. Mostrando que é fiel ao dono, arrebentou a porta da cadeia da quermesse, bem na hora em que seu dono estava preso. A estrepolia do simpático ruminante foi comemorada pelos partipantes da festa, porque assim o amigo goiano do pres. Zezinho pode voltar a ser o puxador da quadrilha da festa junina.

A UDN sempre gostou de investir em bovinos.

A UDN sempre gostou de investir em bovinos (clique na imagem para recordar).

Festival de virtude udenista

Sempre solidário, o amigo do pres. Zezinho já colocou seu Touro Bandido à disposição do Maior dos Filhos da Mooca, se precisar de alguma forcinha.

Comovido, o Presidente de Nascença agradeceu a gentileza aos soluços, em um emocionado ataque de choro, abraçado ao seu amigo empresário de muita sorte.

Dos caudalosos esgotos da Caverna do Ostracismo jorraram versões desencontradas sobre essa súbita explosão de emoções daquele que é O Mais Racional dos Homens Públicos.

Alguns udenistas acreditam que o Salvador da Pátria Ungido pelos Céus anda se emocionando fácil porque recentes sondagens eleitorais não têm trazido boas notícias para sua já vencedora campanha-treino deste ano.

Ainda que esteja certo de sua inevitável vitória, o Mais Competente dos Governantes teme que isso gere uma redução das doações para sua campanha.

Obviamente, o pres. Zezinho preocupa-se com os doadores, que deixariam de fazer o bem, praticando a virtude da generosidade, tão cultivada pelo seu amigo goiano.

O Pres. Zezinho está solidário com Carminha. A estrela da UDN, desesperada, colocou a faca no pescoço de uma ministra do STF: “julguem o mensalão, antes que minha casa caia”.

Outras fontes afirmam que o Almirante do Tietê  tem se identificado com o drama de Carminha, da novela Avenida Brasil, pois a casa da personagem está caindo e o presidente Zezinho é muito sensível a essas coisas.

Na mesma linha de raciocínio, outros informantes comprados baratinho no Retiro do Udenista (sito à Caverna do Ostracismo, fundos, Higienópolis) têm dito que o pres. Zezinho anda nervoso porque está preocupado com o destino do filósofo greco-goiano Δημοσθένης, cuja casa caiu recentemente. O Maior Defensor do Mercado Livre teme que sua própria casa também caia, caso se forme uma grande torrente de água saindo do delta do Rio Tietê em direção ao Alto de Pinheiros.

QUADRILHA: A UDN goiana comemorou a nova aquisição com uma bela festa junina no Parque Vaca Brava, em Goiânia.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho sempre gostou de rodeio. Quando ele era criança, na Mooca, na rua passava o seu Joaquim, o leiteiro, puxando a vaca, que se chamava Formosa. Era uma vaca muito mansinha, e todo mundo gostava dela. A Formosa levava um sininho no pescoço e as pessoas saíam de casa ao ouvirem o para ir comprar leite tirado na hora. Uma vez, o Zezinho e o Reinaldinho Cabeção ficaram escondidos, esperando o seu Joaquim passar com a Formosa. Quando ouviram o sininho, o Zezinho mandou o Reinaldinho Cabeção sair correndo aos berros para montar na vaca. O Reinaldinho Cabeção obedeceu, como sempre. Desembestou pela rua gritando “Jerônimo!”. Quando chegou perto da Formosa e foi começar a pular em cima dela, a vaca deu um coice e jogou o Reinaldinho Cabeção longe. Foi um deus-nos-acuda. Quando tudo se acalmou, Seu Joaquim  comentou: a Formosa é boazinha, mas não suporta moleque imbecil. O Zezinho ficou lá, sentado atrás do poste, rindo sem parar.


Jantar na Caverna do Ostracismo atrai milhões

26 de novembro de 2011

SUCESSO: A venda de convites para o jantar com FHC é um sucesso!

A presença do Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, será um dos pontos altos do jantar beneficente promovido pelo Retiro do Udenista (Caverna do Ostracismo, fundos, Higienópolis).

O Presidente de Nascença rivaliza com o palestrante de honra, o ex-intelectual FHC, na capacidade de atrair importantes representantes da gente bonita paulistana para o convescote.

O evento faz parte de uma grande campanha para coletar recursos para a   ampliação da Caverna do Ostracismo. A reforma é urgente, pois em outubro do ano que vem o valhacouto udenista deverá receber vários novos moradores.  A reforma feita no ano passado não foi suficiente pois, após as eleições de 2010, a maravilha udenoespelológica ficou superlotada, com a mudança do pres. Zezinho e vários outros correligionários para lá.

Jantar atrai milhões

Foi iniciada a venda de convites, cada um ao preço de mil reais. Entretanto, apenas cem dos quinhentos convites foram adquiridos até agora, a maioria deles vendida aos jornalistas de programa que a UDN tem na redação dos jornais e revistas mais vendidos do Brasil.

AÇÃO ENTRE AMIGOS: A Sra. Elaine Tucanhede ficou encarregada de vender uma rifa no jantar, para ajudar na coleta de fundos.

Fontes da tesouraria da UDN  relacionam à baixa procura ao proverbial compromisso da UDN paulista com controlar gastos.

Segundo o tesoureiro da UDN paulista, Sr. Paulo Caixa Preta II, o fato de não haver muitos compradores não preocupa: “Na hora em que precisarmos, de verdade, todos os ingressos serão  adquiridos por algumas empresas que desinteressadamente têm apoiado a UDN em sua cruzada moral pela redenção da Pátria”.  De fato, a  UDN tem conseguido atrair milhões com o método CCR (compra, compra e reembolsa), usado  na sua relação com empresas idôneas.

Programa

O evento iniciar-se-á com um coquetel, animado por uma apresentação do sanfoneiro de estimação da UDN, Sr. Dominguinhos. Depois que o músico terminar seu espetáculo e for para a cozinha para comer com os outros empregados, será servido o jantar, cujo menu seguirá a linha popular.

O cardápio foi preparado por Caetano, um ex-gênio que FHC acolheu na Caverna do Ostracismo e que lá trabalha como cozinheiro.

AUSÊNCIA: A Sra. L. Hipólitro não poderá comparecer, mas mandará o Sr. Daniels, seu assistente, para representá-la.

Em homenagem à aproximação da UDN às classes populares, estão previstos pratos tipicamente populares da cozinha contemporânea francesa, como foie gras em caldo thai; crème de poireaux vichyssoise;  pato confitado grelhado com pimentões verdes e gengibre; e salmão ao beurre blanc com pétalas de flores do campo.

Além dos vinhos, será servida também cerveja preta, em homenagem ao Acordo CARACU EUA-Brasil.

Ao final do jantar, será a vez dos inspirados discursos. O pres. Zezinho fará o discurso de apresentação do convidado de honra e depois passará a palavra ao ex-sábio FHC, que fará um discurso autobiográfico com o título: “Porque Lula tem inveja de mim”.

Por fim, a tertúlia será encerrada por uma apresentação literária: o mais imortal dos jornalistas de programa, Sr. Merdoval Pedreira, fará a leitura dramática de trechos de seu novo livro, uma coletânea de cartas de amor endereçadas a uma musa misteriosa, que muitos acreditam ser a Sra. Miriam Cochonne.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: Como sempre, o evento da UDN vai terminar em festa junina.

O Zezinho sempre gostou de festa beneficente. Quando ele era menino, ele gostava de juntar a molecada que andava com ele para irem na festa de São Vito. Uma vez, ele mandou o Reinaldinho Cabeção fazer uns bilhetes de rifa, dizendo que era para ajudar as obras da creche da igreja de São Vito e que o prêmio era passar um dia com o Zezinho.  Quando chegou a hora da festa, ele chamou o Reinaldinho Cabeção, fez ele vestir a roupa de domingo e ir para a festa de São Vito vender a rifa. Ele oferecia a rifa, todo sério, dizendo que o prêmio era maravilhoso, porque o Zezinho era o menino mais inteligente do mundo e que um dia seria presidente. Quando o Padre Giovanni descobriu que eles estavam vendendo aquela rifa dizendo que era para ajudar a creche, ficou furioso, pegou os dois moleques pelas orelhas e levou até a casa deles. Naquela noite, os dois foram dormir de traseiro quente…


Promotor quer colocar pitta de estimação do Pres. Zezinho de castigo

25 de novembro de 2011

O pitta de estimação do pres. Zezinho pediu para poder escolher o castigo, mas o promotor foi implacável.

O  Mais Preparado dos Brasileiros, o Pres. Zezinho,  viajou às pressas para Paris, onde está tentando sem sucesso retirar seu pitta de estimação de debaixo  da cama do hotel, aonde se escondeu, sem conseguir controlar os tremores de medo.

Segundo fontes da UDN, o pitta de estimação do Presidente de Nascença fugiu para a Cidade-Luz porque está sendo perseguido por um promotor malvado que ninguém consegue controlar.

A ovelha negra do MPSDB-SP estaria tentando colocar de castigo o pitta de estimação do Maior dos Filhos da Mooca, só porque o coitadinho não conseguiu controlar alguns instintos herdados do tempo que secretariava o pitta de estimação do Dr. Paulo Maluf.

DESCONFIADO: Tancredo Neves recusou-se educadamente a fazer a inspeção veicular sorteada como brinde em evento da UDN.

Segundo as acusações do vilão da promotoria, o ingênuo pitta de estimação do Maior dos Homens Públicos teria falhado ao controlar inspeção veicular na cidade, permitido que ocorressem sucessivas prorrogações do contrato, por meio de fraudes, como a apresentação de garantias falsas, documentos e informações falsas,  além de possíveis fraudes tributárias e fiscais, em um escândalo irrelevante da ordem de R$1 bilhão.

Reação

Imediatamente, após a treloucada petição do impertinente promotor que ninguém consegue controlar, a UDN mobilizou-se em uma das suas maiores especialidades: a reação.

A reação está sendo liderada por um grupo  estudantes da USP, que, além de reivindicar  a transformação da faculdade de filosofia em Penitenciária Universitária, também organizou uma manifestação pelo facebook, exigindo a obrigatoriedade da inspeção veicular diária para controlar o acesso ao campus da USP, evitando carros 1.0, ônibus e mulas.

O mais imortal dos jornalistas de programa, Sr. Merdoval Pedreira,  somou-se à reação, e deve publicar amanhã uma pérola literária no Jornal Mais Vendido do RJ, esclarecendo  que estas acusações são totalmente descabidas,  e  que o MPSDB-SP devia controlar melhor os seus membros.

QUADRILHA: Muitos udenistas de São Paulo não têm ido às festas juninas da UDN, com medo de serem postos de castigo.

O muy amigo do pres. Zezinho, Sr. Geraldinho do Vale, também manifestou preocupação com essa onda de pedidos para colocar udenistas de castigo. Segundo ele, esse movimento está tão avassalador  que ninguém mais o consegue controlar.
Semana passada, tinha sido a vez do presidente do metrô, que foi colocado de castigo só porque fez uma licitação cujos vencedores já estavam definidos com 6 meses de antecedência, mas o juiz entendeu erroneamente que era obrigação dele controlar o processo.

 

Comentário da tia Carmela
Já contei aqui um monte de vezes. O Zezinho e a turma dele, quando eram crianças, viviam sendo mandados para o castigo.  Mas nunca se emendaram…

Justiceiro da USP prende 3 terríveis meliantes

2 de novembro de 2011

HOMEM DE VISÃO: O reitor indicado pelo pres. Zezinho colocou a USP no caminho da modernidade.

Quando foi governador da Locomotiva da Nação, o Mais Preparado dos Brasileiros, o  futuro pres. Zezinho, deu inestimáveis demonstrações de visão estratégica e de respeito pela USP.

Um dos pontos altos da gestão do Presidente de Nascença foi a  magnífica aula de democracia  que deu com a nomeação do super-herói Justiceiro Rodante para o cargo de  reitor da USP.

Muito criticado à época, o tempo deu razão ao Maior dos Filhos da Mooca.  O Sr. Justiceiro Rodante é hoje aclamado pela comunidade universitária. Com seu estilo democrático, que lembra o do pres. Zezinho, já é considerado uma das maiores lideranças universitárias que a UDN já produziu.

Doutrina de Segurança Uspiana

Grande doutrinador que é, o  Sr. Justiceiro Rodante implantou uma implacável política de segurança, baseada na Doutrina de Segurança Uspiana, visando combater os inimigos externos e, principalmente, os terríveis inimigos internos da Universidade.

ESTUDANTE AGRIDE TROPA DE CHOQUE COM PERIGOSO LIVRO: A comunidade udenista da USP acha que já está na hora de acabar com esse acinte à democracia fardada.

A política de segurança do Sr. Justiceiro Rodante foi implantada com o apoio da sempre gentil polícia militar paulista, que,  estimulada pelo pres. Zezinho, desde 2009, vem se especializando em prestar excelentes serviços de policiamento e defesa dos direitos humanos no campus da USP.

REFORÇO: O Cachorro-Lagosta foi treinado para detectar tóchicos e atacar estudantes subversivos.

A PM paulista criou uma unidade especializada para atuar no campus da universidade. Esta tropa de elite utiliza métodos sofisticadíssimos de detecção de meliante, como a identificação de intenção criminosa pelos movimentos oculares do bandido (veja exemplo aqui).

A doutrina de segurança do Sr. Justiceiro Rodante começa a fazer efeito. Na semana passada, o super-herói da UDN uspiana deu uma lição aos terríveis  maconheiros da USP.

Em ação articulada com a sempre gentil PM, o Sr. Justiceiro Rodante capturou três assustadores meliantes que consumiam tóchicos no campus da universidade. A atitude dos facínoras foi considerada contrária à moral e à ordem pública, desrespeitando o disposto no  Decreto Lei 477/69, Art. 1o, VI.

Os perigosos indivíduos foram encaminhados à delegacia enquanto seus comparsas estudantes faziam o que sabem: baderna e agitação subversiva.

PATRIOTISMO: A ala infanto-juvenil da UDN uspiana aprovou a ação da polícia.

Repercussão

Como todas as ações que tem o dedo da UDN paulista, esta também foi um sucesso. A isenta imprensa paulista rapidamente mostrou como a  USP está infestada por uma praga de uma minoria de bandidos, arruaçeiros, maconheiros e, pior, esquerdistas contestadores.

O  jornalista das 50 mil razões publicou um post comemorativo da ação da “democracia de farda“, no site da Revista Mais Vendida do Brasil.

NEM PENSAR: O Sr. Justiceiro Rodante assinou um novo convênio com a PM para prender criminosos cibernéticos que atuam na USP, especialmente organizando protestos virtuais.

Apenas uns poucos desclassificados inimigos da democracia e da ordem pública ousaram criticar a iniciativa, como um juiz renegado e um deputado vermelhóide.

A UDN uspiana delirou com a ação, sentindo-se finalmente segura. Mas a moralização continua. Agora, o Sr. Justiceiro Rodante deverá assinar a Portaria 477, que proíbe  manifestações, greves, passeatas e protestos, pois atrapalham o bom andamento das aulas e a subida da USP nos rankings internacionais.

O  depoimento de um dos jovens udenistas uspianos diz tudo sobre a expectativa: “Nosso reitor-herói, o  Justiceiro Rodante, mostrou que finalmente na USP será aplicada a máxima do saudoso Pres. Médici: “estudante estuda, professor leciona, trabalhador trabalha“.

Graças à UDN paulista, ao pres. Zezinho e ao Sr. Justiceiro Rodante, a USP, finalmente, sai das trevas.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: a UDN uspiana fez uma bela festa junina em homenagem à tropa de choque da PM.

O Zezinho sempre gostou de super-herói. Uma vez, ele chamou o Reinaldinho Cabeção e uns moleques mais novos para brincar de super-herói. Ele  disse para o Reinaldinho Cabeção: “você vai ser o Super-Cabeção e eu vou ser o Super-Zezinho”.  Os moleques menores iam ser os bandidos. Na hora da briga, ele mandou o Reinaldinho Cabeção bater nos moleques menorzinhos e ficou só olhando.   O problema foi quando os irmãos maiores dos moleques ficaram sabendo e foram tirar satisfação com eles. Aí o Super-Zezinho sumiu e o Super-Cabeção levou uma surra daquelas…


Pres. Zezinho lança documento com Revelação Divina

2 de julho de 2011

Generoso como sempre, o Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, resolveu compartilhar com o povo brasileiro a mais recente Revelação Divina que teve.

O Presidente de Nascença recebeu diretamente de Deus a inspiração para revelar a verdade sobre os horrorosos anos de retrocesso que tem sido o governo dos usurpadores do planalto.

REVELAÇÃO CELESTIAL: Deus criou o homem à sua imagem e semelhança, mas caprichou mais no pres. Zezinho. (Imagem autorizada pelo bispo de Guarulhos).

A Revelação ocorreu durante o retiro espiritual liderado pelo Almirante do Tietê na Caverna do Ostracismo, fundos.  Intitulado “40 Dias no Sinai  Intelectual”, o retiro  atraiu a fina flor da ala religiosa da UDN e teve como pregador o bispo de Guarulhos e Higienópolis, D. Luiz Correia de Oliveira.

Durante o período de 40 dias no deserto, os fervorosos udenistas refletiram sobre a missão que lhes  foi outorgada pelo Todo-Poderoso (no caso, Deus): mostrar ao mundo que todos devem seguir as palavras sábias  do  Altíssimo (no caso, o Presidente de Nascença).

TENTAÇÃO: A única tentação à qual o pres. Zezinho não resistiu foi dar umas pedaladas com a ciiclonudista Soninha Copélia.

As terríveis mortificações a que se submeteram durante o retiro fizeram com que vários udenistas esmorecessem em sua fé ou, mesmo, tentassem fazer pactos com o demônio vermelho.

Mas o Maior dos Filhos da Mooca resistiu a tudo e às mais terríveis tentações.

Cheio de fervor, retirou-se por um período de 40 dias em um canto desértico da Caverna do Ostracismo. Durante esse tempo, jejuava, meditava e orava sem cassar, quer de pé, sentado ou prostado. Aí, muitas coisas lhe foram mostradas sobre a sua Missão Redentora.

Ao fim de sua profunda reflexão no deserto intelectual saiu mais forte e convencido de sua condição de Presidente Incriado, Ungido dos Céus e Chapa de Deus.

E, generoso como sempre, o pres. Zezinho resolveu divulgar a todos a Boa Nova a ele revelada: ele é o Mais Preparado de Todos os Brasileiros.

Após a divulgação da mensagem, o bispo de Guarulhos mandou seus assistentes (Pe. Dedé, Pe. Didi e Pe. Zacarias) para o Vaticano, com a missão de acelerar o processo de beatificação in vita do pres. Zezinho.

QUADRILHA: Os udenistas fizeram uma bela festa junina e rezaram de mãos dadas ao ouvir a Revelação Divina.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho sempre gostou de retiro espiritual. Uma vez, quando ele já estava no ginásio, ele e o Reinaldinho Cabeção foram fazer um retiro. No começo, os meninos tiveram que se confessar. O padre mandou o Zezinho rezar 1000 padre-nossos, 1000 ave-marias e 200 salve-rainhas ajoelhado num quarto escuro e fazer jejum durante os dois dias do retiro. Para o Reinaldinho Cabeção, a penitência era bem mais leve. Aí o Zezinho falou pro Reinaldinho Cabeção: “o padre trocou as nossas penitências”. O Reinaldinho Cabeção passou os dois dias com fome, rezando ajoelhado no lugar do Zezinho. Que passou o fim-de-semana jogando bola, em um campinho que tinha perto da casa de retiros…