Programa Maquete São Paulo I: revolução na gestão pública

Gov. Zezinho foi ao litoral inaugurar maquete do pedágio da nova ponte entre Guarujá e Higienópolis.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o Governador Zezinho, divulgou hoje, por meio de sua assessora para assuntos econômico ambientais, sra. Miriam Cochonne, sua nova idéia genial: o Programa Maquete São Paulo.

O programa consiste na inauguração de umá série de maquetes de obras públicas em todo o estado de São Paulo.

Segundo a sra. Miriam Cochonne publicou em sua coluna de press releases na imprensa oficial do estado, a nova iniciativa demonstra a enorme competência gerencial do Presidente de Nascença.

Gerando empregos: com o programa, o gov. Zezinho arranjou uma ocupação para seu correligionário Geraldinho do Vale

Segundo a sra. Cochonne, o Programa Maquete São Paulo é muito mais interessante que a realização de obras verdadeiras, pois permite que o governador Zezinho possa ser fotografado exibindo sua enorme capacidade gerencial e visão de estadista, sem agredir o meio ambiente com as obras. Além disso, o Programa ajuda no equilíbrio das contas públicas do estado: ao invés de gastar milhões na construção de uma ponte, por exemplo, basta construir sua maquete.

O gov. Zezinho (DIREITA, com bigode de disfarce) aperfeiçoou iniciativa semelhante de sua cleptocorreligionária e companheira de chupar uvas, Yeda Crusius

O eminente economista de TV C.A. Merdonberg também elogiou a responsabilidade fiscal do governador Zezinho. Referindo-se indiretamente ao PAC do usurpador do Planalto, disse  que é preciso cortar gastos com tantas obras públicas e que o Mais Genial dos Economistas estava certo, pois ao construir apenas as maquetes sobra mais dinheiro para gastar em coisas realmente úteis, ou seja, verbas de publicidade e compra de assinaturas dos jornais mais vendidos e de  revistas da editora Abril.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho sempre gostou de maquetes. Quando ele era criança, lá na Mooca, perto da casa dele tinha uma oficina de maquetes. Era do seu Norberto, que fazia umas maquetes bonitas para as construtoras. O Zezinho sempre ia lá e ficava olhando o seu Norberto trabalhar. Quando sobrava alguma maquete que tinha saído com defeito, o seu Norberto dava a maquete para o Zezinho. Então, ele levava pra casa e chamava o Reinaldinho Cabeção para brincar com ele.  A brincadeira era assim: o Zezinho falava que a maquete era o palácio presidencial dele. Eles pegavam os soldadinhos de forte apache deles e colocavam na porta, e o Zezinho dizia que era a guarda de honra dele. O Reinaldinho Cabeção fazia um discurso em homenagem ao presidente Zezinho. Quando o discurso não saía bom, o Zezinho dava uns croques na cabeça do Reinaldinho Cabeção…

Veja também as outras maquetes inauguradas pelo Mais Preparado dos Brasileiros, o governador Zezinho.

Anúncios

7 Responses to Programa Maquete São Paulo I: revolução na gestão pública

  1. Roberto disse:

    Seu Chirico vem em casa sábado que vem. Vai inaugurar uma nova bóia para minha caixa d’água, A SABESP já confirmou presença

  2. Melchíades A. Prado disse:

    Ô tia Carmela
    Aproveita a oportunidade e dá umas palmadas na bunda do seu sobrinho Zezinho e manda ele parar com esta brincadeira de forte apache e casinha de boneca.
    Está acontecendo algo estranho com este menino, pois até mesmo os seus amiguinhos passaram a evitá-lo. Um, porque está de castigo lá no DF; o outro, aquele de MG, não quer vê-lo por perto; aquele do Ceará, que gosta de aviãozinho, anda falando mal dele; só aquela amiguinha gaucha é que quer brincar com ele, mas aí, não se sabe porque, ele se afasta dela. Dizem que ele gostaria de ter aquela moreninha do Acre como amiguinha, mas tudo indica que ela quer é brincar sozinha. Dizem que o titio Fernando quer ajudá-lo, mas ele agradece a ajuda e confidencia para os outros que que o tio só atrapalha,

  3. D. Sebastião disse:

    Tia Carmela e Ilustres visitantes deste espaço cibernético.

    Realmente D. José Chirico I – o Serra, mais uma vez mostra a sua astúcia (como o Chapolim Colorado). Ele mostra a população as obras que serão feitas, se assim forem, pelos próximos 50 anos.

    Como sugestão ao Zezinho: porque ele não faz a maquete do buraco que abriu no metrô de São Paulo? Daria menos trabalho, pois seria apenas um buraco na terra com alguns caminhoezinhos e carros de brinquedo dentro do mesmo. Ah, espero que ele não use os homenzinhos do forte apache para ilustrar as vítimas! Será que o Zezinho colocaria pomarola sobre os bonequinhos para dar mais realidade?

    Ave Serra!

    • Jefferson disse:

      D. Sebastião,

      Não desdenhe da capacidade e da dedicação do Serra. A maquete do buraco do metro que ele faria não seria simplesmente um buraco na terra. Seria algo do nível dele, que é o maior dos engenheiros. Seria uma maquete animada. A maquete de uma rua, com prédios e homenzinhos de forte apache, carrinhos etc. De repente, o buraco abria e caía tudo dentro.
      E não seria pomarola, mas sim sangue verdadeiro, de algum animal que ele retirasse.
      Porque Serra é o mais competente, por isso faz tudo melhor!

  4. Donatien Alphonse François de Sade, o marquês de Sade disse:

    Que desespero…inaugurar maquete!!!! Hehehehehehe

  5. Sergio Braz disse:

    Ponte Guarujá-Higienópolis? O Serra está louco! Quanto ele vai ganhar de comissão nisso? Quantos pedágios vai ter?

  6. Plinio C. de Oliveira Neto disse:

    Quanta sabedoria! Quanta genialidade!

    Nosso iluminado líder, D. José Chirico, vai nos conduzir ao caminho da salvação da Pátria!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: