Francine De L'Herbe agora dedica-se ao bordado e ao crochê

Mme. De L'Herbe sempre gostou de uma vida mais relaxada.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, não pode mais contar em sua equipe com a jornalista Francine De L’Herbe, sua antiga e dileta colaboradora, que recusou-se a assumir a coordenação do Mutirão de Mucamas, alegando ter outras prioridades no momento.

O Presidente de Nascença anda acabrunhado com a estranha decisão de Mme. De L’Herbe de dedicar-se, por razões ainda ignoradas, às artes manuais.

Mme. De L'Herbe fez um belo capacete de crochê para proteger o pres. Zezinho das bolinhas de papel assassinas.

Francine De L’Herbe agora passa os dias em seu ateliê na Caverna do Ostracismo,  fazendo os mais diversos artefatos à base de fibras e outros materiais derivados do cânhamo.

Seus principais fregueses são os vizinhos na Caverna do Ostracismo. Além dos panos de prato, ela produz também toalhinhas para aparar baba, um sucesso no Retiro do Udenista, forros para as gaiolas das aves de estimação do pres. Zezinho (araponga e tucano verde) e capas de crochê para selins de bicileta para seus amigos ciclonudistas.

Nos fins de semana, Mme. De L’Herbe arruma mais algum vendendo seus artefatos em uma barraquinha na feira da Praça da República.

QUERIDINHA: Mme. De L'Herbe agora é a musa da Praça da República.

Segundo fontes lapeanas que não quiseram se identificar, o sr. Geraldinho do Vale teria arrumado a vaga na feira para Mme. De L’Herbe, o que justificaria as reuniões frequentes que têm feito e o interesse do Barão de Pindamonhangaba nas artes manuais praticadas pela  ex-jovem.

Essa aproximação estaria causando desconforto no Maior dos Filhos da Mooca. Comenta-se na Caverna do Ostracismo que o Presidente de Nascença ficou enciumado por essa proximidade entre seu muy amigo Geraldinho do Vale e sua musa da internet ética.

Mme. Francine De L'Herbe fez um belo tapete de cânhamo para o pres. Zezinho, mas ele ainda prefere o Reinaldinho Cabeção.

Mme. De L’Herbe, no entanto, nega que tenha deixado de lado a profunda amizade com o Almirante do Tietê. Ela comentou com amigos da ala descolada da UDN que continua gostando muito dele, mas tem que levar sua vida adiante: “Larguei tudo por causa do Zezinho. Ele me prometeu mundos e fundos no ano passado, e tudo que eu ganhei foi aparecer em um vídeo sem maquiagem e com cara de menina emburrada na internet. O Geraldinho do Vale é meio careta, mas pelo menos me deu uma oportunidade de reconstruir minha vida.”

Corre nos meios udenistas a informação de que Francine De L’Herbe convidou o pres. Zezinho a juntar-se a ela nessa nova fase, dizendo que agora vive sempre relaxada, e que ele deveria fazer o mesmo, para baixar o stress. Entretanto, o Maior dos Brasileiros teria respondido que tem muitas contas a acertar e não tem tempo para essas coisas de bicho-grilo.

Faz tempo que o Barão de Pindamonhangaba anda de olho no blog dela.

Apesar desta sua nova fase, a petista arrependida continua com a atividade que lhe deu mais notoriedade no meio político nacional.  À noite, depois de um último trabalho com materiais à base de cânhamo, ela segue com sua atuação no ramo de produtos químicos perigosos, destilando veneno em seu blog moderninho a serviço do pres. Zezinho.

No entanto, consta que o sr. Geraldinho do Vale anda de olho no blog dela.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: Mme. De L'Herbe está bordando os vestidos para a próxima festa junina da UDN.

O Zezinho sempre gostou de artesanato. Naquele tempo, brinquedo era muito caro, não é como hoje que as crianças ganham um monte de brinquedos toda semana. As crianças faziam elas mesmas seu brinquedos, na maior parte das vezes. O Zezinho não era diferente: ele gostava de organizar um dia para os moleques da turma dele fazerem uns brinquedos. Na hora, começava todo mundo a fazer os brinquedos: carrinhos de lata e de carretel, pipas, espingardas de madeira, essas coisas.  Só que o Zezinho não fazia nada, só ficava dando ordens. Uma vez, ele fez isso e, no final, quis pegar pra ele um tratorzinho de lata que um moleque tinha feito. O moleque ficou furioso, disse não e quis bater no Zezinho. Deu a maior confusão e foi todo mundo embora, só ficaram o Zezinho e o Reinaldinho Cabeção, que disse pro Zezinho: “Se você quiser, eu faço um trator igualzinho ao dele pra você”.  O Zezinho pegou o trator que o Reinaldinho Cabeção tinha feito e disse: “Vou ficar com este, mesmo. É uma porcaria, mas você não vai conseguir fazer melhor”. O Reinaldinho Cabeção ficou todo feliz porque o  Zezinho quis o tratorzinho dele.

Anúncios

12 Responses to Francine De L'Herbe agora dedica-se ao bordado e ao crochê

  1. […] das Senhoras CatólicasPrograma Maquete São Paulo I: revolução na gestão públicaTia CarmelaFrancine De L'Herbe agora dedica-se ao bordado e ao crochêTancredo Neves desperta a Nação em discurso […]

  2. marcos donato disse:

    Da pra entender o porque dos bordados, o Zezinho ja está com idade e tem frio, e da pra aplacar a ira e o ciúme do Reinaldinho Cabeção, assim ensina uma atividade pra ele, tão abandonado tadinho, pois nada é pior do que a ira de uma mulher ressentida…

  3. Titia Carmela,

    Será que a senhora poderia arrumar um quarto para um novo hóspede na Caverna do Ostracismo, Fundos? Sabe o que é, um moço chamado Hosni Mubarak vai precisar ficar em algum lugar e eu sempre soube que o Pres. Zezinho, que entende muito de múmia, poderia ficar conversando com ele.

    Sua bênção

  4. Aldovando Pinheiro - Arcos Mg) disse:

    Tia Carmela do Ceu: Me falaram que o consumo de Rivrotril na Caverna do Ostracismo tá pelas tampas. Tem lá um tal Coronel Itagiba e um tal Coronel tasso que dizem as más linguas que nunca dormem e só andam contando nos dedos e falando: Meu Deus que será que eu fiz de errado: O Fulano me prometeu apoio e o outro também. Pelas contagens dos dois eles só podem ter sido roubados, pois nun tinham onde perder a eleição. Agora tem um outro lá que ficava o tempo todo derriçandoo pau no Lula e agora tá tentando uma vaguinha como terceiro ou quarto secretário do Itamaraty. Un tal de Virgilio. Este ai passa é semana sem dormir. Tia eu tenho dó, mas o consumo de erva cidreira lá tá uma enormidade. Eles tão comprando é por carroçadas!

    • Tia Carmela disse:

      Minha tia Carmela disse que pros nervos ela recomenda chá de camomila, que também é bom para estômago com gastrite nervosa.

      Contra remorso e mau-caratismo, ela disse que não há chazinho que dê jeito…

  5. Kid Prado disse:

    Tia Cacá
    Efetivamente não houve uma mudança radical da ciclonudista. Há muito tempo se comenta que ela e o Zezinho andavam pintando & bordando por aí.
    Só não sei dizer é se cada um fazia uma coisa, ou seja o Zezinho pintava e ela bordava ou se eles faziam tudo junto.
    Com o Reinaldinho Cabeção, isto todo mundo, o Zezinho pintava. E como pintava!

    • ♫ Creio que você não está bem informado, Kid. Consta que eles faziam meinha, atividade na qual eram muito hábeis e da qual gostavam muito… ☺☺☺

      • Kid Prado disse:

        Jimmy
        Vocês aí do Guarujá usam um dialeto que não conheço muito. Fazer meinha é praticar aquilo que a mineirada chama de troca-troca?
        Contam que neste tipo de intercâmbio acontece muita malandragem porque na hora da recíprocidade tem uns caras que negam fogo, ou melhor negam o que foi combinado antes e caem fora. Será que com estes amiguinhos de infância aconteceu isto alguma vez? Se aconteceu, eu sei quem foi que não cumpriu a palavra mesmo que a tenha registrado em cartório.

  6. ♫ As toalhinhas de velho babão serão inúteis para os albergados na Caverna do Ostracismo que sofrem do mal de Alzheimer, incapacitados para levá-las à beiçola. Com a falta de babás que grassa atualmente, o ideal seria Mme. de l’Herbe tricotar (ou crochetar, sei lá) babadores adaptáveis ao pescoço dos padecentes, protegendo-lhes as gravatas – normalmente amarelas. Para os casos mais graves e inquietos, Mme. de l’Herbe poderia cortar e costurar peças semelhantes àquelas utilizadas nas barbearias, que adicionalmente esconderiam as camisas de força envergadas pelos mais iracundos… ☺☺☺

  7. Padre Iscariotes disse:

    Os bolos da Tia Carmela já chegam tão acabados e completos que fica difícil fazer algum outro comentário que não seja : que delícia. Beijos

  8. Titia Carmela,

    O Pres. Zezinho ficou triste com seus amiguinhos. Ele ameaçou não brincar mais. O Zezinho, quando criança, ficava muito de mal?

    http://limpinhocheiroso.blogspot.com/2011/02/serra-chorou-esperneou-e-disse-que-nao.html

    Sua bênção

    Miguel

  9. […] This post was mentioned on Twitter by mara m. de andréa, Denise Machado, Jesus_Skywalker, Tia_Carmela, Tia_Carmela and others. Tia_Carmela said: Tia Carmela: Francine De L’Herbe agora dedica-se ao bordado e ao crochê http://migre.me/3QCNj #byebyeserra […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: