Zezinho em Kopenhagen 3: a romaria de líderes mundiais pedindo seus conselhos

É um sucesso a participação do Mais Preparado dos Brasileiros, o governador Zezinho, na cúpula mundial da mudança climática realizada em uma tradicional fábrica de chocolates e chocotones.

A forte nevasca em Kopenhagen não impediu que uma multidão de governantes buscasse as sábias opiniões do gov. Zezinho

Desde o anúncio de sua chegada, o encontro dotou-se de uma agitação sem par. O Secretário-Geral da ONU interrompeu a sessão para anunciar a chegada do Presidente de Nascença, e os presentes aplaudiram a notícia por cinco minutos. O presidente francês, N. Sarkozy gritou de seu lugar: agora sim, teremos uma solução para o aquecimento global! O presidente chinês concordou e deixou de lado o tradicional comportamento reservado para subir na mesa e gritar: Viva! Com ele, nós aceitamos negociar!

O Gov. Zezinho e seus seguidores em Kopenhagen

Com a chegada à plenária, a sessão foi interrrompida. O governador Zezinho chegou à sala acompanhado pelo rei Hamlet, da Dinamarca, que fez questão de carregar sua bagagem e convidou-o a sentar no lugar de honra. De seu banquinho no canto da sala, o usurpador do Planalto resmungava contra toda aquela consagração.
Logo a força do Maior dos Paulistas se fez ver. O rei Hamlet cedeu seu escritório particular para que o Grande Defensor da Natureza pudesse receber a multidão de mandatários internacionais que desejava ouvir seus conselhos. Um a um, os maiores líderes do planeta reuniram-se com o governador Zezinho. Todos saíram elogiando sua sabedoria e comprometimento com o combate ao aquecimento global.

Cobertura mundial
A imprensa mundial destacou a participação do governador Zezinho. A BBC destacou uma equipe para cobrir sua presença no evento, com entradas a cada 5 minutos em sua programação normal na Grã-Bretanha. Seu canal internacional transmitiu ao vivo seus principais momentos no evento: sua fala a um interessadíssimo grupo de líderes mundiais, sua conversa com o Exterminador do Futuro, a aula que deu aos principais ministros do meio ambiente dos países do G-20, a reunião com o secretário-geral da ONU e os cinco discursos que fez em plenário. Originalmente apenas um discurso estava previsto, mas vários líderes solicitaram que fizesse outros discursos. Alguns deles abriram mão de suas falas para dar mais tempo às sábias palavras do Presidente de Nascença, entre eles Angela Merckel, Gordon Brown e Barack Obama. O Secretário Geral da ONU solicitou que o Maior dos Ambientalistas fizesse o discurso de encerramento do evento.
A CNN transmitiu um especial de 5 horas de duração sobre as enormes contribuições do Maior dos Engenheiros para a solução de problemas ambientais: a retirada de árvores e impermeabilização de áreas para o alargamento da Marginal do Tietê, a criação do Pantanal Paulista, onde antes havia o Jardim Pantanal, a expansão dos pedágios para desestimular o uso das rodovias, a transposição do rio Tietê e o uso de papel reciclado para embrulhar os panetones distribuídos pelo Programa Panetone São Paulo.
A Deutsche Welle interrompeu sua programação normal para transmitir o encontro do governador Zezinho com o Exterminador do Futuro, e também interrompeu a transmissão de uma entrevista ao vivo com a chanceler Angela Merkel para mostrar a chegada do Mais Douto dos Sábios à loja de chocolates.

A cobertura ao vivo do evento foi uma das maiores audiências já registradas na TV mundial.

Comentário da tia Carmela:
O Zezinho sempre gostou de dar conselhos. Uma vez, ele e um bando de moleques cabularam aula no Grupo Escolar e entraram de tarde na Igreja Bom Conselho, na Rua da Móoca. Não tinha ninguém na igreja, então o Zezinho entrou no confessionário e pôs o Reinaldinho Cabeção para organizar uma fila dos moleques que iam até
o confessionário, se ajoelhavam e ouviam os conselhos do Zezinho. Que não eram os mesmos que o padre dava…

Anúncios

5 Responses to Zezinho em Kopenhagen 3: a romaria de líderes mundiais pedindo seus conselhos

  1. ♫ Data vênia e não querendo evidentemente ensinar coisa alguma ao Ecologista Supremo do Pantanal Paulista – o que seria crime de lesa majestade, quiçá sacrilégio – creio haver ele esquecido uma das grandes causas do aumento de CO2 na atmosfera: o pum das vacas. Como se sabe, as vacas (e também os bois, touros e bezerros desmamados) emitem abundantes flatos enquanto ruminam. Todavia, este parece ser um problema sem solução, já que não podemos passar sem as vacas e não há como sequer pensar em seu extermínio. Em não havendo vacas, não haveria leite, ingrediente indispensável dos panetones; o que seria então do Natal dos amigos do Dr. Arrudão Bauducco? E do nosso, pobres mortais que somos? Assim, a emissão de CO2 provocada pelas solertes vacas terá que ser compensada de alguma forma. Quem sabe, o reflorestamento das calvas dos distribuidores de panetones conseguisse, ao menos, atenuar o problema… ☺☺☺

  2. NaMaria disse:

    Gente do céu! Como eu amo isso daqui muito. Tia Carmela a Sra. é um pote de chocolate suíço, daqueles que fazem a gente babar.

  3. Sandro disse:

    Maravilha, tia Carmela está de volta. Voltou de barco, ou de helicóptero?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: