Cuscuz de FHC não seduz Neves: chapa puro-sangue tucana fracassa

Neves: compromissos com Madonna

Neves: compromissos com Madonna e com a gente de Copacabana.

A última tentativa de montar uma chapa puro-sangue tucana fracassou nesta segunda-feira.  O ex-presidente e ex-pensador FHC ofereceu um jantar em sua residência, na Caverna do Ostracismo, ao governador mineiro Tancredo Neves, com o intuito de convencê-lo a formar uma chapa puro-sangue com o governador Zezinho, o Mais Preparado dos Brasileiros, para a vindoura eleição deste à presidência da república.

Tancredo permaneceu mudo a maior parte do tempo. Recusou a comida (carne assada e cuscuz à paulista) e a oferta da vaga de vice-presidente na chapa puro-sangue. Alegando compromissos com a gente de Minas e com a cantora Madonna, o grande estadista da conciliação nacional disse estar impossibilitado de aceitar a tarefa de ser a nova Rita Camata.

A negativa de Tancredo Neves consternou os participantes dos jantar: além de FHC, participaram o presidente do partido, Sérgio Guerra (PSDB-PE) e o empresário Tasso Jereissati (PSDB-$$).   O Governador Zezinho não compareceu, apenas mandou seu menino de recados, Roberto Freire, avisar que estava ocupado.

FHC e seus amigos tentaram todos os argumentos para convencer Neves a aceitar a proposta de compor a chapa puro-sangue.  Aos prantos, ajoelharam-se aos pés do grande ícone da Nova República, prometendo mundos e fundos. Em desespero, FHC prometeu a Neves a nacionalidade paulista e a presidência perpétua do PSDB-SP.  O cantor Milton Nascimento (MPB-MG), convidado para animar o evento, cantou “Coração de Estudante” e levou os presentes às lágrimas, mas Tancredo não se moveu e manteve seu sorriso matreiro durante todo o jantar.

Ao ver que os esforços de seus patrões eram inúteis, o cozinheiro Caetano, um antigo compositor baiano que trabalha na Caverna do Ostracismo em troca de teto e comida,  chorava e gritava: “Ingrato! Além que não querer ajudar o Mais Preparado dos Brasileiros, não quis nem provar o cuscuz que eu preparei com tanto carinho!”

Quando o mineiro partiu, o ex-pensador FHC fez um comentário desdenhoso com seus convidados e serviçais: “Até que foi bom. Ele não servia para uma chapa puro-sangue: está que é só pó e osso…”

Comentário da Tia Carmela: 

O Zezinho sempre gostou de sumir em ocasiões importantes. No dia da  confissão para a primeira comunhão, por exemplo, o pai dele precisou ir buscar o moleque no campinho, porque ele tinha ido jogar bola. Quando fazia alguma coisa errada, então, ninguém achava o moleque…

Anúncios

4 Responses to Cuscuz de FHC não seduz Neves: chapa puro-sangue tucana fracassa

  1. […] receber indignado a notícia de que o governador de Minas, Tancredo Neves, recusou o cargo de vice-presidente em sua já eleita chapa para a eleição presidencial, o governador Zezinho foi hoje novamente […]

  2. ♫ Pior para o Neves, que ficou sem o cuscuz do chef Caetano. Dizem que ele faz cuscuz o que nem a Ana Maria Brega faz co’as mãos… ☺☺☺

  3. jefferson disse:

    Responda o teste a seguir.
    Quem é o cara da foto?
    a) Tancredo
    b) Aécio Neves
    c) A cantora Madonna
    d) O cozinheiro Caetano
    e) O menino do MEP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: