Serra e a violência contra a USP – 1

Que Serra não vê a USP com os melhores olhos, não é novidade.  Cobiçou os recursos garantidos pela Constituição Estadual e tentou, por meio dos decretos de 2007, colocar a mãos nesses preciosos dinheirinhos para usá-los da melhor maneira possível… Quando ocorreu a invasão da reitoria pelos estudantes, em 2008, passou um pito em público na reitora (veja no blog Conversa Afiada ). Em 2009, a PM sob seu comando praticou um ato de violência contra professores, alunos e funcionários que daria inveja a Erasmo Dias.

E, para não deixar dúvidas de que era realmente o ocorrido o que ele desejava, imediatamente declarou apoio à ação. Antigamente, ele procurava agradar setores progressistas e democráticos. Agora, quer agradar a direita truculenta e anti-democrática.

Anúncios

One Response to Serra e a violência contra a USP – 1

  1. […] democracia, há poucos meses, ensinando a estudantes, funcionários e professores a conviver com os cassetetes e gás lacrimogêneo da polícia militar. Antes, em 2007, em um generoso gesto de solidariedade, tentara retirar a […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: