Eleições 2012: UDN promete limpeza étnica em SP

Slobodan Matarazzo foi  indicado pelo pres. Zezinho para ser  prefeito de SP.

O pres. Zezinho (DIREITA) sempre se identificou com os modos gentis do Sr. Slobodan Matarazzo.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, não deverá concorrer à prefeitura da Nova Iorque dos Trópicos no ano que vem, para concentrar-se em sua importante atividade no Conselho de Moral e Bons Costumes da UDN.

Mas o Presidente de Nascença não descuida de seus eleitores de Higienópolis, Vila Madalena, Pinheiros e Jardins. Já designou se antigo assessor para assuntos de limpeza étnica, Sr. Slobodan Matarazzo, como candidato da UDN à prefeitura em 2012.

O Sr. Slobodan Matarazzo tem uma longa folha corrida a serviço da nobre causa do embranquecimento e da civilização da Paulicéia.

Durante a curta, porém inesquecível passagem do Maior dos Filhos da Mooca na prefeitura paulistana, o Sr. Slobodan Matarazzo foi chefe da toda poderosa Secretaria de Serviços Municipais de Limpeza Étnica, acumulando, ainda, a Subprefeitura da Região Central.

Herói da Paulicéia

DESIGN: O Sr. Slobodan Matarazzo mudou a cara de SP com um mobiliário urbano projetado para a limpeza étnica.

Nesses postos, o Sr. Slobodan Matarazzo granjeou a simpatia e admiração da cosmopolita elite paulistana que, de súbito, viu-se imersa em uma moderna capital mundial, com serviços públicos exemplares, ruas sem lixo acumulado, calçadas em ordem, vias de automóveis dando lugar a vias de pedestres, transporte público confortável e abundante e, mais importante, apenas gente cheirosa circulando na região central.

Durante a gestão do Sr. Slobodan Matarazzo, a limpeza pública era prioridade. Higienicamente, gente suja e fedorenta foi banida das áreas centrais, reservadas aos descendentes dos bandeirantes e dos condes e barões italianos que vieram a SP aumentar sua fortuna. O trânsito de veículos foi disciplinado, e as horríveis carroças dos catadores de recicláveis foram impedidas de circular, juntamente com outras medidas de combate a essa repugnante e inútil profissão de gente desclassificada.

São Paulo, cidade de primeiro mundo

HIGIENE ACIMA DE TUDO: O Sr. Slobodan Matarazzo organizou um disciplinado batalhão de limpeza étnica no centro de SP.

O Sr. Slobodan Matarazzo ajudou a transformar SP em uma cidade primeiromundista. Mendigos e moradores de rua pararam de exibir a deprimente visão de sua barbárie aos delicados olhos da gente bonita paulistana, tendo que ir oferecer seu degradante espetáculo a seus iguais nos bairros periféricos.

Graças a suas políticas de limpeza étnica de irrepreensível qualidade e justiça, os eleitores infantis paulistas viram a substituição dos imigrantes botocudos nordestinos por seletíssima leva de milhares de novaiorquinos, londrinos e parisienses que decidiram trocar suas inconvenientes cidades cheias de imigrantes do terceiro mundo pela Metrópole dos Bandeirantes, cada vez mais branquinha e cheirosa.

Atualmente, o Sr. Slobodan Matarazzo ocupa a Subprefeitura Honorária da Caverna do Ostracismo, onde vem desempenhando um brilhante trabalho na portaria da garagem do valhacoudo udenista, impedindo que gente diferenciada adentre o seleto espaço da modernidade paulista e nacional com seus carros 1.0.

APOIO MILIONARIO: Milhões de eleitores infantis paulistas saíram as ruas para apoiar a candidatura do Sr. Slobodan Matarazzo.

Apoio entusiasmado

A notícia do lançamento da candidatura desse grande herói bandeirante gerou uma onda de manifestações de aprovação.

Capitaneados pelo grande pensador Reinaldinho Cabeção, os jornalistas de programa, colunistas de aluguel e comentaristas-michê já iniciaram seu trabalho de propaganda através dos Jornais e Revistas Mais Vendidos do Brasil.

Também já começaram as manifestações nas ruas de SP. Multidões de paulistas quatrocentões de estirpe elevada mostram seu entusiasmo em demonstrações cívicas de sua superioridade, agradecendo ao Almirante do Tietê por designar tão valoroso paulista para a nobre tarefa.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: A UDN fez uma festa junina bem higiênica para comemorar a candidatura do Sr. Slobodan Matarazzo.

O Zezinho sempre gostou de judiar de mendigo e de catador de lixo. Quando ele era criança, lá na Mooca, uma vez o Zezinho e um amigo bem malvado que ele tinha, o Andrezinho, filho de um italiano que dizia que o avô era conde na Itália, organizaram uma turma de moleques para aprontar com um mendigo que costumava dormir embaixo de uma marquise na rua Barão de Jaguara, perto do colégio deles. De manhã cedinho, quando ia para a escola, eles chegaram perto do mendigo, que dormia embaixo da carrocinha de recolher garrafa e papelão, e começaram todos a fazer xixi nele ao mesmo tempo. O coitado do mendigo acordou assustado e começou a gritar com os moleques, mas eles tinham trazido cada um um saco com ovos podres e jogaram no homem. Depois, saíram correndo e gritando: “mendigo nojento, vai embora da Mooca que aqui não é seu lugar!”

Anúncios

9 Responses to Eleições 2012: UDN promete limpeza étnica em SP

  1. marcos donato disse:

    No que depender do Zezinho e o monte de Slobodans que tem na caverna, São Paulo vai virar uma cidade albina

  2. RUbens Wiseman disse:

    E o Johnbim, quando vai para a Caverna?

  3. Kid Prado disse:

    Tia Cacá
    Quando a senhora menciona o eleitorado paulista me desperta a curiosidade:
    a) a partir de quantos anos o eleitor o eleitor-mirim pode requerer o seu título eleitoral?
    b) até qual idade estes eleitores podem votar?
    c) o voto dos adolescentes é opcional?
    d) a constatação de barba e pelos pubianos nos eleitores de qualquer idade elimina sua condição de eleitor infantil?

    • Paulo P. disse:

      Um eleitor infantil vota a troco de duas mariolas; um eleitor infanto-juvenil exige duas mariolas e um cigarro Iolanda.

      • Juliana disse:

        Mas os eleitores infantis paulistas votam a troco da promessa da mariola, que nunca é entregue, mas eles continuam votando…

        • Armiro da Cartucheira disse:

          Resposta ao Kid
          No caso do eleitorado infantil-feminino, o título eleitoral vence imediatamente após o uso do inesquecível primeiro-soutien.

  4. Ana Cruzzeli disse:

    Tia Carmela

    Sei que não devemos remoer o passado, afinal o que passou passou, mas não me canso de me perguntar :
    – Por que Fernandito fez teste de DNA?
    – Por que os filhos de Fernandito importunaram seu pai para essa tarefa?
    Para os jovens recem-chegados… o Fernandito empregava a filha como assessora nos seus dois mandatos de presidente da Republica. Sim essa senhora ocupava cargo importantissimo no processo de privataria, ela e seu marido também empregados em cargos importantes. Ela não sabia que com teste de DNA ou sem ele nada mudaria? Volto a dizer essa senhora ocupava um cargo, cujo notário saber é necessário, e não sabe esse primario.

    Para os jovens que não sabem, o filho de FHC com D.Ruth foi casado com uma filha ou neta de banqueiro mineiro, este foi um dos primeiros contemplados com a farra do PROER.

    Aonde quero chegar Tia Carmela?

    Os filhos ou ex-genros ou ex-noras desse povo tiveram o momento de mostrar inteligencia no caso mais primário que foi o DNA e não conseguiram, até o corneado deveria ter parado para pensar: Nada irá mudar então pra que fazer? Como esse Sr. Matarazzo vai fazer essa proeza afinal o lider intelectual dessa turma é Fernandito?

    Se Fernando não percebeu que o tal de DNA seria usado de forma politica, pela esquerda como escarnio, mas a direita algo a ser esquecido, afinal depoe contra a inteligencia, por que continuam a alimentar pessoas como Matarazzo a entrar nessa briga ?

    A direita não tem estratégia que não seja o combate baixo, só que até pra isso precisa de massa cinzenta, coisa que por lá já era raro, hoje já não existe. Como a imprensa vai resolver isso?

    Por fim essa deve ser sempre lembrada…
    ¨…Durante a curta, porém inesquecível passagem do Maior dos Filhos da Mooca na prefeitura paulistana…¨

    Ah, antes que eu me esqueça, a imprensa, mas principalmente a Globo, que já andava ruim das pernas, piora dia a dia. Ela já deve pensar como irá pagar o emprestimo contraido junto ao BNDES. Emprestimo não é doação, vai ter que pagar direitinho ou vai ter que declarar concordata aí a coisa pega, que tamanha humilhação. Quem salvará o Matarazzo da vergonha de perder uma importante, mas pequena prefeitura? A Globo que não vai ser, afinal estará se preocupando com coisa mais importantes tipo, credor na porta.

    • emerson57 disse:

      cruzzeli,
      a “inteligência” de don farol da cornualia é imensurável.
      tenho dó.
      já pensou o “clima” na própria casa agora que os filhos ganharam mais um irmão para dividir a responsabilidade?
      e o brasil quanto perdeu com essa espada “fake” da globobo sobre o pescoço presidencial?
      é dona ana, mais uma vez o brasil virou piada no resto do mundo.
      em portugal agora contam: sabe aquela do filho que não era filho do presidente da colônia?

  5. Juliana disse:

    Tia Carmela,

    Esse Slobodan devia fazer uma limpeza étnica na Caverna do Ostracismo, para deixar somente os sábio como FHC por lá…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: