JB vai indicar juízes da Copa

ISENÇÃO: JB seleciona os juízes de acordo com o apito que eles tocam e a família que têm.

CRITÉRIO REPUBLICANO: JB seleciona os juízes de acordo com o apito que eles tocam e a família que têm.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, continua muito preocupado com a desenvoltura demonstrada pelo novo queridinho da UDN, o popular JB.

O Presidente de Nascença já havia demonstrado seu desconforto com a unção do Mini JB (PST do F-DF) como novo herói da UDN e candidato a vice da chapa do usurpador da UDN, Tancredo Neves (UDN-RJ). Mas ações recentes do aclamado parceirinho do Faraó das Alterosas fizeram acender o sinal amarelo dos correligionários do Almirante do Tietê.

ISENÇÃO: Os juízes da UDN rezam todos pela cartilha do JB.

ISENÇÃO: Os juízes da UDN rezam todos pela cartilha do JB.

O novo motivo do alerta é a decisão do popular JB de escolher os juízes que apitarão os jogos da Copa de 2014. Ele pretende seguir a política de escalar apenas filhos de famílias udenistas de boa cepa para serem os juízes do jogos.

Além de facilitar a vida da torcida na escolha do tratamento a usar ao se referir aos juízes, a nova sábia medida do amigo que não sai da boca dos udenistas tem outra vantagem. Garantirá que a Copa do Mundo não seja manipulada pela usurpadora do planalto e pela corja petista e, com isso, atenda às boas normas da meritocracia e justiça tucana.

O heróico empresário miamimobiliário já vinha se preparando para sua nova função de escalador de juízes. Recentemente, trocou o juiz do jogo UDN x Estrela Vermelha, realizado no estádio da Papuda, no DF. O jogo faz parte de um torneio nada amistoso disputado entre os dois times, desde 2005.

DESCONFIANÇA INFUNDADA: Ao saber da notícia, jogadores do Náutico tentaram culpar o juiz e as cores do time pelo rebaixamento.

DESCONFIANÇA INFUNDADA: Ao saber da notícia, jogadores do Náutico tentaram culpar o juiz e as cores do time pelo rebaixamento.

Os primeiros jogos do torneio, realizados no Estádio UDNzão, em Brasília, foram apitados por JB de maneira muito questionada: inverteu faltas, ignorou uma série de jogadas e ainda intimidou os auxiliares para seguirem suas marcações, sempre a favor da UDN.

Agora, para os jogos da fase final do torneio, disputados no Estádio da Papuda, no DF (novamente, campo da UDN), para facilitar a vida do time da UDN, resolveu substituir o juiz original  pelo  filho de um importante auxliar do grande Demoarruda Bauducco, jogador veterano da UDN, que hoje defende o time da Caverna do Ostracismo.

O motivo da troca foi o medo da virada.
Apesar de estarem em desvantagem, os jogadores do Estrela Vermelha estavam ganhando simpatia do publico por conta da feroz perseguição que sofriam do time da UDN, da imprensa e dos juízes.

TODO MUNDO SABE: As reclamações do  time do Estrela Vermelha não comovem os juízes indicados por JB.

TODO MUNDO SABE: As reclamações do time do Estrela Vermelha não comovem os juízes indicados por JB.

A ameaça de chegada de reforços da Itália para o time do Estrela Vermelha teria desencadeado o pavor em JB, que decidiu que ele agora é também o Supremo Selecionador de Juízes da Nação.

A medida moralizante do revolucionário herói udenista preocupa o pres. Zezinho pelo sucesso que pode fazer, podendo gerar tanta empolgação nas hostes udenistas que impeça sua natural e inquestionável candidatura a ocupar o lugar no Planalto sempre deveria ter sido seu.

JB está se dando muito bem com os velhos amigos de Tancredo Neves.

JB está se dando muito bem com os velhos amigos de Tancredo Neves.

A justa iniciativa do novo amigo de todas as horas de Tancredo Neves também preocupa outros segmentos da nação, que temem que o Mini JB interfira na arbitragem da revanche do jogo UDN x Brasil, no qual a UDN foi derrotada em 2010. O novo jogo será disputado em outubro de 2014.Inclusive, há rumores no camarote do homem forte da Juventude da UDN (JUDN), Sr. L. Hulk, de que JB pretende ser o capitão da UDN nesses jogos.

Aprovação
Apesar dos protestos, os poderes constituídos não questionam a medida do Mini JB.

Segundo o Pres. do STF, Min. Merdoval Pedreira, a medida do Mini JB é totalmente amparada no direito udenista e foi aprovada pelos seus patrões e, em consequência, pelos eleitores infantis paulistas, que comemoraram a mudança do juiz.  Em Higienópolis JB tem forte apoio à sua intenção de mudar o formato do torneio UDN X Estrela Vermelha para mata-mata.

IMPOSSÍVEL:  Elementos nocivos ao país falsificaram capa da revista mais vendida para prejudicar JB.

IMPOSSÍVEL: Elementos nocivos ao país falsificaram capa da revista mais vendida para prejudicar JB.

Na imprensa, o apoio dos principais jornalistas de programa também é incondicional. Em programa ao vivo na Rede UDN de Comunicação ouviu-se o seguinte diálogo:

APRESENTADOR: O JB trocou o juiz no meio do jogo. Pode isso, Arnaldo?
– COMENTARISTA: A regra é clara, mas a gente sempre dá um jeitinho.

Imediatamente, o ex-intelectual FHC mandou uma mensagem patriótica pelo twitter para o programa, dizendo que qualquer juiz serve, desde que seja contra o PT. A frase do ex-pensador e colecionador de deputados foi lida no ar pelo apresentador e levou às lágrimas o público.

juizmet

QUADRILHA: A UDN sempre gostou de selecionar bem os juízes do concurso de danças nas suas festas juninas.

Comentário da tia Carmela
Uma vez, lá na Mooca, os moleques da turma da Av. Paes de Barros, que eram os riquinhos do bairro, desafiaram os outros moleques do Grupo Escolar para um jogo contra. O jogo foi no campinho do Paulista da Mooca. Quando souberam do jogo, o Zezinho se ofereceu para ser o técnico do time da Paes de Barros, e o João Batista, um moleque que era o capacho dos riquinhos, se ofereceu para ser o juiz do jogo. No sábado, quando foram jogar, o João Batista apareceu com uma roupa toda preta e um apito reluzente, que tinha ganho de presente dos capitães do time da Av. Paes de Barros, os filhos do seo Roberto Marini. Logo de cara, o João Batista expulsou alguns dos melhores jogadores do time do Grupo Escolar sem eles terem feito nada. E por aí foi, não marcava as faltas que os moleques da Paes de Barros faziam, deixavam eles fazerem gol que não valia e, no final, resolveu expulsar o time inteiro do Grupo Escolar. O jogo terminou em uma pancadaria danada. O Zezinho, como sempre, fugiu. O João Batista, que não era bobo, fugiu para o outro lado e ficou uns dias sem aparecer na escola. Quando voltou, ninguém mais quis ser amigo dele. Ele acabou largando a escola. Nem sei o que foi feito dele.

Anúncios

4 Responses to JB vai indicar juízes da Copa

  1. Paulo P. disse:

    Tia Carmela,

    Não ficou faltando algum outro velho amigo do Tancredo Neves?

  2. emerson57 disse:

    titia,
    gostei muito do post.
    gostei tanto que encaminhei para todos os meus amiguinhos que gostam de futebol.
    fiquei com uma dúvida:
    esse Arnaldo que dá um jeitinho é aquele mesmo que trabalhava na rede plim plim?

  3. Tia Carmela disse:

    Revmo. Pe. Iscariotes,

    Minha tia Carmela adorou o sermão de V.Revma. Disse que é muito instrutivo e que o infame personagem lembra um certo menino de quem ela tem contado umas histórias nos últimos posts.

    Depois da missa, está convidado para um pedaço de bolo de chocolate e um chá de camomila.

  4. Querida Tia Carmela, como sei que gostas de um sermão, estou preparando este para o domingo :

    “Caifás

    Astuto, manipulador e sagaz são qualidades que poderiam ser aplicadas a Caifás, o sumo sacerdote que presidiu dois dos julgamentos de Jesus. Ainda que não fosse pelos relatos bíblicos, só o fato dos romanos o deixarem permanecer no cargo por mais tanto tempo (18 anos) já mostra que ele era um manipulador astucioso.

    Mas é nas Escrituras que vemos sua habilidade em se manter no poder político. Após a ressurreição de Lázaro, ele tramou friamente a morte de Jesus. Ele tentou tranqüilizar a consciência de qualquer membro do Sinédrio que talvez não tivesse coragem de acusar a Jesus. Ele fez isso atribuindo motivos elevados a este ato perverso: “Convém que morra um só homem pelo povo e que não venha a perecer toda a nação” (João 11:50).

    Quando conseguiu prender o Salvador, o propósito de cada passo seu foi para ver Jesus morto o mais rápido possível, sem nenhuma consideração para com a justiça ou a lei. Depois de Jesus se apresentar diante de Anás, sogro de Caifás e considerado por alguns judeus o verdadeiro sumo sacerdote, Caifás e o Sinédrio expuseram Jesus a dois julgamentos falsos.

    No primeiro julgamento, Caifás cinicamente presidiu uma demonstração pública de perjúrios. Quando Jesus permaneceu calado sem se rebaixar ao nível de seus acusadores, Caifás impacientemente demandou uma resposta direta à pergunta de ser ele ou não o Filho de Deus. Ouvindo uma resposta afirmativa, de modo hipócrita rasgou suas vestes, fingindo estar chocado, e declarou: “Blasfemou! Que necessidade mais temos de testemunhas? Eis que ouvistes agora a blasfêmia!” (Mateus 26:65). Ele então assistiu, sem interferir, a uma multidão profana que cuspia em Jesus e o ridicularizava.

    O ódio de Caifás pelo caminho de Deus não terminou com a morte de Jesus. Ele continuou ativo, perseguindo a Pedro e a João (Atos 4:6) e provavelmente era o sumo sacerdote mencionado em Atos 5:17-21, 27; 7:1 e em 9:1, o qual perseguia os cristãos com todo o vigor.

    Para Caifás, a vida nada mais era que lucrar e preservar o seu bocado de poder insignificante.Mesmo com toda a sua manobra e trama, ele é uma personalidade absolutamente insignificante na História, a não ser por tratar infamemente Jesus e os cristãos. Sua obsessão por conservar-se no poder o tornava frio, indiferente e incapaz de ver que o Filho de Deus estava ali no seu meio”. Amém.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: